segunda-feira, 13 de junho de 2016

FUTEBOL, O ÓPIO DO POVO... - - Comentário de segunda-feira de Neo Cirne

Futebol, o ópio do povo...

- Comentário de Neo Cirne -


Domingo, como todos sabem, é o primeiro dia da semana e sempre nós o guardamos para refletir um pouco sobre a espiritualidade, principalmente, para aprender as lições que a grande Energia Cósmica que chamamos de Deus, criador do universo, com racionalidade, condiciona a vida às atitudes de preservação ambiental, respeito, zelo e amor com nossos semelhantes para que possamos simplesmente viver.

A vida sempre foi uma lição difícil de ser aprendida, mas parece que estamos andando pra trás ou estamos vivendo um período denso de falta de autoridade. Algumas autoridades, de todos os níveis e poderes, não sabem dissociar o bem do mal, o lógico do ilógico, o certo do errado e deixam-se levar por uma onda corrupta que joga ao chão todo respeito de uma nação. A credibilidade em homens que deveriam ser probos, honestos e de moral ilibada vai pelo ralo, quando apenas um de seus pares transgride, corrompe, rouba, escraviza, engana ou usa as pessoas por motivo torpe.

As origens de tantas qualidades ruins são: o dinheiro, a ganância e o uso indevido do poder. Esses péssimos atributos não são coisas pontuais da atualidade, desse ou daquele país. Infelizmente, este comportamento é uma tendência mundial, e existe desde que os homens apareceram na Terra. Temos aqui, lá e acolá uma luta natural pelo poder. 


INTRODUÇÃO

Desde o tempo das cavernas o homem usa a força para impor os seus desejos e manter o poder. Poucos governantes, ao longo de toda existência, tiveram sabedoria para pensar favoravelmente à evolução da sociedade, na liberdade com respeito às opiniões contrárias de seus Egos dominantes, estes não lhes permitiam pensar racionalmente. 
Muitas guerras foram inevitáveis e milhões de vidas se perderam, citarei como exemplo entre as grandes batalhas de todos os tempos, tais como: A dominação do Império Romano, A Guerra dos 100 anos, entre a França e a Inglaterra, as Cruzadas, as Guerras Mundiais (I e II) no século passado e tantas outras.

Evidentemente que logo pensamos que não podemos fazer nada contra essa série de atitudes nefastas que tanto prejudicam a humanidade, talvez pela dimensão dos interesses que fogem ao controle da ONU - Organização das Nações Unidas e dos limites impostos aos cidadãos comuns.

No Brasil e no mundo, o caos só Interessa aos grupos políticos que necessitam subverter a ordem e eliminar a paz social. Serve para ‘negociarem’ os interesses empresariais em concorrências públicas para gerar propinas ou benesses. Interessa aos governantes inescrupulosos, insensíveis e ditadores, que não respeitam o povo. E, naturalmente, interessa também à imprensa, porque gera notícia e lucro.


É, meus amigos, assim caminha a humanidade. Tropeçando nos erros dos governantes nós seguimos esperançosos em dias melhores. Mesmo sabendo que é muito difícil alcançar a paz entre as pessoas eu prefiro a paz. Prefiro acreditar que existe um Deus verdadeiro, soberano. Uma energia cósmica formadora de tudo o que vimos e que somos em nossas vidas. Somos todos partículas de Deus, por isso dizem que fomos criados à sua imagem e semelhança. Desde a criação do universo que todos elementos químicos são iguais, daí a semelhança.


O PRIMEIRO DIA DA SEMANA
O primeiro dia da semana foi um dia muito triste, daqueles para serem esquecidos e aprendidos. Uma notícia invadiu todos os telejornais de domingo:

“Mais de cinquenta pessoas foram covardemente assassinadas por um islâmico louco, que irracionalmente não respeitava a diferença de comportamento entre as pessoas. Este fato ocorreu numa boate gay, na cidade de Orlando, na Flórida”.

Ficamos profundamente consternados com tanta violência inútil, com tantas perdas de vidas preciosas. A humanidade precisa ser mais tolerante com os diferentes, a comunidade homo afetiva existe em todos os países, os países de origem islâmica punem os gays até com a morte, como se amar os iguais fosse um crime mortal. Santa ignorância. Tudo isso é lamentável! 

Eu também lamento a excessiva propaganda gay, que tem aumentado demais nos jornais, revistas, meios de comunicação. O sexo não deve ser motivo de chacota, nem de divisão entre as pessoas e nem de inferiorização de ninguém. O respeito deve ser o limite entre os diferentes... Somos todos humanos! 

Evidentemente, que eu não sou obrigado a gostar dessa ou daquela tendência sexual. Nasci homem e estou feliz com a minha opção, mas existem aqueles que não estão felizes e que desejam encontrar o prazer com pessoas que gostem dos iguais para conviverem. Isso é normal e existe desde a antiguidade, eu como cidadão aceito que haja esta opção para que encontrem a felicidade, porém acho agressiva e despropositada essas ‘Paradas Gays’ que não servem pra coisa nenhuma, a não ser para fazer propaganda do movimento dos diferentes de forma despropositada.  

Não quero pensar que somos diferentes, prefiro pensar que somos todos humanos e que o amor é permitido a todos. A ‘Parada Gay’, no fundo, é uma forma de agressão à sociedade com atitudes obscenas em público. Como espetáculo, é um pequeno carnaval multicolorido, um momento de festa da comunidade LGBT. Aplaude quem quer, mas eu, pessoalmente, acho um passo atrás. A aceitação das pessoas mais inflexíveis e radicais com os diferentes, não diminuirá com essa agressão ao comportamento de uma sociedade. Sei que o tema é dual, tem gente que aplaude e tem gente que vaia, o que não é o nosso caso! 
Existem pessoas brilhantes em nosso planeta e não é será o sexo que os diferenciará, grandes expressões da ciência e das artes eram assumidamente gays e isto não os fez menores. O imperador Alexandre, o grande, era gay e apaixonado por seu parceiro, mas isso não o fez mais ou menos implacável aos seus adversários.

Cada caso é um caso. Agora, homem fazendo trejeitos femininos, com voz empostada e rebolando pela rua mexe com qualquer pai de família se estiver acompanhado das crianças pequenas. Acho que deve haver a compreensão desse limite, para ambas as partes. Existe uma tradição familiar, ela deve ser respeitada. Assim, viveremos mais felizes e em paz.



MUDANDO DE ASSUNTO



Não posso deixar de encerrar esse comentário de segunda-feira, parabenizando a valorosa seleção brasileira de futebol pela brilhante campanha em solo americano na Copa América Centenário. Ela jogou muito, mas foi eliminada num grupo fortíssimo que contava com o Equador, Haiti, Peru e Brasil.

Agora, sem brincadeira! Acredito que o nosso país está política e esportivamente na contramão da história. Meu Deus! Nunca vi um treinador tão incompetente quanto esse tal de Dunga. Ele no passado não passou de um jogador de meio de campo de boa qualidade, como técnico de futebol, nunca teve nenhuma conquista, não tem nenhum tique ou cacoete de treinador de futebol. Queria saber: Ha quem interessa a presença de um homem como ele à frente da seleção brasileira? Quem está lucrando com sua presença? 
Desse jeito, faremos outro fiasco nas Olimpíadas, já que nossos atletas estarão sobre a batuta de suas ordens. O povo já não prestigia mais essa seleção ridícula e levará muitos anos para se motivar.

Ontem, sinceramente, me deu pena de ver aquele pobre time brasileiro, jovens perdidos em campo e ainda levando um merecido ‘gol de mão’... Jogadores incapazes de honrar a camisa brasileira, um manto sagrado pentacampeão que ficou valendo menos do que pano de chão, depois dos 7 x 1 contra a Alemanha, na última Copa do Mundo e depois da eliminação da Copa América Centenário pela fraquíssima seleção peruana.

Vamos lançar mais um pedido de impeachment, precisamos de assinaturas. Pior é que todos os nomes começam com a letra D, a mesma do Diabo... Já conseguimos botar pra fora o Delcídio, a Dilma e agora, só falta o Dunga... Credo em cruz! Virgem Maria! Sai fora! Coisa ruim!


Por favor, assine. Antigamente, para se resguardarem dos desmandos do governo, os políticos adoravam dizer: O futebol é o novo ópio do povo!... Eles faziam as trapalhadas deles, mas a seleção vencia. Agora, nenhuma coisa e nem outra. 

Assim, ninguém aguenta! 

* Em tempo: Esta matéria foi escrita dia 13/06 e no dia 14/06, logo após a seleção retornar ao Brasil, toda comissão técnica (inclusive o Dunga) foi destituída do cargo. Deus ouviu as preces de quem gosta de um bom futebol. 






Boa semana!

Tim-Tim!

Neo Cirne
Colunista de UBAV


Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger