sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

EU FIZ A DIFERENÇA - Uma história de determinação


Era uma vez um escritor que morava numa praia tranquila, junto a uma colônia de pescadores.
  Todas as manhãs, ele passeava à beira-mar para inspirar-se e, à tarde, ficava escrevendo.
  Um dia, caminhando pela praia, viu um vulto que parecia estar dançando. Porém, quando chegou perto, encontrou um jovem pegando as estrelas-do-mar que estavam espalhadas na areia, eram muitas. Foram arremessadas na areia pela forte ressaca do dia anterior. Observou que ele estava jogando-as, uma por uma, de volta ao oceano.

- Por que está fazendo isso? - perguntou o escritor.

- Você  não vê? - disse o jovem. - A maré está baixa e o sol brilhando. Elas secarão no no calor dos raios de sol e irão morrer se ficarem aqui.




- Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas por elas. Você joga umas poucas de volta ao oceano. Que diferença isso faz? A maioria vai perecer de qualquer forma.

O jovem pegou mais uma estrela da areia, jogou-a no mar, olhou para o escritor e disse:

- Para essa, eu fiz a diferença.





 Utilizamos esta pequena história para enfatizar que as carências humanas são imensas. Existem grupos sociais que por fome, miséria absoluta, guerras religiosas ou total abandono, em pleno Século XXI, irão perecer. Algumas entidades internacionais e países abrigam alguns refugiados. Grande parte, porém, sucumbe tentando fugir das zonas de conflito. 

 Diariamente as notícias de embarcações que afundaram com centenas de refugiados nos deixam imensamente tristes. Porém, muitos conseguem superar as adversidades e asilo político, sobrevivendo ao caos.

 Ser solidário é um dom que deve ser exercitado, mesmo que minimamente. Não importa se nossas ações são pequenas. Afinal, não temos qualquer patrocínio. Dispomos apena de boa vontade e amor no coração.

 Este é o princípio de UBAV-BRASIL, mostrar caminhos. Resgatar a esperança é nossa missão primeira. Sabemos que o nosso país vive uma crise imensa, muitos aproveitam-se da brandura do povo para enganá-los com falsas promessas. 

Aqui, em UBAV-BR, nós não esperamos acontecer, NÓS FAZEMOS A DIFERENÇA. Em nove anos de trabalho já estivemos presentes em mais de 130 instituições. Fizemos grandes e pequenas ações solidárias, no Brasil e no Exterior, que contadas nos deixa um saldo de mais de 25 mil pessoas beneficiadas. 

Alguns invejosos de plantão, não tendo o que falar e não tendo capacidade de fazer nada pelo próximo, atiram pedras nas obras sociais que existem por aí e por aqui. Querem ver o mal prevalecer ou se omitem, entregando-se ao imobilismo total. Reclamam somente e nada fazem, são os anunciantes do apocalipse. 

Enquanto isto os ubavianos continuam com "dança solidária" de mostrar caminhos para que todos nós, juntos, atiremos as tristezas e o abandono de muitos no mar. Tal qual o jovem pescador da história acima. Quando os problemas vão embora a vida ressurge.

Todos nós podemos realizar um gesto de amor ao próximo. Que gesto positivo você fez hoje? Pode ser ontem... Não, vejamos... Há uma semana? Um mês? Puxa, quem sabe foi há um ano? Não... Você nunca ajudou ninguém?! Que pena, você podia ter feito a diferença,

Não se envergonhe, os dias de hoje são assim mesmo. Vivemos quase todos isolados. Quem, como eu e muitos outros, adora ajudar e ser solidário é visto como maluco. Pois, acham que é impossível ter amor no coração para ofertar, vivendo num mundo tão pobre em amorosidade. 

 Na vida nós não valemos pelo dinheiro que temos no bolso, mas, sim, pelas qualidades positivas que carregamos no coração, pela doçura do nosso olhar e pela verdade de nossas atitudes.

Assim é um ser ubaviano... Uma pessoa de Bem, que com Deus no coração... Não desiste nunca!



Um lindo dia pra vocês.

Tim-Tim!

Neo Cirne