quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

QUEM AMA NÃO ADOECE - - Dr Marco Aurélio Dias da Silva

Diferentemente dos animais, nós dispomos de uma forma de expressar o que vai na nossa alma: as palavras. É óbvio que, sendo a emoção um fenômeno com importante componente corporal, as palavras por si só não bastam para comunicá-las. E certamente são auxiliares valiosos. Mas, infelizmente, somos condicionados, desde cedo, a não falar sobre o que sentimos, principalmente se esse sentimento for percebido como algo que nos inferioriza. 


Tudo pode estar minado por dentro, mas deve-se fazer todo o esforço do mundo para se exibir uma fachada de normalidade. Confessar medos e fraquezas é visto como perigoso para o prestígio pessoal e pode parecer um sinal de insegurança. Paradoxalmente, são justamente as pessoas mais seguras e confiantes que têm menor receio de confessar seus temores e falhas.

Uma das mais antigas descobertas da humanidade indica que o ato de confessar o que sentimos é bom para o corpo e para a alma. A tristeza compartilhada e a dor revelada diminuem as tensões geradas pela angústia e pelas perdas. Mas a importância e o benefício de falar sobre os sentimentos não se restringe apenas à dor. 

É necessário também externar e compartilhar as coisas boas. Enfim, a questão é que a repressão das emoções - e de sua expressão verbal - não pode ser seletiva; deve-se "pôr para fora" todos os sentimentos; falar o que realmente se sente, reagir, sentir e externar afeto ou mágoa.

Se a emoção não se libera, agarra-se aos órgãos perturbando seu funcionamento. O desgosto que se pode exprimir por gemidos e lágrimas é rapidamente esquecido; já o sofrimento mudo remói incessantemente o coração e termina por abatê-lo. 

texto do Dr. Marco Aurélio Dias da Silva no livro "Quem ama não adoece"





Tim-Tim!

PALAVRAS ILUMINADAS - (Quinta - 05/02) - A Mensagem Positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap



Bom Dia!

 “Na dúvida, escolha o silêncio. Ele não incomoda e ainda preserva a sua imagem.”

Mesmo não sendo diretamente visualizado todos os dias, o sol brilha. Sem nenhum barulho. Em silêncio, sua luz dá vida, revela e alegra. Os melhores espetáculos são da natureza. Escutar o silêncio da obra da criação é algo excepcional. O ser humano sente saudades do silêncio. Ninguém consegue plenitude se não experimentar a força e a ‘luz’ do silêncio. Em tempos de incontáveis ruídos, reservar um tempo para o silêncio é mais do que recomendável. Ouvir o que o silêncio tem a dizer serve de alento para refazer as buscas e confirmar o caminho. Escolher aquietar-se e tomar distância das palavras não é isolamento, mas uma atitude que engrandece e fortalece, clareando os objetivos, percebendo outros sinais.

Os próximos tempos vão necessitar de pessoas mais silenciosas e com audição mais aguçada. Quem tem facilidade de ouvir, além de evitar desencontros, privilegia o crescimento interior. Interessante como as dúvidas são sanadas quando o silêncio se ocupa em perpassar a situação, nos detalhes de cada fato, na complexidade dos acontecimentos.

Exercitar o silêncio é alcançar à vida a possibilidade de não ser superficial. Quanto mais preparado para silenciar, mais próximo da realização. Parece haver uma parceria entre o silêncio e a sabedoria. Uma pessoa sábia é contida nas palavras e chega ser exagerada na capacidade de escutar. A multiplicação de palavras nunca favoreceu a serenidade. O silêncio é remédio, é porção de paz que brota do coração.


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!



Frei Jaime Bettega é o pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMCap

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger