domingo, 4 de outubro de 2015

"NEO DAY"... HAPPY END... Uma Mensagem para um Novo Dia Feliz - - Neo Cirne

“HAPPY END”

- Por Neo Cirne -


A Vida é cheia de alternativas para alcançar a felicidade e acalmar nosso sistema nervoso, tão agitado pelo estresse do dia a dia. Tem horas que a nossa mente ‘grita’, clamando por um descanso. Deseja a quebra da rotina extenuante ou simplesmente um momento de feliz contemplação da Natureza. 



Há poucos dias tivemos dois fenômenos maravilhosos para contemplar, o eclipse lunar do dia 27/09 (Lua Vermelha) e a magnífica “Grande Lua”. A simples visão deste momento já nos fez refletir a magnitude da Obra de Deus na Criação do Universo. 

Existem algumas alternativas que nos fazem ficar felizes e vivermos grandes emoções, como, por exemplo: A Música e O Cinema, poderia ter citado o Amor, mas tenho falado muito dele, ainda ontem, no 'Falando de Amor (XIX)'. Sou um eterno apaixonado pela Vida. O Amor é o campeão de todos os sentimentos, ele faz com que sejamos todos campeões.


Desde o início dos tempos que a música ocupa um papel preponderante na cultura dos povos. Cada indivíduo, por mais rude que seja, possui uma canção que lhe encanta e acalma. Após as grandes vitórias os guerreiros cantavam sua alegria e os povos perdedores cantavam tristes canções em louvor a seus heróis. Todos os povos têm seus hinos - que representam seu grande sentimento nativista - e cantam com orgulho nas datas cívicas e competições desportivas.  Um povo forte e civilizado tem que respeitar seus valores fundamentais e o Hino Nacional é um deles. 


Tocar um instrumento como o violão ou ouvir uma canção romântica acalma o nosso coração. Alguns momentos tornam-se inesquecíveis ao som de um violão, sinto muita saudade do meu, que deixei no Rio de Janeiro, ele me fazia lembrar um momento de grande felicidade. As músicas recordam um grande amor ou o princípio de um relacionamento feliz. Quase todos os casais têm uma música que marcou o início da relação. 



As canções de ninar nos arremetem à infância e a doce lembrança dos filhos, quando bebês. A criançada canta e brinca de roda, dando os primeiros passos de uma socialização saudável. A música dita o tom da nossa personalidade. Os românticos buscarão músicas e ritmos calmos e dançantes, como a eterna Bossa Nova que encantou gerações e encanta novos adeptos ou músicas do cancioneiro americano, francês ou italiano. Alguns ritmos importados são gostosos de serem dançados e reforçam a alegria dos mais jovens. Há música para todos os gostos, aproveitem!



Ver a apresentação da banda norueguesa ‘a-ha’, no Rock in Rio, mostrou a juventude de um grupo que foi formado em 1982 e que possui mais de 33 anos de estrada, alegrando muitas vidas com suas belas canções. Seus ritmos básicos Pop Rock e New Wave encantaram a todos os presentes, mesmo debaixo de forte chuva o povo cantou alegre os grandes hits da ótima banda. Um momento mágico. 

O Rock in Rio, não é somente uma festa do Rock, é um grande passeio musical através de diversos gêneros musicais. Foi mais um momento, onde a música encantou aos quase 100000 presentes e muitos milhões de pessoas em todo o planeta. A música faz parte da existência humana, necessitamos dela. Um povo calado é um povo sem vida e triste.



Pra finalizar este Neo Day de outubro falarei um pouco da 7ª Arte, o Cinema. Vez por outra somos surpreendidos com a qualidade de alguns filmes. Sua história, enredo, direção, interpretação artística, fotografia e canções, que, por muitas vezes, marcam nossas vidas. Na minha infância me emocionei com uma história simples, mas que foi um grande sucesso de bilheteria, “Marcelino Pão e Vinho (1958)”, foi o primeiro filme que assisti. Depois, me encantei com os desenhos animados que passavam no cinema, perto de minha casa.


Recordo o “Festival Tom and Jerry”, uma sequência de desenhos da MGM, onde o gato Tom, sempre levava a pior com a esperteza do ratinho Jerry. Normalmente, o Festival era apresentado uma vez por mês, sempre aos domingos, nos cinemas da "Rede Metro" e fazia a alegria da criançada nos anos 60.



Poucos anos depois, uma sequência espetacular de filmes mostrou a pujança do cinema, destaco o filme “Noviça Rebelde” (1965), um filme que tratava dos gêneros comédia-musical, família e drama. Ele contava a história de um grande amor entre uma noviça, interpretado por July Andrews e um capitão do exército austríaco interpretado por Christopher Plummer. 

A história falava de um militar, viúvo, que não dava conta da educação de seus sete filhos, e, por isso, contratou a noviça para ajudar na educação das crianças. Ela só conseguiu êxito após ensinar-lhes a cantar. Através da música ela conseguiu encantar toda família, inclusive o capitão. Eles conseguiram uma chance de fugir do nazismo alemão que invadira a Áustria, após a apresentação num Festival de Música. Foi um filme emocionante, que já começa bonito, com a câmera correndo e se aproximando da noviça que cantava, "Sounds of Music". Agora, postaremos pra vocês, a sequência musical do filme "Overture & Preludium". Um filme que marcou não só a minha vida, mas a vida de muita gente, talvez a de vocês. Nas locadoras ele ainda é um dos mais procurados. No YouTube você assisti o filme todo e de graça.



Durante muitos anos, os grandes filmes foram se sucedendo, cada um com uma emoção diferente e maravilhosa. A partir dos anos 90 os filmes começaram a receber a grande influência dos ‘efeitos especiais’, mas isto não tirou a carga emocional que a sétima arte possui. Os filmes nacionais melhoraram muito em qualidade e hoje em dia vemos produções simples, feitas com bom gosto e acrescentando a emoção necessária para prender a nossa atenção do início ao fim. 



CURTA & LONGA 

(Nacional)


CURTA


Quero destacar o curta-metragem “Querida Alice”, um filme de apenas 24 minutos, mas de extrema qualidade. Premiado no Festival de Cinema de Santa Catarina. Ótimo filme! Será uma raridade você encontrar, mas vale a pena procurar. Vou ficar devendo a ficha técnica, mas posso passar uma sinopse de um filme que mexe com o nosso pensamento... A locação é bela e a fotografia é de qualidade... Quem será Alice?
Sinopse
O dia está apenas começando para Nícolas, que corre eufórico até a casinha construída no playground todo seu. Mas, logo ao entrar, o garoto tem uma surpresa! Como se aquela manhã perdesse todo o sentido, ele volta a correr, desta vez para avisar seu pai de que há algo errado com Alice. 


~~0~~

LONGA

Vi também, há duas semanas, “Que horas ela volta?”,  um filme nacional, estrelado por Regina Casé, que prendeu a minha atenção totalmente. 

Ele mostra o amor e a capacidade de superação de uma doméstica no relacionamento com os patrões e com a própria vida, cheia de detalhes. 

O filme, dirigido por Anna Muylaert, é muito bom, Mesmo sem muita qualidade fotográfica e de locação, encantou pelo grande desempenho tragicômico de Regina Casé e de todo elenco, ao qual parabenizo. Um filme bem gostoso e reflexivo, que aconselho a todos. Os filmes são assim, sempre agregam uma emoção nova em nossas vidas. Este deverá ser premiado.

Quantas vezes eu saí sorrindo do cinema e em outras nem consegui me levantar da poltrona enquanto meu pranto não secasse, de tão emocionado que ficava.


Assim é a emoção do cinema, da música e da contemplação da vida.


Será sempre emocionante acompanhar a intensidade dos grandes musicais, dos lançamentos cinematográficos ou simplesmente contemplar a natureza. Eu desejarei sempre, para todos vocês, uma música alegre, uma vida plena de bons momentos e um filme que não seja encerrado somente com a palavra FIM, mas com o sabor eterno de uma mensagem de Final Feliz... Um lindo Happy End, pois, todos nós merecemos ser felizes.



Tim-Tim!



Autor: Neo Cirne
Colunista de UBAV-Brasil