sábado, 25 de julho de 2015

PARA TER SUCESSO NA VIDA - Conselhos úteis para o nosso crescimento - De Neo Cirne

“Para ter sucesso na vida”


Outro dia, ouvindo meu coração e reflexionando a vida, observei a necessidade de possuirmos algumas virtudes que definirão o crescimento e o sucesso tão desejado por todos ao longo da vida. Como atingir o sucesso? 
A "chave do sucesso" está nas mãos de quem possui qualidades fundamentais para atingir um patamar onde possa ter a condição de observar e julgar a sua evolução de maneira geral, ou seja, em todos os planos. Não evoluímos somente do plano material, mas também, no plano espiritual. Determinação, respeito e dignidade são as palavras chaves para atingir nossas metas na trajetória terrestre.

DOGMAS 
As pessoas espiritualizadas creem em reencarnação, isto é, na volta do nosso espírito à condição de possuir novamente um corpo, uma família, reaprender a lição terrena para alcançar o devido crescimento espiritual, a necessária evolução para completar o seu estágio terreno. Este é um tema polêmico, eu sei. Pois, muitas outras religiões ou crenças não pensam necessariamente assim. Quase todas têm seus dogmas e preceitos. Por exemplo, na Religião Católica, existem os Preceitos da Lei de Deus. Na conceituação católica os “Dez Mandamentos” são fundamentais à manutenção de uma vida equilibrada e feliz.

Hoje eu ousei falar de atitudes que podem transformar as pessoas e o mundo se forem seguidas por você e por muitas pessoas. O exemplo sempre motiva outros. Podemos aprimorar o nosso comportamento mudando internamente e alcançar o sucesso desejado. Sem perceber, pelo nosso exemplo, motivaremos outras pessoas a serem mais felizes.

 Ultimamente, muitos amigos tem se queixado que o mundo anda triste e as pessoas parecem ter perdido a esperança em dias melhores. Precisamos reverter esta situação chata, promovendo uma grande mudança, que começará por quem está mais perto de você neste instante: VocêSim, você mesmo, que anda meio desanimado com a vida atual e não sabe como voltar a ser feliz como era antigamente. Este “antigamente” é uma variável de acordo com o tempo, com a sua idade. Por exemplo, para quem têm 15 anos falar de fatos que aconteceram quando tinha 5 anos de idade, portanto há 10 anos, pode ser considerado como um fato muito antigo. Já para uma pessoa de 60 anos um fato que ocorreu há 10 anos é um fato relativamente recente. O fato é que, seja em qualquer faixa etária que nós estivermos, poderemos sempre ouvir bons conselhos. Eles podem ter a capacidade de transformar as nossas vidas, facilitando a conquista do sucesso.


Assim sendo, peço, humildemente, licença para deixar alguns conselhos importantes aos mais moços. Conselhos que também servem para pessoas de qualquer idade.
São atitudes simples, que usamos diariamente, mas que raramente aplicamos com a intensidade necessária para conquistar um crescimento completo, material e espiritual.

Crescer biologicamente, todos crescem. Mas, para ter um bom caráter, bom crescimento intelectual e ser uma pessoa bem sucedida é necessário seguir um padrão de ideias baseadas em algumas atitudes positivas e muito simples. Destacarei somente algumas dicas para uma vida melhor, leiam com atenção:


