segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Câncer da pele - - A melhor proteção ainda é a conscientização - - (SAÚDE)

Câncer da pele
A melhor proteção ainda é a conscientização


O câncer é, de maneira geral, o mal grande mal que assombra a humanidade. Ele, por muitas vezes, aparece do nada, sem que haja nenhuma causa aparente que possa indicar sua origem. Com o câncer de pele é diferente, sua origem está associada à exposição demasiada aos raios solares. A conscientização de que não devemos nos expor tanto ao sol é a melhor proteção.

Mas o que é o câncer de pele?  Segundo o site www.minhavida.com.br/sáude , o câncer de pele é o tipo de tumor mais incidente na população - cerca de 25% dos cânceres do corpo humano. Ele é definido pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. O dermatologista está na linha de frente na prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento do problema.

Eles podem ser divididos em câncer de pele não melanoma e câncer de pele melanoma. Dentre os cânceres NÃO melanoma, há o carcinoma basocelular (CBC) que é o mais frequente e menos agressivo e o carcinoma espinocelular ou epidermoide (CEC), mais agressivo e de crescimento mais rápido. Já o melanoma cutâneo, mais perigoso dos tumores de pele, tem a capacidade de invadir qualquer órgão e se espalhar pelo corpo. O melanoma cutâneo tem incidência inferior aos outros tipos de câncer de pele, mas sua incidência está aumentando no mundo inteiro.

Saiba como se prevenir do câncer de pele:

A incidência dos raios ultravioletas está cada vez mais forte em todo planeta, principalmente pela diminuição da camada de ozônio, que é uma grande barreira protetora do globo terrestre. Por isso, é necessário redobrar os cuidados para se proteger dos males que os raios solares causam à pele. Pessoas de pele clara, com sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros são as mais afetadas. Porém, o histórico familiar da doença também conta, assim como o excesso da exposição ao sol, incapacidade para se bronzear e pintas pelo corpo.

Saiba que o bronzeamento artificial não é legal

Em 2009, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) publicou uma resolução que proíbe a prática de bronzeamento artificial por motivações estéticas. Isso fez do Brasil o pioneiro nesse tipo de ação. A partir daí, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou as câmaras do procedimento de bronzeamento artificial como agentes cancerígenos, no mesmo nível do sol e do cigarro. Antes dos 35 anos, a prática aumenta em 75% a chance de desenvolver o câncer de pele e ainda pode causar outras doenças.



DICAS DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA 
PARA PROTEÇÃO AOS RAIOS ULTRAVIOLETAS (UV)

- Use chapéu, camiseta ou protetor solar
- Evite exposição solar entre 10 e 16 horas.
- Barracas de praia de algodão ou lona são as ideais para praia e piscina, pois absorvem 50% da radiação ultravioleta.
- Passe diariamente filtro solar 30 (no mínimo) que proteja contra a radiação UVA e UVB.
- Reaplique o protetor a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. No dia a dia, passe uma boa quantidade pela manhã ou antes de sair para o almoço.
- Sempre observe a sua pele à procura de pintas ou manchas suspeitas.
- Consulte um dermatologista, pelo menos, uma vez por ano.
- Mantenha crianças e bebês protegidos do sol. Protetores solares podem ser usados a partir de seis meses de idade.


A exposição solar pode trazer um belo bronzeamento, ou uma série de preocupações.

A exposição excessiva e desprotegida aos raios UV pode acarretar sérios problemas como vimos acima, já que a radiação possui um efeito cumulativo e penetra profundamente na pele. Dentre os problemas destacamos pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas. Além de tumores malignos, a exposição solar em excesso também pode causar tumores benignos, que não atacam o organismo de forma agressiva.



Contra a radiação só mesmo muita proteção.


O protetor solar de qualidade ainda é o produto mais eficaz contra o câncer de pele, envelhecimento precoce e queimadura solar. O produto deve ter a capacidade de absorver os raios UVA e UVB, ser resistente à água, não irritar a pele e não manchar a roupa. O Fator de proteção (FPS) varia de 2 a 50. Quanto mais a pele for clara, maior deve ser o FPS.

Observação Importante:
Para maiores informações sobre doenças de pele, dicas saudáveis e guia de médicos associados, acesse www.sbd.org.br - Este é o site as Sociedade Brasileira de Dermatologia.

fontes:  
Sociedade Brasileira de Dermatologia
site: www. minhavida.com.br 
fotos ilustrativas da web


COMENTÁRIO DE UBAV
Este é mais um serviço de utilidade pública de UBAV-Brasil, ainda teremos muito tempo para curtir o verão e todo mundo adora uma praia, trilhas ou uma caminhada no campo tendo o sol como companhia, mas atenção previna-se, com o sol não se brinca. A prevenção ainda é o melhor caminho para evitar o câncer de pele.

Tim-Tim!

Neo Cirne

Comentarista e Colunista de UBAV

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger