segunda-feira, 15 de agosto de 2016

A PRIMEIRA MENSAGEM - Não precisamos de muito para ser feliz - Por Neo Cirne

 Os dias para serem especiais não precisam ser espetaculares nos possibilitando viver um grande amor, ganhar na loteria, conquistar o impossível, curar-se de uma dor ou fazer uma viagem internacional. Os dias especiais acontecem naturalmente, esteja você até recolhido em seu lar "saudadeando" suas melhores lembranças, como eu. 

 O dia de ontem, Dia dos Pais, para mim, foi um dia assim. Não vi a cara da rua, como dizia minha mãe quando me colocava de castigo por qualquer 'arte infantil' que eu fazia, dizia ela: - Neo, hoje, por ter quebrado o jarro, você vai ficar no seu quarto e não verá a 'cara da rua'. Ela sabia que eu adorava brincar com os coleguinhas e era uma forma de mostrar a sua autoridade maternal. Eu entendia o momento e me recolhia ao meu quarto, pegava uma revistinha para ler ou um lápis e um papel e ficava horas brincando. Mamãe, minutos depois da punição, ia me observar pela fresta da janela e via que eu estava tranquilo. Com o seu coração generoso me liberava do castigo, mas mesmo assim, eu continuava brincando, feliz. Quando saia do quarto, pedia-lhe desculpa pelo acontecido e ia brincar com os amigos. 

 
Aos seis anos soltando pipa de papel


Recorri à lembrança da minha infância para demonstrar que mesmo quieto e trancado no quarto eu me sentia feliz. Evidentemente que a liberdade de correr pela vila era a melhor opção, mas o grande segredo da vida é você estar bem com você mesmo, em qualquer lugar. Assim, se estiver 'zangado com o mundo', você pode até estar vivendo um grande amor, quem sabe viajando para um lugar que deseje muito conhecer ou ter acabado de ganhar na loteria que você não estará plenamente feliz. É necessário perceber a felicidade, pois ela mora nos detalhes do dia a dia. 


 Gostaria muito, imensamente, de ter visto algumas pessoas que amo nesse fim de semana. Ter sentido o abraço das minhas filhas queridas seria maravilhoso, mas não foi possível. Pois uma mora no céu e a outra no Rio de Janeiro. Mesmo assim, o meu dia dos pais foi especial, pois recebi muitos SMS e ligações telefônicas de amigos inesquecíveis. Recebi o carinho de minha filha por telefone, só isso acalmou meu coração. 

 A friagem sulista deu uma trégua e me permitiu um descanso dominical sem ter de ligar o 'aquecedor elétrico', observei que eu estava feliz. A família e os amigos deram um toque especial ao meu momento de solidão, tal qual a revistinha que levava pro quarto quando minha mãe me 'prendia' no quarto por uma arte qualquer. 

 Ontem eu não podia ficar triste, nem que quisesse, pois eu estava destinado a agradecer a Deus (nosso Pai Celestial) e ao meu Pai Terreno, pela vida, pela proteção e pelos ensinamentos colhidos com carinho. Lembrei-me, com imensa saudade, das minhas filhas Luciana (e família) e Ana Lúcia - filha que cumpriu sua jornada terrena e está ao lado do 'Senhor'. 



 Toquei até o meu violão e pensei no grande amor de minha vida, que também partiu e transformou-se numa estrelinha, com certeza ela está feliz. Lembrei dos meus amigos queridos, aqueles que marcaram a minha vida com suas presenças. Como é bom ter amigos verdadeiros!

 Finalmente, pensei no meu país, meu Brasil adorado, que mesmo tendo seus problemas consegue ter um povo alegre e esperançoso. Pude ver o quanto sou feliz! Mesmo aparentemente sozinho, sinto-me muito bem acompanhado, pleno de amor e de boas lembranças. Realmente, o ponto alto do meu 'dia dos pais' foi ouvir a voz de minha filha Luciana falando de seu amor e de observar no Facebook as publicações que fez com fotos tiradas em nossos momentos especiais. 

 Tudo isso me fez observar do quanto eu sou feliz com pouca coisa material, o que se leva dessa vida são os momentos positivos que vivemos e o bem que edificamos. O resto, nada é nosso. Não somos donos de nada. Somos apenas locatários de um tempo que podemos transformar em numa estada prazerosa ou angustiante. Por opção, resolvi transformar em prazer o hábito de colher amigos no jardim da vida, de fazer o bem e guardar com carinho o meu amor num lugar bem seguro, no meu coração.


Uma boa semana pra vocês e boas lembranças!


Tim-Tim!


Notícias Olímpicas


Fiquei feliz ao ver que o Brasil está melhorando nas Olimpíadas 'Rio 2016'. Tivemos um grande dia, conquistamos mais duas medalhas: Diego Hypólito (30) PRATA e Arthur Nory (22) BRONZE, ambos na ginástica. Continuamos avançando em algumas categorias esportivas como o futebol feminino e masculino, box masculino, vôlei de Praia e de Quadra, canoagem, maratona aquática e mais alguns. Boa sorte a todos!


Diego Hypólito, nosso ginasta, teve uma história de grande superação para conquistar sua medalha olímpica e ao ser entrevistado deu o seu recado: - Não desistam nunca dos seus sonhos. Ele foi o primeiro atleta, dos seis medalhistas, que não é militar. Arthur Nory foi medalha de bronze e é um medalhista promissor. Ele é sargento da Aeronáutica. 

Para mim, em especial, ontem foi um dia muito feliz. Ele foi iluminado pela alegria contagiante dos nossos atletas da ginástica e por observar a excelência dos Centros de Formação Desportiva das Forças Armadas. Parabéns! 

Vamos em frente, buscando novas medalhas e novas conquistas para o nosso Brasil.


Tim-Tim!

Neo Cirne
Colunista de UBAV