terça-feira, 15 de setembro de 2015

NO TREM DA VIDA SOMOS TODOS PASSAGEIROS - - Por Neo Cirne

Do nascimento até a morte nós viajamos por nossas emoções, atitudes e pensamentos, com eles construímos o futuro. Viver é uma arte que poucos sabem apreciar, mas todos esperam viver muito tempo, como se a longevidade fosse o objetivo único do viver, e não é. Viver é muito mais que isso, é entregar-se profundamente na grande obra de Deus, é respirar o ar puro da vida e fazer valer cada minuto passado nesta grande viagem. Viver é levar na bagagem, grandes doses de esperança, de verdade, de entrega, de solidariedade, de contemplação, de bondade e amor, pois, a cada instante a vida nos cobra alternativas corretas para vencermos etapas e sermos mais felizes.

Sei que uma grande parte da humanidade não se importa com a qualidade de sua existência, vivem por viver. Não se importam se as suas missões são construtivas ou não. Quando nascemos, mesmo em família muito pobre, somos dotados da força divina que impulsionará nosso destino. Quando nenéns, somos todos iguais, nascemos nus e chorando de alegria por chegarmos a este mundo. Este é um momento pleno de amor, onde a vida encontra o ar puro que todos nós respiramos e se sublima em sua essência divina. O choro do neném talvez seja de receio, por ter saído do casulo confortável que o abrigou por nove meses e que agora eclode como um ser vivo, capaz de ter no tempo um aliado, um instrutor que lhe mostrará muitos caminhos. Evidente que dependemos da orientação de nossos pais e responsáveis para nos tornarmos pessoas de bem, almejando um futuro melhor. Só que agora, depois de nascidos, passamos a ocupar um assento no trem da vida, ganhamos uma identidade e um baú de virtudes que moldará a nossa personalidade,

Nascer em berço esplêndido, de luxo e riqueza não indicará um futuro próspero, bonito e feliz. Já vi tanta gente rica infeliz, incapaz de se relacionar por ter medo de perder sua riqueza e poder. Também não foram capazes de ajudar ninguém. Às vezes, não ajudam nem seus filhos, com bons exemplos. Fecham-se em si mesmos, isolam-se. Acham-se soberanos, pequenos deuses, querem tudo da vida, mas não oferecem nada em troca, muito pelo contrário. Esquecem-se que são passageiros neste mundo, o fato de viajarem no vagão da 1ª Classe, não fará ninguém melhor. Terão o mesmo destino dos mais simples dos mortais.

Enquanto isto, é mais fácil você ver pessoas que nada têm, partilhando o alimento e o seu tempo com quem necessita. Estes são os verdadeiros solidários. Mesmo que no 'Trem da Vida' frequentem o vagão da 2ª Classe, por questões econômicas, isso não os fará piores do que os mais ricos. As nossas atitudes serão o grande diferencial aos Olhos de Deus. Por isso, em Mateus 19:24, está escrito que...


É muito mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus.  

Mesmo assim, todos desejam ficar ricos, consumir sem restrições e ostentar poder entre as pessoas. Porém, a riqueza não os fará melhor que ninguém e sim as nossas atitudes nos tornarão melhores, conforme o desejo de Deus

Reflitam um pouquinho e pensem, será que vale a pena transgredir e pecar em nome de auferir dividendos, prejudicando nossos irmãos? Evidente que não, porque no trem da vida somos todos passageiros, Tudo passa e quando o destino final chegar seremos lembrados por nossa atuação.

Numa estação qualquer saltaremos do Trem da Vida, outros continuarão um pouco mais, mas creiam, todos descerão. Pessoas boas serão lembradas com carinho e saudade. Outros, por suas atitudes más e egoístas, descerão da viagem e nem serão notados... Viver é sentir-se útil ao mundo!


Faça o Bem... Semeie o Bem... 
Seja lembrado pelos viajantes do 'Maravilhoso Trem da Vida'! 



Tim-Tim!

Neo Cirne
Colunista de UBAV-Brasil