segunda-feira, 1 de junho de 2015

VIVA O AMOR! - A primeira mensagem do mês de Junho - - Por Neo Cirne


Parece que ficou meio cafona falar de amor. Vivemos num mundo triste e violento. Mundo que vive com medo, angustiado pelo imenso desamor que presencia diariamente nos noticiários. O grande rol de notícias ruins mostra que o maior sentimento do universo, o "Amor", foi ultrapassado pelo interesse das informações que falam da brutalidade das guerras, das atitudes insanas do terrorismo islâmico, da corrupção sem fim e de tantos gestos feios contra a população mundial. E esta situação é global, parece que o mundo perdeu o respeito às leis e aos tratados internacionais. O mundo está ficando feio.  

Uma das maiores preocupações que possuo é a de ver que todos nós estamos envolvidos nesta onda de modernidade, priorizando a tecnologia, deixando de lado o carinho, a atenção, o respeito, a amizade, o amor e o contato pessoal e familiar. Sim, na busca da superficialidade dos contatos atuais passamos horas e horas pendurados nas redes sociais em detrimento do contato familiar e do relacionamento pessoal, que deixou de ser presencial, passou a ser virtual. 

A vida, assim como o amor, não é virtual. Ela nos exige uma atitude que seja próxima. A virtualidade apenas preenche um imenso vazio que carregamos, mas não nos supre de amor pleno e absoluto.  

O tempo é precioso. Somos a única espécie animal que sabe que a vida tem prazo de validade, mas que, assim mesmo, acredita que é eterna. Já estamos mudados com a modernidade, que é boa pelo alcance social, mas é muito ruim quando nos vicia e rouba o nosso precioso tempo em detrimento de tantos valores positivos. Sem querer estamos virando escravos da tecnologia. Ela invade nossos pensamentos e faz com que tomemos atitudes que não desejamos, uma delas é a perda da amorosidade.  

Precisamos semear o amor enchendo o planeta com atitudes positivas e amistosas. O Amor tem que ser pleno, absoluto e muito bem semeado, pois, diferente da própria vida, ele tem a perenidade da Obra de Deus, já que ele é eterno e é o Seu maior ensinamento. 

Somos todos obras de Deus e quando nascemos trazemos conosco o 'amor primordial', essencial à vida. O amor é, sem dúvida alguma, o princípio da nossa existência. Se Deus não tivesse tanto amor por nós não teria realizado esta obra tão linda. Ele caprichou muito em todos os detalhes da existência e no momento em que abrimos mão do amor em favor de tanta coisa abstrata e sem sentido carimbamos a certidão de óbito da esperança, tão necessária à existência da espécie humana. Quanto mais nos afastamos do Amor mais nos afastamos de Deus. Numa linguagem bem atual: Deus é o Cara! Que energia fantástica Ele possui! O Amor é apenas uma das Suas Energias Divinas, não a torne menor. 

Afastar-se do Amor faz mal a saúde, viver sem amor é muito triste. Ame muito, torne este mundo mais feliz. Só existe uma coisa capaz de salvar o mundo de sua caminhada apocalíptica... O Amor. Somente o amor será capaz de dar novo fôlego ao nosso querido e desprezado planeta.

Muitos poderão discordar da minha maneira de ver a vida e detestar os avanços escravizantes da modernidade, mas eu respeito a opinião de vocês por pensarem de forma diferente. Porém, eu tenho certeza de que no fundo de nossos corações possuímos a mesma sensação, a de que está faltando muito amor neste mundo. Vamos juntos, mesmo com nossas opiniões diferentes, semear o mundo com muito carinho, amizade, esperança, solidariedade, otimismo e com muito amor. A vida agradecerá! 



O amor dá a qualidade de vida que tanto desejamos e ele tem de estar presente em todos os corações. Vamos reinventar a vida e a esperança no futuro a partir do amor. O resgate da nossa resiliência amorosa é muito importante para a continuidade da Vida.



Por isso, digo em alto e bom som:

VIVA O AMOR!

Tim-Tim!



Texto de Neo Cirne
Colunista de UBAV

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger