sexta-feira, 4 de março de 2016

DE CORPO & ALMA - - Texto: Neo Cirne - - (ESPIRITUALIDADE)

DE CORPO & ALMA

- Neo Cirne - 


Muitas vezes observamos a repetição de alguns fatos negativos no transcurso de nossas vidas e não nos damos conta de que, apesar de todo nosso empenho, eles se repetem e o resultado permanece o mesmo. Tal qual um disco de vinil arranhado que toca na vitrola. Aqueles que tiveram a oportunidade de ouvir um bom disco sabem bem do que estou falando. O arranhão danifica o disco fazendo com que a música fique voltando a um determinado ponto, a agulha que toca o disco é sensível aos esbarros e arranhões na superfície do disco.

Podemos comparar o disco, que toca e a intimidade que possui com a agulha sensível, ao corpo e a alma humana. Onde o corpo seria o disco e a agulha a nossa alma, a responsável por buscar o caminho correto dos sulcos gravados na mídia e reproduzi-los. O conjunto ‘corpo & alma’ deve funcionar perfeitamente para que consigamos êxito nas coisas desejadas. A alma faz com que a música de nossas vidas toque, emocionando-nos.

Não deu certo, por quê? Tentamos encontrar respostas. Por que o que tanto sonhamos é tão difícil de alcançar? Por que não atingimos sempre um resultado desejado? Talvez a resposta esteja na afirmação de que somos seres de ações limitadas e que esbarram sempre nos velhos exemplos, antigas receitas e nos contextos sociais que conduzem a resultados nem sempre desejados. Talvez acumulemos “arranhões ou imperfeições”, tal qual o disco. A solução talvez necessite ousar um pouco mais, aventurar-se, romper barreiras, acreditar profundamente na vitória do bem sobre o mal. A nossa alma é livre o corpo não. O corpo é muito mais limitado que a alma. O corpo padece, envelhece e morre, a alma é eterna. Ela é a parte experiente e de grande saber no conjunto ‘corpo & alma’.

Os antigos costumavam dizer que o coração simbolizava a força e a ligação com o melhor de nós. Ele nos ligava à amorosidade e ao plano de Deus, o caminho imortal. Era simbolicamente a localização do que possuíamos de mais puro. Nossa fonte de luz, capaz de perceber os caminhos certos e o momento exato para nos lançarmos na busca do que tanto desejamos. 


Hoje sabemos que toda esta percepção está contida em nosso cérebro, representado pela glândula pineal, ponto de nosso ‘Chakra Coronário’, o mais alto dos sete chakras que possuímos e que nos liga à espiritualidade.
   
Então, enquanto a cabeça racionaliza, a alma sente, percebe e conduz. A razão segue as conveniências do mundo. A alma busca aquilo que é e fornece ao corpo insights maravilhosos. A alma aperfeiçoa-se e evolui com as nossas atitudes positivas. Fazendo o BEM nutrimos a nossa alma e ampliamos a percepção da vida. Nossos desejos são mais bem recebidos no plano etéreo.

Quando a alma é clara e luminosa um pedido feito pelo seu detentor é quase uma ordem. Basta você pensar, falar ou sonhar que o universo passa a conspirar a seu favor. Diferente do gênio da história de ‘Aladim e a lâmpada mágica’, da coleção de ‘Histórias das 1001 Noites’, onde o gênio ofertava a Aladim apenas possibilidade de alcançar três desejos, a vida de quem trata bem a sua alma, fazendo-a evoluir, proporciona-o alcançar infinitos desejos. 


Que bom seria se todos nós pudéssemos andar de mãos dadas pela vida, semeando boas atitudes que sirvam de exemplo para as futuras gerações na continuidade da vida. 

Pratique o bem, fale o bem, oriente as crianças com amor e com bondade. Além de acumular pontos no plano celestial a sua alma agradecerá e reconhecerá em você um grande vencedor. 


Tim-Tim!


Neo Cirne
Fundador e colunista de UBAV-Brasil