DICAS AOS JOVENS E AOS ADULTOS

- Amem sempre os seus pais.
- Respeitem as pessoas, principalmente as mais idosas.
- Pratiquem o bem. Aprendam a ser solidários.
- Sejam amigos leais. Uma boa amizade é um tesouro valioso.
- Preserve o planeta, ele é o nosso lar terreno.
- Não desperdice água, ela é uma riqueza escassa e não renovável.
- Cuidem dos seus corpos e de suas mentes.
- Acreditem sempre nas possibilidades. Pensem positivamente.
- Evitem desistir de seus sonhos. 
- Leiam bastante. Estudem e aprimorem-se.
- Não transformem suas vidas numa “coisa sem sentido”.
- Não se deixem dominar pela tecnologia moderna, usem-na com moderação.
- Reserve um tempo para você.
- Seja alegre e gentil. Trate as pessoas como gostaria de ser tratado.
- Namore as pessoas que tenham algo a acrescentar em suas vidas. Elas ajudarão no seu aprimoramento.
- Evite dizer “Eu te amo” sem estar amando de verdade.
- Não cometa excessos. Não use drogas, elas anulam sua vida.
- Nas horas de prazer, agradeçam a Deus pela vida.
- Na hora de dor, pensem que Deus está ao seu lado, protegendo-os.
- Ore diariamente, ela é uma excelente comunicação com Deus. ELE ouvirá suas preces sempre que seu sentimento for puro e verdadeiro.


Posso acrescentar mais alguns toques importantes, vamos ver:

- Ouça música boa, de qualidade.
- Evite barulho, mantenha-se calmo.
- Evite notícias ruins e destrutivas.
- Cuidado com as más companhias.
- Não se exponha nas redes sociais. Todos nós somos controlados e vigiados, às vezes por pessoas de má índole.
- Poucos torcerão por sua felicidade. Seja feliz em silêncio. O mundo está cheio de invejosos.
- Trace objetivos crescentes, todos focados no seu objetivo maior.
- Lembre-se que a vida simples é mais saudável que a vida sofisticada.
- Seja otimista e bem-humorado. Ninguém gosta de pessoas pessimistas e mal-humoradas.


Pra finalizar, deixo a seguinte pergunta:

“VOCÊ QUER VIVER MUITO, SAUDAVELMENTE, 
ALEGRE E SE SENTINDO BEM SUCEDIDO?”

VEJA QUAL DAS ATITUDES ACIMA ESTÁ FALTANDO EM SUA VIDA, 
BUSQUE ALCANÇÁ-LA E TENHA UMA VIDA PLENA DE FELICIDADE.

Por estar vivo você já é um vencedor. Agora a missão do aprimoramento é sua tarefa de cada dia. Tenha certeza que você se sentindo melhor e feliz, o mundo acompanhará o seu sentimento e será feliz também. Viva em harmonia, transmita a paz e semeie o bem, assim o seu sucesso estará garantido. Não se esqueça de brindar a vida! 


Tim-Tim!


Texto de:


Neo Cirne
Colunista e Fundador
de

UBAV-BRASIL

quarta-feira, 22 de julho de 2015

"NEO DAY" - ACREDITE NA SUA INTUIÇÃO - Comentário de Neo Cirne.



- Neo-Day... Mensagem para um novo dia.-

ACREDITE NA SUA INTUIÇÃO -

Muitas vezes tomamos iniciativas ou decisões que não fazem lógica alguma dentro do momento que estamos vivendo. Parecem não ter uma explicação lógica. Às vezes, até contrariam o senso comum, mas que no final da conta fazem todo sentido. Quantas vezes tomamos decisões sem saber o por quê. A maioria das vezes acertamos na escolha. Parece que temos dentro de nós uma capacidade a mais. Um dom meio desconhecido ao qual batizamos de intuição. Será que podemos ter intuições confiáveis?

Desde os primórdios de sua existência, que o ser humano questiona o fato de possuir a capacidade de tomar decisões sem ter nenhum apoio em teses explicativas, agindo no impulso. Parece que "algo" dentro de nós chama a nossa atenção e indica o caminho certo. Estes fatos não são constantes, vez por outra tomamos decisões erradas. Talvez, exista uma lógica nesta ação. Vamos ver: se uma pessoa costuma agir sempre no impulso, não podemos qualificar suas ações como intuições e sim, fruto de suas decisões pessoais. Acertar ou errar fazem parte do jogo da vida. Mas existe uma pergunta que não quer calar: " Será que existe algo de sobrenatural na capacidade humana de intuir ou trata-se de um fenômeno que a ciência aceita e explica?


A palavra intuição deriva do Latim intueri, que significa 'ver por dentro', perceber o que está oculto para os outros. Falamos de mais um sentido que possuímos, uns classificam-no como o Sexto Sentido.

Sentidos são atributos da natureza que permitem o ser humano conectar-se ao mundo que o rodeia. Os cinco sentidos clássicos são: a visão, a audição, o olfato, o paladar e o tato. Eles nos permitem observar os detalhes do mundo e a nossa capacidade de interagir com ele. Diferente dos sentidos clássicos, a intuição não possui nenhum órgão periférico. Ela usa diretamente o cérebro, nossa "central de processamento".

A intuição, então, seria mais um sentido colocado à nossa disposição, pois a sua finalidade é exatamente a mesma dos demais: melhorar nossa relação com o mundo e facilitar a vida. A maior parte das informações que temos sobre o cérebro foram descobertas nos últimos 40 anos, sendo a neuro ciência um capítulo da biologia humana que mais avança na atualidade e, a respeito da intuição, ela nos diz algumas coisas. Por exemplo, para que a intuição ocorra, pelo menos duas condições são necessárias: a existência de um registro inconsciente derivado de experiências anteriores e um cérebro relaxado. Dizem que os grandes mestres de Ioga conseguem trabalhar bem o seu corpo, alguns relaxam o cérebro levando-o à uma frequência baixíssima e em outras experiências conseguem até parar o coração por alguns minutos.


Sem Misticismo

Não existe nada místico em acreditar na nossa capacidade intuitiva, o respeito de pessoas célebres pelo que chamamos de intuição sempre aguçou a nossa curiosidade. O filósofo Platão, por exemplo, distinguia quatro formas de conhecimento: a crença, a opinião, o raciocínio e a intuição. Considerava menores a crença e a opinião, pois dizia que ambas faziam parte da ilusão e da aparência. Já o raciocínio, segundo o filósofo, é importante para treinar o pensamento, deixá-lo preparado para atingir a intuição e, dessa maneira, acessar o mundo das ideias, ou a essência que constrói a realidade.

Quantas vezes exercemos a nossa intuição e muitas vezes de forma natural, despercebida. Mas devemos observar mais as nossas atitudes e as respostas do nosso corpo aos fatos e situações expostas pelo mundo. Leia mais, observe mais, não contamine a sua mente com tragédias ou notícias ruins. Viva plenamente. Saboreie a vida como um delicioso sorvete de casquinha e saiba que o melhor do sorvete está no final da casquinha. Portanto, saboreie a vida totalmente, até a ponta da casquinha.



Durante o prazer de viver você terá muitas intuições, saiba que elas possuem um certo grau de verdade e razão. Na hora das decisões siga o seu coração, que lhe dará prazer e emoção. Mas, siga a sua razão, ela lhe trará paz. A razão mora no cérebro, mesmo local em que reside a INTUIÇÃO.

Aproveite a Vida e construa um Novo Dia Feliz!

Tim-Tim!



Neo Cirne
Colunista de UBAV-Brasil



terça-feira, 21 de julho de 2015

A EMOÇÃO DE SER UBAVIANO... UM AMIGO SOLIDÁRIO - Por Neo Cirne

Olá amigos, estamos retornando à linda cidade de Florianópolis. Foram dias intensos ao lado da família. Ontem, dia do nono aniversário de UBAV, o grupo carioca lembrou a data ofertando ao projeto um delicioso bolo de aniversário. Estiveram presentes amigos importantes como a Sheila RJ, a Vera RJ, a Leonor RJ, a Mila PR e a querida representante carioca Suely Werneck, que dias antes do evento tive a oportunidade de visitar.

Os olhinhos dos ubavianos nos momentos das ações sociais ou das confraternizações têm um brilho especial. Ele comprova o prazer de ser solidário. 


A coordenação de UBAV-BRASIL agradece todas as mensagens carinhosas recebidas, a saber: Mário Marcelo SC, Malú MG, Eva BA, Lucarol RJ, Play RJ, Ondazul PE, Louzimar José RJ, MASA CE, Felipe RN e tantos outros. Muito obrigado!

Amigos, vivemos um momento difícil, a baixa frequência nas votações do 9º Concurso tem demonstrado um certo desinteresse nesta promoção. O concurso não foi criado como um atrativo a mais do site, ele é o princípio desta obra e até por uma questão de carinho com o projeto, imaginávamos mais de 300 participantes, há anos atrás tínhamos mais do que esta projeção e era feito por e-mail. No entanto, a frequência tem oscilado entre 55 e 75 participantes. Nós estabelecemos um limite crítico de 50 participantes. Desta vez, na sexta votação, chegamos ao último dia com apenas 36 votantes e isto com o prazo estendido. Assim, dependendo do número de votantes que alcançarmos o concurso poderá ser cancelado definitivamente.

Peço aos amigos que apoiem esta promoção que significa muito para UBAV-BRASIL, lembrem-se que esta é a mínima parte que vocês podem fazer para ajudar. E, com toda certeza, sabemos que vocês podem realizar muito mais.

Tim-Tim!

Neo Cirne
Fundador e Coordenador 
de UBAV-BRASIL
  

segunda-feira, 20 de julho de 2015

“Nono aniversário de UBAV-BRASIL” - Comentário do Fundador de UBAV-BRASIL - Neo Cirne


“Nono aniversário de UBAV-BRASIL”


Hoje, dia 20 de Julho, queremos abraçar nossos leitores, amigos, voluntários, representantes e todos os solidários que ao longo dos nove anos de existência de Um Brinde À Vida – UBAV - demonstraram a virtude de serem solidários.

Sinto-me lisonjeado de terem acreditado em nossa proposta de amor-solidário. Durante este período pude conhecer pessoas maravilhosas, compartilhando carinho e sorrisos com tantas pessoas necessitadas que se encontram abrigadas em instituições assistenciais (acredito que tenham sido beneficiadas mais de 40 mil pessoas). Pude constatar de perto as suas capacidades de realizarem ações solidárias diversas, todas com seus significados especiais. Foi lindo poder conviver com vocês esses nove anos.

Na minha caminhada diária em UBAV reuni grupos de amigos, realizamos mais de 120 ações sociais, compus um lindo hino para o projeto, criei símbolos importantes, distribuí quase 5.000 camisetas do projeto, escrevi centenas de matérias e bolei diversas colunas. Era um trabalho diário e mesmo em fase de manutenção do site eu continuava escrevendo. Era um doce compromisso. 

Deixei de lado meus projetos pessoais e continuei empreendendo diversas formas de estímulos para aumentar a frequência do site. No tempo em que operava por e-mail, eu bolei jornais eletrônicos e diversas formas de apresentação. Naquela época, éramos quase 400 participantes ativos.

Depois, com a chegada do site de UBAV, eu acreditava que o número de pessoas motivadas se multiplicaria numa amplitude geométrica, mas não aconteceu. Quantas palavras de estímulo eu ouvi neste período, foi muito bom. Atualmente, tentamos estimular os amigos a participar do tradicional Concurso de Frases. Porém, o fascínio das pessoas pelo Facebook e pelas novas ferramentas da web, como ‘whatsApp’ tem feito com que muitos sites sejam esquecidos e não haveria como não acontecer com o nosso site também. Mesmo assim, continuamos firmes na estrada da esperança em dias melhores.

Assim, tendo em vista a dura realidade da concorrência com as redes sociais, quero informar que ficarei à frente deste projeto por mais um ano, até ele completar 10 anos de existência. Informo que esta atitude prende-se ao fato de não ter condições físicas de estar presente em todos os lugares onde se realizam as ações sociais, o que a maior parte dos amigos deseja. 

A este projeto já dediquei a minha vida, acho que posso continuar sendo solidário sem ter que me desgastar mais, a idade já não me permite sonhos muito distantes. Por isso, está chegando a hora de sair de cena e deixar o palco para outro solidário representar o seu papel.

Importante: O concurso 2015, caso não alcance o número mínimo de 50 pessoas, em qualquer etapa de votação, será cancelado. Por isso, peço aos amigos de UBAV que divulguem o concurso de frases, vamos arranjar mais participantes. Falem aos seus amigos da nossa seriedade de propósitos e diga-lhes, que em nove anos de existência, nunca tivemos um caso de violação de dados pessoais e nem, tão pouco, de deixar de cumprir com os compromissos assumidos.

A retidão, a solidariedade e a amizade são nossos princípios fundamentais. Continuem com a gente e nos ajudem na manutenção desta obra de amor-solidário. Avoquem a responsabilidade por administrar um pequeno grupo em suas cidades e vamos juntos divulgar o amor e o bem, pois pra divulgar a maldade, a mídia está cheia de opções.

Vamos brindar a vida... Se não brindarmos à vida, que é o nosso maior patrimônio, brindaremos a quê? A desgraça, à morte ou ao infortúnio? 
Não, aqui não! Esta não é a intenção de UBAV. Aqui pregamos o amor e o respeito às pessoas e assim faremos por mais um ano, depois seguirei de maneira solitária, como Dom Quixote, que na obra de Miguel Cervantes lutava contra os moinhos-de-vento. Fiz a minha parte de maneira coletiva, mostrei os caminhos solidários. Agora é com vocês, das suas atitudes surgirão as boas possibilidades de construção de um futuro melhor.

Encerro este comentário deixando um abraço a todos os meus amigos nesta data tão importante que simboliza o Dia do Amigo e o Dia de Um Brinde à Vida. Não estamos saindo do ar, simplesmente deixando claro que eu, Neo Cirne, só seguirei à frente desta obra por mais um ano. Depois passarei o bastão para quem quiser seguir comandando esta obra. Durante tantos anos acostumei-me com a presença diária de todos vocês, sei que sentirei falta.

Parabéns UBAV-BRASIL!

Felicidades a todos!

Tim-Tim!


Neo Cirne
Fundador, coordenador

e colunista de UBAV-BRASIL

quarta-feira, 1 de julho de 2015

FALANDO DE AMOR (XVI) - O AMOR NÃO É UM PRESENTE INFANTIL - Por Neo Cirne

FALANDO DE AMOR XVI

- O AMOR NÃO É UM PRESENTE INFANTIL -



O amor é um sentimento intimamente ligado à conquista e ao desejo. A embalagem que o envolve tem várias formas de apresentação. Uma delas se apresenta como um lindo presente infantil. Um grande pacote, enrolado em folhas coloridas, com um belo laço de fita. É tudo que a criança deseja. Contudo, este tipo de rótulo amoroso não é bom. Vejamos por quê:

Quando conhecemos uma pessoa que faz o nosso coração bater mais rápido e não é o nosso ‘personal trainer’, exigindo mais intensidade no exercício aplicado, talvez seja uma nova emoção amorosa que está pedindo licença para entrar em seu coração. 

Pode ser que ele chegue de repente e nos arrebate. Este você conhece, é  o tal ‘amor à primeira-vista’. Outros surgem através de uma conquista mais lenta e instalam em nós o desejo de posse. Passamos a desejar muito e exclusivamente aquele contato amoroso. Existem situações em que o desejo de posse é tão grande que temos ciúme tolos, como, por exemplo, ciúme dos pais, dos filhos e do colega de trabalho. Tudo isto é normal no desenvolvimento afetivo, no início todos se sentem inseguros com o novo relacionamento afetivo. 
Sabemos que o amor acontece a partir de várias situações, as mais diversas possíveis e pode fixar-se de maneira incondicional, para sempre. Sim, o 'amor para sempre' também é possível.


Muitos casais são formados a partir do 'amor à primeira vista'. Já, outros casais formam-se a partir de desejos simples, como: ‘quero pegar este gato’ ou ‘vou ficar com esta gata’. E, assim, eles flertam, ficam, namoram, experimentam-se e casam.  Resolveram acreditar no amor e constituir as suas famílias. Até aí, tudo certo!

 O problema não é o receber e dar amor, é a maneira com que tratamos esta doce emoção. Como administrar a emoção amorosa, mantê-la viva e dar-lhe longevidade. Sim, longevidade! Pois, tudo que queremos, ao conquistar um amor, é poder viver um período longo e feliz ao lado da pessoa amada. Aquela pessoa que 'conquistamos' e decidimos caminhar juntinhos, 'gastando o chão' até o fim dos nossos dias... É um presente este amor e temos de preservá-lo.

O “X” da questão é que muitos de nós não sabem apreciar um presente. Talvez seja um hábito, fruto da memória infantil, que abre o presente desejado e logo esquece. Transportar para a sensação amorosa o jeito infantil de curtir um presente não é a melhor maneira de tratar algo tão raro quanto o amor. Ele deve ser curtido e preservado com muito carinho. 

Primeiro, tiramos seu laço de fita e jogamos de lado. Depois rasgamos, afobados, o lindo papel e destruímos a caixa... Finalmente, ali está, diante dos nossos olhos o presente tão desejado. 
Brincamos com ele por dias, semanas, meses ou anos. Tudo vai depender da amplitude do seu desejo. Depois da criança saciar sua vontade de brincar, certamente ficará entediada e deixará o presente de lado.

 O amor do tipo ‘presente infantil’ é muito comum. Eu, sinceramente, não entendo porque dura tão pouco uma emoção como o amor, que era pra existir pra toda a vida. 


Quando duas pessoas se dispõem a unirem-se em matrimônio, carregam dentro de si o desejo da perenidade. O desejo de serem felizes para sempre. À medida que o tempo passa e amadurecemos, estas expectativas tendem a sofrer alterações. E aí? O que podemos fazer quando os objetivos comuns do casal passam a ser diferentes? 
Talvez a resposta esteja condicionada a uma releitura dos objetivos primordiais do casal e tentar reaquece-los. A releitura é uma atitude diferente do D.R. (Discutir a Relação). É reencontrar, sem mágoas, o caminho que uniu o casal e as causas que tornaram seus objetivos diferentes, tentando, em nome do amor, corrigi-las ou adaptá-las a um novo jeito de sonhar o futuro.  Mesmo quando a emoção amorosa se transforma a memória seletiva nos mostra o quanto acreditamos na possibilidade de restaurar os sonhos comuns. Avaliando os bons momentos, o casal acreditará mais e despertará do pesadelo de uma separação. Assim, voltará a caminhar junto, na alegria ou na tristeza, na saúde e na doença e com prazer. 

Para aqueles que acreditam que existe o “love forewer” - amor para sempre -, indicamos, nunca aceitar o amor como um ‘presente infantil’ e nem, tão pouco, como um ‘prêmio de loteria’. Pois, o ‘presente infantil’ certamente será destruído por nós e o ‘prêmio de loteria’ será totalmente gasto e esquecido. Ambos, depois, não existirão nem na memória do casal, caso haja uma separação.


Grande parte do sofrimento humano ocorre por sentir desejo, realizá-lo, e ter um instante de saciedade, que logo se transforma em tédio, e este, por sua vez, acaba interrompido pelo surgimento de um novo desejo. 

Arthur Shopenhauer, grande filósofo alemão do século XIX, achava que essa condição humana era universal: desejar, saciar-se, entediar-se e desejar outra vez... Não parece um presente infantil?
Entendo que nos cabe, como eternos amantes, administrar sem afobação o período do conhecimento enamorado e curti-lo bastante. As brincadeiras, os passeios, os desejos, os projetos comuns, por mais simples que sejam. Para depois, com sabedoria e saudade, superar esta dura etapa da chegada do tédio, que normalmente chega. 

Focando os momentos de carinho, amizade, cumplicidade e amor, usando-os em seu favor. Restauram, mais uma vez, o desejo de ficarem juntinhos, caminhando rumo ao futuro, plenos de amor. 

A criação de valores comuns (amigos, filhos e netos) e os bons momentos vividos manterão a chama do amor acesa por muitos e muitos anos. Talvez, para a nossa felicidade, por toda a vida!


Tim-Tim!


 Neo Cirne
Colunista de UBAV-BRASIL

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger