sexta-feira, 19 de agosto de 2016

QUAL É A COR DA SUA MEDALHA? - - O Comentário semanal de Neo Cirne

QUAL É A COR DA SUA MEDALHA?




Essa madrugada, para minha imensa satisfação, pude assistir a conquista de mais uma medalha de ouro para o Brasil, dessa vez ela chegou no peito dos meninos do voleibol de praia Bruno e Alison após conquistar uma vitória maiúscula de 2 sets a zero sobre uma valorosa dupla italiana. Para os incrédulos no desempenho de nossos atletas a vitória foi a constatação que a olimpíada do Rio de Janeiro foi a melhor da delegação brasileira, em todos os tempos. Detalhe, ainda temos chance de conquistar mais algumas medalhas.

Após o jogo de vôlei, ainda emocionado com a vitória, me perguntei: Qual seria a cor da medalha de cada um de nós? Qual seria a cor da medalha da organização da olimpíada Rio 2016? Qual seria a cor da mentira de atletas americanos, que alcoolizados denegriram o nosso país declarando publicamente aos grandes jornais do mundo que haviam sido ‘assaltados’ no Rio de Janeiro? Por outro lado, saindo da esfera olímpica, fui mais longe e pensei: Qual seria a cor de um partido político que abriga corruptos e malfeitores em seu quadro? Qual seria a cor da guerra na Síria? Qual seria a cor da discriminação racial? E mais: Qual seria a cor da transparência eleitoral e da Lei da Ficha Limpa? Respostas que não posso dar, pois são muitas as alternativas e gostos, há quem goste de um item ruim e por ele acene bandeiras, outros não. 


Não basta dizer que a cor é ouro, prata ou bronze, pois muitos, por terem como preferência a cor da mentira, da covardia, da corrupção, da injustiça e da desfaçatez, certamente, não seriam capazes de subirem ao pódio.

Não há mais lugar no Brasil para esses itens ruins, o povo brasileiro está ávido por mudanças que beneficiem a todos e não a interesses pessoais ou corporativos de uma bandeira qualquer. A bandeira que saudamos é a Brasileira. Bandeira de um país belo, alegre e gentil, ela deve ser respeitada, assim como o hino nacional. 
Não há mais espaço para mentiras e nem para mal intencionados, que buscam nas inverdades denegrir o nosso país ou a conquistar o poder aliciando a miséria. Quem vota, aprecia ou bate palma para político 'ficha suja' também não merece classificação que os condecore ao pódio.


Agora, no campo pessoal, faça uma reflexão mais profunda, a mais verdadeira possível e responda só pra você, após analisar a trajetória de sua vida: Você se consideraria um medalhista na Vida? Estaria apto a subir ao pódio? Seus exemplos os classificariam como aptos? Qual a cor da sua medalha?

Não importa se após a sua análise você não se considerou capaz, assim como eu, de subir ao pódio, se não senti o prazer de ‘medalhar’ ainda tenho tempo para mudar e buscar meu índice, assim como você. Na realidade, não importa a cor da medalha de sua vida, importa, somente, a sua participação e a capacidade de entender que temos a necessidade de respeitar todos os concorrentes, pois somos mais de sete bilhões de participantes na maratona da vida. No fundo, todos possuem a mesma intenção, de chegar ao fim do percurso com a satisfação de poder ter feito o bem e ter sido sincero com seus ideais.


Finalizo minha mensagem avisando aos oportunistas do voto, aos atletas mal intencionados e aos pessimistas de plantão: “Mais respeito com o nosso país, pois somos filhos de um país cansado de ser explorado e mal afamado na imprensa internacional pelas trapalhadas políticas”.

Vivemos atualmente uma era de esperança, de reconstrução nacional e de justiça. Isso merece nos levar ao pódio e alcançar a linda medalha de ouro, tão desejada por todos os cidadãos brasileiros.


Parabéns Brasil, pela melhor participação olímpica de todos os tempos e pela elaboração da mais bonita festa olímpica já realizada.

Tim-Tim!

Um Brinde aos Atletas Olímpicos!



Neo Cirne
COLUNISTA DE UBAV-BRASIL