quarta-feira, 7 de setembro de 2016

A IMPORTÂNCIA DA MEDITAÇÃO - - (SAÚDE) - - Por Neo Cirne

A IMPORTÂNCIA DA MEDITAÇÃO


Nos dias modernos a vida parece passar muito rapidamente. Tem horas que necessitamos dar uma desacelerada no biorritmo, até porque, ninguém resiste por muito tempo e sem consequências, viver uma vida alta aceleração. Isto vale para os ‘motores’ ou para os nossos complicados organismos. Vale também para os animais, principalmente aqueles usados em competições esportivas, como o cavalo e o cão, ambos adaptados à velocidade.

Porém, o nosso assunto hoje é o descanso do corpo e da mente humana. Não precisamos ser atletas para sentirmos a cobrança do dia a dia. Acordar cedo, condução lotada, o estresse do trânsito, a manutenção do emprego, o empenho escolar, a má alimentação (muitas vezes nos alimentamos no trabalho sem tempo algum para digerir o alimento), o corre-corre, a luta pela sobrevivência e manutenção familiar. 


E ao voltar pra casa, ao fim da jornada, mais estresse do trânsito. Nessa hora bate o cansaço, chegamos em casa exaustos. O jantar em família deveria ser o ponto alto do dia, mas é nesse momento que o som da TV esparrama pelo ar mais uma notícia arrepiante, daquela de impacientar o monge mais tranquilo do mundo - dizem que os monges tibetanos são os homens mais tranquilos que existem. Com essa rotina doida, não há como não escapar da neurose social que tanto assola a população mundial.


Para que a loucura do dia a dia nos poupe da exaustão é muito importante que mudemos a maneira de pensar e agir. Não devemos nos tornar escravos do dinheiro, quanto mais compromissos nós acumularmos, menos tempo teremos para dedicar à nossa saúde.

O homem só pensa em acumular riquezas, sonha em ter a posse do mundo, de ganhar muito para poder satisfazer todos os seus prazeres. E, por causa deles, torna-se escravo dos seus desejos. Não que não seja importante acreditar nos seus sonhos, em trabalhar ou estudar visando alcançar uma profissão que deseje. Não, longe disto! Não podemos é exagerar. Viva com intensidade, mas procure restabelecer suas energias. Relaxe, amigo.

Vamos lá! Feche seus olhos, sente-se confortavelmente, tente meditar e imaginar-se vitorioso. Porém, aos poucos, vá libertando seu coração de todas as situações angustiantes que tem vivido. Não pense em mais nada, procure esvaziar-se enquanto estiver meditando.

Ao voltar ao seu ritmo normal, reserve um espaço para rever o que a exaustão está tirando de você e de sua família. Observe o pouco tempo que você tem para conviver com sua família e amigos. O empenho excessivo gerará desgaste não só para o seu corpo, mas, também no seu relacionamento social. Não se angustie. Tudo isso, até certo ponto, é normal. Administrar cada momento e perceber a vida, essa é a nossa dica.


Se você não tem muito tempo, tire 20 minutos por dia para relaxar, convide sua esposa, é pouco tempo, eu sei. Com a velocidade que o tempo passa esses vinte minutos podem ser como um oásis na sua caminhada sedenta de poder e reconhecimento. Porém, enfatizamos, que nesse momento afaste-se de tudo que lhe aflige, deixe a sua mente mais livre para saborear o ar puro e a água fresca desse ‘Oásis de 20 minutos’.

Na realidade, por mais que pareça que o mundo está mais rápido, ele não está! Precisamos entender que o Universo é lento, e sempre vai procurar a solução mais eficiente para atingir a perfeição. A Terra levou bilhões de anos para formar-se nos padrões atuais e nós, seres humanos, levamos milhões de anos para chegar nos transformarmos de seres unicelulares ao nosso 'rótulo' de Homo sapiens... Tudo isso é incrível!

Desde que o homem começou a caminhar sobre a terra, buscou entender o mundo e adivinhar o que o futuro reservava para ele. Parece que as nossas vidas, nos dias de hoje, são mais complicadas, talvez o aumento populacional torne as coisas mais difíceis. Mas, guardadas as devidas proporções, no passado também era assim, difícil.

Voltando à importância de relaxar para recuperar o ímpeto e a paz interior, devemos entender que, nesse mundo lotado, esse é o caminho mais fácil para você restabelecer o equilíbrio entre o corpo e a mente.


Buda exortava seus discípulos a tomar como objeto de meditação o próprio corpo e a própria mente. Um objeto, muito utilizado, por exemplo, é a sensação associada à inspiração e à expiração, durante o curso de meditação. Sentar-se, em silêncio, de maneira confortável, prestando atenção ao respirar, leva ao desenvolvimento da clareza e da calma. Neste estado mental é possível discernir mais claramente as tensões, expectativas, humores habituais e desfazê-los com o exercício de uma delicada investigação do que lhe aflige.




Buda ensinou que é possível sustentar a meditação durante as atividades cotidianas e não somente, quando estiver sentado, imóvel num lugar confortável, como de costume.
Buda ressaltava que a ‘atenção mental permanente’ mesmo com o movimento do corpo e sensações físicas, se exprime em uma atenção serena. Uma atenção sem paixão, não vinculada a alguma experiência física ou mental. Buda chamou essa sensação de esvaziamento de emoções de ‘Nirvana’ - uma condição de paz e felicidade independente das circunstâncias.

Assim vemos a importância da Meditação, um instrumento que aumenta a felicidade e a paz de quem consegue praticá-la. Comece aos poucos, e devagar vá encontrando um espaço diário para descansar seu corpo e mente.

-0-0-


Sobre o Nirvana:
Segundo a Escola Budista mahayana, o ‘nirvana’ consiste na total anulação, ou não ser alcançável, também em vida, e portanto,  definível em senso positivo, como o estado perfeito de paz, beatitude e verdade, o que somente os iluminados experimentam.
Porém, Segundo a Escola Budista hinayana, o nirvana foge a qualquer definição, não se pode descrever com palavras, porque coincide com a cessação da vida individual e com a passagem para uma dimensão “outra”.
Para os leigos é difícil entender uma cultura milenar, para isso, aconselho procurar a ajuda de uma boa academia de Ioga.

Tim-Tim!

Neo Cirne

Colunista de UBAV

Imagens e fotos: ilustrativas

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger