sexta-feira, 22 de abril de 2016

FALANDO DE AMOR (XXI) - - A IMPORTÂNCIA DO AMOR - - Texto: Neo Cirne

A IMPORTÂNCIA DO AMOR

- Texto de Neo Cirne -


O sentimento mais especial da Vida é o amor, ele acende nossas emoções para o dia que nasce. Ele nos reconforta na medida em que percebemos sua presença rondando a nossa volta. O amor enche o nosso coração de esperança e vontade de viver. Viver sem amor é muito ruim, sem ele a vida perde em graça e beleza.

Tantos poetas, pessoas comuns e pensadores já falaram de sua emoção maior. Tantas palavras falaram profundamente de amor, tantas atitudes bonitas foram realizadas em nome do amor. Com amor tudo pulsa de maneira diferente, os gestos eternizam-se. 

A emoção do amor não é um risco em forma de coração feito na areia do mar a espera da primeira onda. Ao contrário, o amor é o traço brilhante de um grande mestre em pintura, que apaixonado desliza com delicadeza o pincel sobre a tela nua e transforma a tela numa obra maravilhosa. A durabilidade de sua obra dependerá da intensidade da paixão que agregou à obra. 

Tanta gente boa deu exemplos perenes do que é o amor colocado em seus trabalhos. Músicos, compositores, cineastas, líderes sociais como Mahatma Gandhi, Martin Luther King Jr. e tantos outros. Muitos dirão: "Genial!"... "Este é um ser iluminado!" ... Sim, estava iluminado pelo amor que dedicava a sua obra. Amor, nossa principal essência.


A vida sem amor não tem significado algum. Uma união sem amor está fadada ao insucesso. Na atualidade, por falta de um amor verdadeiro, é muito comum nos sentirmos desestimulados e meio perdidos. 

  Precisamos reencontrar nossa capacidade de amar as pessoas, a natureza e o mundo. Vemos que a infelicidade e o desânimo tornaram-se coisas comuns, democráticas em sua distribuição, pois muito poucos escapam deles. Tanto para os mais experientes quanto os mais jovens, é comum sentir a perda da empolgação nos detalhes recheados de desamor do cotidiano e da rotina.

Por medo de amar, as pessoas refugiam-se em seus espaços, saem pouco, escondem-se atrás de seus celulares, computadores ou tablets. Mandam mensagens mais curtas, simplificadas, falam de acontecimentos imediatos, fatos políticos, notícias de primeira necessidade (recheadas de 'emotions sem graça') e, assim, o Amor vai ficando de lado. E como o Amor é a chama que acende a vida, seu pavio vai se acabando, minguando, diminuindo sua intensidade, força e luz, até quase apagar. 

Porém, percebam que no fundo de nosso coração, há uma memória do amor, um resíduo sobrevivente e eterno. Ele não morre nunca e ainda é capaz de renascer das cinzas, como Fênix (pássaro lendário da mitologia grega que morria e depois de um tempo renascia de sua própria cinza). O Amor é uma sensação incrível, por isso, às vezes, mesmo desprezado, eu amo tanto.

Assim é o amor, quando é eterno não morre nunca, mesmo tendo seu lume enfraquecido e capaz de atravessar o tempo... Infindável tempo. O Amor é uma centelha divina que ilumina nossa caminhada durante a existência.
    

Quando o amor se esvai, percebemos que a Vida perde o sentido. Tem gente que não acredita mais em desejo, nem em prazer de viver a vida e muito menos no amor, tão necessário: são ateus do amor. Não acreditam mais no amor e vivem paralisadas ao sabor das possibilidades imediatas. 


Conheço pessoas que eram positivas, animadas, alegres e que, por qualquer motivo, tornaram-se chatas, desanimadas e tristes. Normalmente, há um forte motivo por traz dessa modificação de personalidade, como a perda de um ente querido, da saúde, de um bom emprego ou de um grande amor.

Só para vocês terem uma ideia, aqui em UBAV-BRASIL, no tempo em que possuíamos o Grupo de Oração, postamos duas matérias parecidas, mas com destinação diferente. A primeira chama-se ‘Oração para Conquistar um Grande Amor’ (com 10.000 visualizações) e, a segunda, ‘Oração para Esquecer um Grande Amor’ (com 130 mil visualizações - recorde do site). Viram a diferença? É, parece que o Amor perdeu o espaço nos dias atuais e não há mais interesse em encontrar um grande amor, a maioria reza para esquecer. 

Os dias de hoje não dão mais espaço para o romantismo. O romântico é visto como 'careta', 'ultrapassado' em virtude de conceitos impostos pela mídia. Precisamos ser mais fortes que a mídia, que as novas tendências sociais que nos afastam do Amor. Faça um gesto de carinho e atenção com quem você gosta. Abrace seus pais, seus filhos ou seu namorado, talvez eles se assustem, pois, atualmente até o carinho é coisa incomum. 


Um ‘Grande Amor’ e o ‘Prazer de Viver’ não são mercadorias baratas que se encontram em qualquer lugar, é necessário que haja paixão, este é o preço. Tanto para desejo de Amar, quanto para o de Viver.

Amor e Vida, elementos que sempre foram essenciais à minha concepção de vida. O que eu sofri por causa de amor talvez muito poucos tenham sofrido, mesmo assim continuo amando. Um amor que talvez seja impossível acontecer, quem sabe esta seja minha sina, viver sozinho... Quem sabe? Mas, sonhar não custa nada e agrega esperança à vida. Assim eu sonharei até o fim dos meus dias, com um mundo mais amoroso e menos temeroso em amar.  

Quanto ao amor essencial, vejo-o perfeitamente descrito nas palavras da Epístola do Apóstolo Paulo, em Coríntios I, cap.13, onde ele escreve um verdadeiro Poema ao Amor para qualificar a maior das emoções.




‘Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tivesse Amor, nada disso me aproveitaria. 

O Amor é paciente, é benigno; o Amor não é invejoso, não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo tolera, tudo crê, tudo espera e tudo suporta. O Amor nunca falha. 

Havendo profecias, serão aniquiladas; havendo, línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; mas o maior destes é o Amor’.




Com muito Amor no coração, neste lindo mês de Abril, desejo um dia feliz pra vocês. Afinal, quem pode querer ser feliz se não for por amor, como dizia o grande compositor mineiro João Bosco na música 'Papel Marchê".








Tim-Tim!



Neo Cirne
Colunista de UBAV-BRASIL