sábado, 4 de junho de 2016

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO - - Por Neo Cirne

- A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO -


Qualquer país, que não seja governado por opressores, tem sede de educação. A educação é formadora de uma sociedade justa e consciente. Ela transmite a paz, a esperança e a cidadania.
(Neo Cirne)


Falar de educação em um país oprimido, aos olhos do opressor, é o mesmo que falar de revolução e armas, pois ela forma uma cultura racional que se antagoniza ao governo. O ditador dá esmolas ao povo e faz propaganda populista de suas ações. Já um bom governante proporciona acesso à educação, que, com certeza, terá resultado mais imediato na formação de uma cultura e servirá de substrato para uma evolução social permanente.

Lembro-me de alguns países que, após viver um momento de caos em sua trajetória reergueram-se das cinzas, tal qual a Fênix, e conseguiram um patamar que os colocou como um exemplo de unidade, avanço tecnológico e de aprimoramento cultural. Poderia dar alguns exemplos de países assim, mas focarei em apenas um, o Japão.


Após sair da segunda guerra mundial totalmente arrasado, tendo perdido milhões de vidas, com uma dívida de guerra imensa e com a marca inesquecível de duas bombas atômicas em seu solo, o Japão reergueu-se e, há anos, é exemplo uma cultura sólida e motivo de orgulho dos seus filhos. Sua evolução só foi possível porque o povo japonês é trabalhador e determinado. O governo, mesmo com muita dificuldade, investiu em educação e formação de mão de obra, conseguindo elevar o conceito econômico da nação de uma das piores economias do mundo no pós-guerra para uma das maiores potências econômicas, sendo 3° LUGAR em MAIOR ECONOMIA DO MUNDO em PIB NOMINAL e 4° MAIOR IMPORTADOR E EXPORTADOR DO MUNDO. Ele é um país insular, composto por 6852 ilhas, pequeno em dimensão total, mas possuidor de uma grande população trabalhadora. Em sua capital, Tokio residem mais de 30 milhões de pessoas.

O regime japonês é monárquico e possui um parlamento que é votado por seu povo. O Japão é membro do Conselho Permanente da ONU. Seus habitantes possuem um padrão de vida muito alto (10° lugar em IDH) e a maior longevidade do mundo. Possui uma força de segurança voltada exclusivamente para a manutenção da paz.

Citei o Japão, para enfatizar que a educação e a cultura não se faz em poucos anos.   O Japão é um país milenar. A educação é fruto da formação do povo, da manutenção da ordem e do progresso. É fruto também, da capacidade de seu povo estudar, dedicar-se, respeitar as autoridades, as leis e as tradições. No Japão o analfabetismo foi banido do país e a educação é uma das mais sérias do mundo. O voto é um direito daqueles que estudam e alcançam o grau mínimo de educação escolar, é portanto, direito de quem estuda. Os políticos precisam ter um passado limpo para serem eleitos e decidirem as questões fundamentais do governo.


Sinceramente, eu gostaria imensamente que um dia, nosso país alcançasse um patamar educacional parecido com o Japão, mas para isso será necessário repensar a política brasileira. Tratá-la como um filho pequeno, recém-nascido, que precisa de apoio e compreensão. A contaminação da ignorância em postos importantes na política põe o país andando para traz, em marcha-a-ré, tal qual um caranguejo. No meio de tanta desordem o melhor será fazermos a nossa parte, ajudar o novo governo, torcer para que toda sociedade faça, igualmente, a sua parte e que a Justiça sobreviva. 

O resgate da esperança no futuro passa, fundamentalmente, pelo resgate da credibilidade, pela competência das instituições, pela seriedade nas eleições, pela honestidade das autoridades e pela força de trabalho de um povo. A educação é o caminho natural para a recuperação do prestígio, da força de trabalho e da confiança nacional e internacional. Conceitos político-filosóficos obsoletos, na Democracia, geram confusão e atrasam ou anulam a evolução de um país. 


Albert Einstein, físico alemão, (*1879 +1955), era um grande pensador, tendo deixado frases profundas que falavam de educação. E fecho esse comentário com uma de suas frases, que julgo importantíssima para os dias atuais:

“A mais profunda busca humana é esforçar-se pela moralidade em nossa ação. Nosso equilíbrio interno, inclusive da existência, depende disso. Somente a moralidade com ações pode dar beleza e dignidade à vida. Fazer disso uma força viva e trazê-la para a consciência é, talvez, a tarefa principal da educação.”

-------/-------

Um lindo fim de semana pra você, querido leitor. Lembre-se que, ‘A Vida é uma canção de Louvor e Alerta, é como uma planta que necessita atenção ou uma criança que necessita cuidados para desenvolverem-se e darem bons frutos'. 
'O caminho para o verdadeiro crescimento passa por uma boa educação, por isso ela é tão importante em nossas vidas’.

Tim-Tim!


Texto: Neo Cirne

Colunista de UBAV-Brasil