quinta-feira, 23 de agosto de 2018

A MENSAGEM DO DIA - AMOR OU ÓDIO, A ESCOLHA É SUA - Por Neo Cirne

 

Vivemos dias difíceis não só no contexto nacional, mas, também, sob a visão internacional. A cada dia que passa observamos os conflitos, as guerras, os desentendimentos, a divisão da humanidade pela religião, pela imposição das idéias (quase todas antigas e ultrapassadas). Vemos a divisão pela imposição da força bruta de regimes fracos e na cultura a prevalência dos maus exemplos, conflitos odiosos, muito comuns em novelas de pouca qualidade, músicas sem poesia e filmes de violência. Já, da falta de amor a mídia quase não fala. Durante anos ela parte do princípio de que a notícia ruim é a que prende a atenção dos seus seguidores. Tudo quanto é podre é representado na novela de horário nobre, e você meu amigo, assiste e deixa seu filho assistir. Fuja pro lado do amor, esqueça essa violência midiática. Cuide dos seus filhos com bons exemplos. 
Autores até tentam escrever novelas de amor, mas os empresários do setor acham que falar de amor é coisa ultrapassada, mas, não é, creiam! O amor é tudo de bom! 

 Se não fosse o amor não estaríamos aqui neste mundo, a grande maioria de nós é fruto do amor de um homem e de uma mulher, existem gêneros variáveis que não geram filhos, necessitam de maneira fundamental da relação primordial da mulher e do homem para que haja a concepção. Nada contra a pessoas do mesmo gênero se gostarem, quererem viver a vida juntos com amor e dignidade. Porém, estimular cisões entre o homem e a mulher com palavras de ordem, paradas do orgulho disso ou daquilo é são atos extremos de ódio contra os diferentes e de amor com seus semelhantes. Efetivamente, ao começar a escrever esse comentário o meu foco era falar das divisões que o mundo tem nos proporcionado através das barreiras religiosas, ideológicas e comportamentais. 

  As pessoas tem todo o direito, num regime democrático, de optarem por sua religião, sua ideologia, sua sexualidade, sua alimentação, seus melhores sentimentos (ou piores), isso é democracia e liberdade. Passei meses sem escrever, fazendo uma reflexão do triste momento atual que passamos no Brasil, e cheguei à conclusões tenebrosas, como o sufocamento do amor (tão desprezado) pelo ódio (tão valorizado pela mídia em geral). Precisamos reverter esse quadro de dominação do ódio praticando o Amor.



  Gosto muito de um brilhante escritor brasileiro, Eugênio Mussak. Médico de formação, brilhante professor universitário, palestrante motivacional e que escreve há muitos anos na Revista Vida Simples, da Editora ABRIL. Tomo a liberdade de transcrever alguns parágrafos de um artigo seu que fala do amor e do ódio. 

" A ESCOLHA É SUA"

 Se você ofende alguém, por exemplo com uma palavra dura (a ação), está ao mesmo tempo, transformando-se em alvo (a reação). Um palavrão, portanto, pode fazer mais mal a quem o proferiu do que àquele a quem foi dirigido, por ajudar a criar de um modo explícito um clima ruim de animosidade ou até de ódio. Por falar nisso, o próprio ódio também é assim, acaba causando mais malefício a quem o produz do que a quem deveria recebê-lo. 

Já o amor...Ah, o amor! Esse sentimento, para nossa felicidade, é especialista em provocar reações proporcionais... O amor também gera amor. Tudo é uma questão de escolha.

Portanto, na hora de decidir ou de agir, na maioria das vezes é difícil saber o que é certo ou errado - se é que existem categorias tão absolutas. Mas uma coisa é fato: certa ou errada, a ação desencadeará uma reação. Basta arcar com a consequência!


  Pra finalizar nosso comentário, quero dizer que o amor às pessoas e à vida, é o grande motivo que nos tem mantido no ar, unindo pessoas fazendo amigos inesquecíveis no Brasil inteiro, as reações têm sido as mais diversas possíveis, que vão desde a admiração, o carinho, a saudade, o amor, até a inveja, o desprezo e o ódio. 

  Por melhor que você haja. Por melhor que você se doe, que motive e que transmita o seu amor, sempre haverá alguém distorcendo suas palavras ou invejando a sua capacidade de amar a vida. Mesmo assim, com tantos invejosos e inimigos gratuitos, ainda vale apena falar de amor, praticar o amor verdadeiro, ser generoso, bondoso com as crianças e idosos em especial. Vale muito amar a natureza, os animais e preservar a vida. 

Volto a dizer, o amor é tudo de bom! Vamos semear o amor pelo mundo e tudo começa pelo perdão e pelo respeito à família, à pátria e a Deus acima de tudo! Sem esses valores nunca seremos nada!


Tim-Tim!

Um Brinde à Vida!



  
Comentário de Neo Cirne
Fundador e Coordenador
de UBAV-Brasil





Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger