sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

EU FIZ A DIFERENÇA - Uma história de determinação


Era uma vez um escritor que morava numa praia tranquila, junto a uma colônia de pescadores.
  Todas as manhãs, ele passeava à beira-mar para inspirar-se e, à tarde, ficava escrevendo.
  Um dia, caminhando pela praia, viu um vulto que parecia estar dançando. Porém, quando chegou perto, encontrou um jovem pegando as estrelas-do-mar que estavam espalhadas na areia, eram muitas. Foram arremessadas na areia pela forte ressaca do dia anterior. Observou que ele estava jogando-as, uma por uma, de volta ao oceano.

- Por que está fazendo isso? - perguntou o escritor.

- Você  não vê? - disse o jovem. - A maré está baixa e o sol brilhando. Elas secarão no no calor dos raios de sol e irão morrer se ficarem aqui.




- Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas por elas. Você joga umas poucas de volta ao oceano. Que diferença isso faz? A maioria vai perecer de qualquer forma.

O jovem pegou mais uma estrela da areia, jogou-a no mar, olhou para o escritor e disse:

- Para essa, eu fiz a diferença.





 Utilizamos esta pequena história para enfatizar que as carências humanas são imensas. Existem grupos sociais que por fome, miséria absoluta, guerras religiosas ou total abandono, em pleno Século XXI, irão perecer. Algumas entidades internacionais e países abrigam alguns refugiados. Grande parte, porém, sucumbe tentando fugir das zonas de conflito. 

 Diariamente as notícias de embarcações que afundaram com centenas de refugiados nos deixam imensamente tristes. Porém, muitos conseguem superar as adversidades e asilo político, sobrevivendo ao caos.

 Ser solidário é um dom que deve ser exercitado, mesmo que minimamente. Não importa se nossas ações são pequenas. Afinal, não temos qualquer patrocínio. Dispomos apena de boa vontade e amor no coração.

 Este é o princípio de UBAV-BRASIL, mostrar caminhos. Resgatar a esperança é nossa missão primeira. Sabemos que o nosso país vive uma crise imensa, muitos aproveitam-se da brandura do povo para enganá-los com falsas promessas. 

Aqui, em UBAV-BR, nós não esperamos acontecer, NÓS FAZEMOS A DIFERENÇA. Em nove anos de trabalho já estivemos presentes em mais de 130 instituições. Fizemos grandes e pequenas ações solidárias, no Brasil e no Exterior, que contadas nos deixa um saldo de mais de 25 mil pessoas beneficiadas. 

Alguns invejosos de plantão, não tendo o que falar e não tendo capacidade de fazer nada pelo próximo, atiram pedras nas obras sociais que existem por aí e por aqui. Querem ver o mal prevalecer ou se omitem, entregando-se ao imobilismo total. Reclamam somente e nada fazem, são os anunciantes do apocalipse. 

Enquanto isto os ubavianos continuam com "dança solidária" de mostrar caminhos para que todos nós, juntos, atiremos as tristezas e o abandono de muitos no mar. Tal qual o jovem pescador da história acima. Quando os problemas vão embora a vida ressurge.

Todos nós podemos realizar um gesto de amor ao próximo. Que gesto positivo você fez hoje? Pode ser ontem... Não, vejamos... Há uma semana? Um mês? Puxa, quem sabe foi há um ano? Não... Você nunca ajudou ninguém?! Que pena, você podia ter feito a diferença,

Não se envergonhe, os dias de hoje são assim mesmo. Vivemos quase todos isolados. Quem, como eu e muitos outros, adora ajudar e ser solidário é visto como maluco. Pois, acham que é impossível ter amor no coração para ofertar, vivendo num mundo tão pobre em amorosidade. 

 Na vida nós não valemos pelo dinheiro que temos no bolso, mas, sim, pelas qualidades positivas que carregamos no coração, pela doçura do nosso olhar e pela verdade de nossas atitudes.

Assim é um ser ubaviano... Uma pessoa de Bem, que com Deus no coração... Não desiste nunca!



Um lindo dia pra vocês.

Tim-Tim!

Neo Cirne



"SEXTA CRÔNICA" - ACORDA MENINO! CAI NA REAL... - Por Neo Cirne


Hoje em dia ao acordar e ligar a TV para saber do tempo damos "de cara" com tanta notícia ruim, com tanta corrupção e descaso com as pessoas, que nem dá vontade de ir trabalhar. Eu acordei com o galo cantando, não eram nem seis horas e já tinha tele-jornal no ar. Credo!!!
Levanto-me sempre as 06:30 min, era grande a vontade de voltar pra cama e continuar o meu sonho. Hum, que sonho bom! Eu estava sonhando que morava num lindo país onde todos se respeitavam e adoravam a vida. Coloquei o despertador para dormir mais um pouquinho. Voltei a pegar no sono.

No sonho eu vivia num país onde as leis eram cumpridas. Os idosos e as crianças eram respeitados. Não havia quem não tivesse o seu emprego ou que faltasse atendimento médico, quando estivesse doente. O povo vivia feliz e eu também. As pessoas se cumprimentavam e paravam para ouvir quando, em dúvida, perguntávamos o caminho para chegar à um local qualquer. 

Lá, no mundo dos meus sonhos, as pessoas eram alegres e felizes. Nos estádios de futebol as torcidas não eram adversárias e sim pessoas amigas que se respeitavam mutuamente. Cumprimentando-se, em caso de vitória ou derrota. Não havia vandalismo.

O povo alimentava-se bem, ninguém passava fome. O leite não era criminosamente "batizado" com "água ou aditivos químicos, como soda caustica". Os legumes e frutas não tinham agro-tóxico. A água era pura e existia em abundância. Os juízes não vendiam sentenças e zelavam pela guarda do patrimônio do réu, para que fosse a leilão em perfeitas condições.

Os políticos eram muito honestos no país dos meus sonhos e a câmara dos deputados não tinha mais de 150 homens notáveis e probos. A câmara e o senado economizavam muito e seus aumentos salariais eram reajustados, após avaliação popular, por seus desempenhos políticos. 

Os policiais eram justos e defendiam a sociedade. Nas ruas víamos os policiais andando em dupla, como os antigos "Cosme e Damião", que conheciam a sociedade, eram gentis e eficazes. Os índices de morte por balas-perdidas eram mínimos. Os presídios tinham condições humanas de abrigar a população carcerária. E lugar de vagabundo era na cadeia, afastado do convívio social. O índice de criminalidade era mínimo. Havia segurança em todas as estradas e ruas, a qualquer hora do dia. 

As pessoas viviam próximas mesmo sendo de classes sociais diferentes. Todos tinham seus empregos, eram prósperos e viviam felizes. As praias do meu país eram limpas, ninguém jogava sujeira em suas areias. Era um país 100% saneado. Tinha uma rede ferroviária imensa, facilitando o escoamento da produção e um ótimo transporte de passageiros. Não faltava água e nem luz. Não havia crise de desabastecimento. Tudo era perfeito! 

Os professores, policiais, caminhoneiros, médicos e outras categorias, discutiam seus salários sem entrarem em greve que é tão prejudicial à população. Todos tinham direito à educação, à segurança, à liberdade, ao atendimento médico. Todos pagavam apenas um único imposto, alto, como na Holanda, mas justo pelos benefícios que o estado fornecia. 

Não havia sindicatos e nem sindicalistas. Não era possível realizar badernas, pois o povo não aceitava participar destes atos. A imprensa só dava notícias boas, com isso a bandidagem perdeu espaço na mídia. Tínhamos, no máximo, três partidos políticos. Não havia obrigatoriedade de voto e todos votavam com prazer. O voto NÃO ERA eletrônico (pois o risco de fraude é imenso) e a apuração do voto era manual. Levavam uns três dias para chegarem ao justo resultado. O índice de popularidade dos políticos era altíssimo. No país do meu sonho o presidente era aplaudido nas manifestações públicas. As leis eram poucas e baseavam-se no direito de cada um e na liberdade.




Pensava em tudo isto durante o meu sonho. Como era bom sonhar o meu sonho! Agora, no sonho, era fim de tarde e eu estava numa praia deliciosa, de águas quentinhas, ao lado do meu amor. Admirávamos a beleza do lugar, parecia uma praia da Bahia. Eu a peguei pela cintura e levantando-a, projetei o seu corpo no ar, como se agradecesse a Deus aquele momento maravilhoso. 

Era época de ano novo. Em seguida fomos brindar num deck à beira mar a chegada do novo ano. Quando, de repente, o despertador tocou insistentemente, quis quebrá-lo, era como se ele estivesse me dizendo: 



Acorda menino! 
Cai na real... 

Pula da cama e corre porque hoje você vai ter de ir a pé, pois os ônibus estão em greve!


Só aí, então, percebi que tinha acordado e que tudo não passou de um sonho maravilhoso. Fiquei com um gosto de felicidade na boca e com a sensação de que um dia, quem sabe, possamos tornar realidade o que é apenas um sonho.



Texto: Neo Cirne


TIM-TIM!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

FALANDO DE AMOR (XIII) - A IMPORTÂNCIA DE CUPIDO - Por Neo Cirne

Muitos de nós ouvimos falar em Cupido, não é verdade? Esta figura mitológica, filho de Vênus (deusa da beleza) e Marte (deus da guerra), que, por onde quer que passe lança suas flechas poderosas, capazes de transformar em amor e paixão os mais simples sentimentos. 

A história mitológica de Cupido é de grande importância e pode ser encontrada em qualquer site de busca na internet. Porém, o motivo porque citamos o deus do amor, é devido aos inúmeros relatos de flechadas certeiras e a constatação de que ele existe. Para muitos não há dúvidas de sua existência. Porém, diante dos dias frenéticos, da modernidade e do aumento populacional a amorosidade está cada vez mais rara e distante dos meros mortais, assim como nós. 

Na mitologia grega, Cupido flechava deuses, semi-deuses, titãs e pessoas comuns. Hoje em dia é raro ele aparecer, pois vive com a cara enfiada nos sites de relacionamentos tentando fazer milagre. Brincadeiras a parte, está cada vez mais difícil encontrar um casal apaixonado e quando isto ocorre a profundidade deste sentimento amoroso é logo abalado com superficialidade dos dias atuais.

As pessoas têm receio de sair de casa, de irem ao cinema, teatro ou uma festa. O risco da insegurança nos espreita a cada esquina. Instrumentos modernos como celulares e internet unem as pessoas às redes sociais, onde tudo é virtualidade. Alguns conhecem-se e casam através de sites de relacionamento. Assim, neste clima de falta de contato pessoal, as chances de cupido diminuem muito. Está faltando amor e ele é a única solução para a humanidade. 



A emoção proveniente das flechas de Cupido tem um poder miraculoso, capaz até de promover a transformação do ódio em amor. Ela modifica o desinteresse num surto de paixão avassaladora, capaz de marcar a nossa vida para sempre. Quem de nós não se sentiu apaixonado, com cara de bobo, capaz de fazer qualquer sacrifício e atravessar distâncias imensas só para ver o seu amor? Quantos riscos e provas de carinho as pessoas deram ao longo de suas vidas em nome do amor? Nossa! São muitas provas e muitas pessoas. 
Pode até esta emoção provocada por Cupido se esvair, ou não dar certo, mas é maravilhoso passar pela vida e saborear o verdadeiro significado do Amor.  



Comigo a situação não foi diferente. Num dos momentos mais carentes de minha vida percebi que tinha sido alvejado, de maneira certeira, por um lindo olhar, terno e meigo. Naquele instante, vi o chão fugir e sem questionar possibilidades, vi o meu sentido perder o rumo. Durante muito tempo acalentei a possibilidade de superar as diferenças. A realidade é que eu estava alvejado com a flecha certeira de Cupido. Fiz de tudo para que esse amor desse certo, mas, apesar do grande encantamento, não deu. 
Acho que cupido não completou a sua missão, esqueceu-se de flechar a outra metade da laranja... Cupido trapalhão! 


Quantos de nós viveram um amor que surgiu de uma forma inexplicável? Cupido age assim, inesperadamente. Muitos, talvez. De onde menos se espera surge o encantamento. Recordo uma história em que uma mulher, foi salva de afogamento. Depois de beber muita água do mar, desfaleceu, mas foi salva por um banhista que atirou-se ao mar, resgatou-a e fez os procedimentos necessários para salvar a sua vida. Ao recobrar os sentidos ela foi encaminhada ao serviço de salvamento, onde, depois de mais de meia hora, melhorou e foi embora. O banhista ficou ao lado dela o tempo necessário para que voltasse ao seu estado normal, mesmo assim, ela ficara muito abalada. E ele, num gesto de solidariedade, ficou reanimando-a e dando força para que ela se recuperasse totalmente. 

Familiares da vítima, irmã e filhos, que estavam na praia, chegaram ao local e viram o zelo e empenho que o banhista dedicou para salvar a vida da jovem mulher. Antes de irem embora, uma irmã agradecida, pediu o número do telefone do banhista. 

Dias depois, a mulher, totalmente recuperada, ligou para o banhista e quis marcar um encontro para agradecê-lo pessoalmente, queria ofertar-lhe uma lembrancinha, um relógio. Assim foi feito. 

No encontro, durante a conversa, veio uma súbita confissão: ele declarou que nunca esperava sentir uma emoção tão grande em ter-lhe salvo a vida. Parecia que já se conheciam há muitos anos. Ele era um senhor, um cinquentão. Ela era bem mais nova. Ele, viúvo e ela, recém separada. O prazer do contato entre os dois foi mútuo. Encontraram-se outras vezes. O resultado disto é que eles estão casados e felizes, vivendo maravilhosamente bem. Eles não se cansavam de dizer que Cupido tinha cumprido com êxito a missão de uni-los, pois sentiram-se flechados desde o primeiro encontro. 


Muitos outros casos são contados por aí cuja a interferência de Cupido é bem percebida. A atuação transformadora deste mitológico deus do amor é muito importante para a humanidade e "Falando de Amor" não podia esquecer de homenagear o pequenino deus do amor... Que vez por outra dá uma flechada errada, mas, na maioria das vezes acerta o alvo e isto é muito bom. E você, o que acha? Cupido existe ou não? Já passou por uma experiência desta? Escreva pra nós e conte a sua história de amor.

Acho que existe sim e suas flechas tornam o mundo melhor. É como dizem os franceses:



Vivre L'Amour

(VIVA O AMOR) 

Tim-Tim!




Neo Cirne

Fundador e Colunista de UBAV
      

domingo, 15 de fevereiro de 2015

CARNAVAL... UM FERIADO INTENSO E DIVERTIDO - Por Neo Cirne

Olá amigos, hoje é domingo de carnaval. Este é o segundo dos dias em que tradicionalmente comemoramos o carnaval, uma festa secular. Sabemos que o dia de carnaval é sempre terça-feira, mas não podíamos, diante de uma festa tão gostosa, ficar sem "enforcar" a segunda-feira e antecipar a folga carnavalesca para o sábado. 
Em mensagem anterior falamos da origem da festividade carnavalesca. A representação cultural depende de cada país. Os brasileiros transformaram a festa num momento intenso e muito alegre. Cada região brasileira foi adaptando suas culturas locais com os Festejos de Momo. 

No Rio de Janeiro, o carnaval começou a ganhar forma na segunda metade do século 19, sendo o primeiro registro histórico do aparecimento dos cordões e blocos datado de 1886. Eles eram formados por carnavalescos que fantasiados andavam em fila e dançando um atrás do outro. Depois apareceram as "batalhas de confete", o aparecimento dos "corsos" e finalmente, os "ranchos carnavalescos", embriões das atuais escolas de samba.
A festa do carnaval ganhou fama internacional e o Rio de Janeiro, com merecimento, ficou com o título de a "Capital Brasileira do Carnaval". ,

UBAV-BRASIL não podia deixar passar em branco este momento feliz e está colocando no ar algumas "playlistes" tendo como foco a festa e as canções tradicionais do atual e dos velhos carnavais. São marchinhas, sambas e sambas-enredo selecionados com critério para apresentar para o nosso público leitor. Vale a pena você ouvir.

O carnaval é uma festa intensa e de grande magia. Muitos choram ao despedirem-se do carnaval na quarta-feira de cinzas. Porém, a vida necessita retomar o seu ritmo normal, e a quarta-feira é o marco divisório entre o inusitado e a rotina do dia-a-dia, daí o choro convulso de muitos, inclusive o meu.

Não devemos ficar tristes já que nesse ano de 2015 teremos 11 feriados longos prontos para serem estendidos. Vejam a tabelinha dos feriadões, que foi publicada pelo jornal EXTRA em seu caderno de economia.



Com esta boa notícia sobre a quantidade de feriadões de 2015 estamos convidando vocês a vestirem os seus melhores sorrisos e serem muito felizes, não só nesse carnaval, mas hoje e sempre. 

Felicidades e Tim-Tim!

Neo Cirne 

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

PARADOXOS DO MUNDO MODERNO - De Augusto Cury - PROMOÇÃO LITERÁRIA

Olá amigos, bom dia. Há alguns dias atrás escrevi um pequeno artigo falando dos prejuízos causados pela tecnologia, sua expansão tem mostrado o lado negativo de muitas conquistas. Nem tudo é absolutamente positivo, por mais nobre que seja a causa destes avanços tecnológicos. Cheguei a achar que eu era o único que pensava assim, eis que ontem, lendo um pequeno livro (de bolso) do nosso amigo Augusto Cury, consagrado escritor, encontrei um trecho que faço questão de reproduzir pra vocês observarem a opinião de uma pessoa culta, um doutor na arte do pensamento. O autor, no livro, traz uma grande lição para todos nós e afirma que, para ser feliz, basta apenas reconhecer que vale a pena viver!




O trecho que será transcrito encontra-se no livro, que aliás tem um lindo título:
 "Dez Leis para Ser Feliz - Ferramentas para se apaixonar pela vida" 
- o livro de Augusto Cury foi editado pela SEXTANTE, e vale a pena ser lido






PARADOXOS DO MUNDO MODERNO 

Nunca tivemos um avanço tão grande na tecnologia, mas o homem nunca experimentou tantos transtornos psíquicos. Nunca tivemos tantos meios para nos propiciar conforto - veículos, o telefone, a geladeira, mas o homem nunca se sentiu tão desconfortável em sua mente. Nunca tivemos tantos meios para nos dar prazer - a TV, a Internet, o cinema - mas o homem nunca foi tão triste.
A sociedade moderna se tornou uma fábrica de estresse. E você vive neste mundo maluco! O que fazer?

Mudar de planeta não é possível! Viver como ermitão isolado do mundo não adiantará, pois levaremos nossos problemas aonde formos. Refugiar-se no álcool e nas drogas, como muitos jovens fazem, só expande a miséria e destrói a vida. Se esconder, como muitos adultos, atrás da conta bancária e do status social fingindo que nada está acontecendo, é fugir da realidade.

Vivemos num mundo complicado. Mas não tente fugir dele. É nele que devemos nos realizar, ser felizes e saudáveis. A luz só é bela quando acesa na escuridão. Vejamos.

Certa vez uma pessoa dormia mal porque morava num porão escuro. Ela sonhava em colocar uma lâmpada no ambiente. Depois de muito trabalhar, contratou um eletricista e colocou a tão desejada lâmpada. Antes de acendê-la, pensou: "Agora finalmente vou dormir tranquilo. Ao acendê-la, uma surpresa, perdeu o sono. Por quê? 
Porque a luz expôs a realidade que ela não via: a sujeira, os insetos, aranhas. Só descansou depois de uma bela faxina. 

E conclui o autor:

Infelizmente alguns preferem o escuro! Tenha coragem para acender a luz no seu porão e fazer uma faxina na sua vida.





Tim-Tim Comenta

É sempre bom citar grandes autores e matérias que possam mostrar caminhos para sermos mais felizes. Para nós é um prazer redobrado por tratar-se de Augusto Cury, um ser humano de muita luz que tem nos brindado com grandes livros. 

Recomendamos a leitura do livro em destaque: "Dez Leis para Ser Feliz" e como estímulo à leitura ofertaremos três livros aos primeiros amigos que nos enviarem um e-mail (umbrindeavida@yahoo.com.br) dando sua opinião sobre a importância de UBAV-Brasil. 
Será bom manter contato com você, querido leitor. Não esqueça de colocar no e-mail o seu nome, endereço completo e telefone de contato para que a livraria possa enviar o seu brinde. Mas lembre-se: APENAS OS TRÊS PRIMEIROS GANHARÃO O NOSSO BRINDE.

Bom dia! Tim-Tim!


Neo Cirne




EM MARÇO

A PRIMEIRA VOTAÇÃO

DO

9º CONCURSO DE FRASES UBAV-BRASIL

LINDAS FRASES PARA VOCÊ ESCOLHER A CAMPEÃ 2015...

BONS PRÊMIOS PARA VOCÊ...

MOMENTOS DE FESTA E CONFRATERNIZAÇÃO...

PRÊMIOS PARA AS INSTITUIÇÕES DE CARIDADE DE SUA CIDADE


ABRACE ESTA CAUSA E SEJA MAIS UM SOLIDÁRIO!


TIM-TIM!


terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

PALAVRAS ILUMINADAS - (TERÇA-10/02) - A Mensagem Positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap

Bom Dia!
Tem noites em que o sono é demorado...
No outro dia, que sacrifício recomeçar, mas vamos lá. Vale a pena!


“Pouco se pode esperar de alguém que só se esforça quando tem a certeza de vir a ser recompensado”.
(Ortega y Gasset).

Imagina se o bem comum fosse do interesse de todos?! O que é bom para todos deveria ser levado em conta pelas pessoas. O individualismo tem adoecido muita gente. Pensar só em si virou padrão de vida, postura desconcertante. Não tem como negar: há pessoas por demais interesseiras. Não movem um dedo sem antes ter calculado possíveis ganhos.

O interesse elimina o brilho da existência. O fim último de uma pessoa extremamente interesseira é a solidão. Por um tempo até consegue enganar. Depois, a vida se torna egoísmo. A disponibilidade de um interesseiro até impressiona. Mas lá adiante, a decepção chega. Imaginem o estrago de uma amizade interesseira?!

No mundo dos negócios, o somatório de decepções tem extrapolado os limites da normalidade. Quantas sociedades desfeitas, quantas amizades rompidas. Tudo por causa do jogo de interesses. Urgentemente deve-se recuperar o bom senso: o que é bom para todos distingue a dignidade e multiplica felicidade.

Algumas experiências ensinam: não se encante demasiadamente pelo desconhecido. A primeira impressão nem sempre é duradoura. Evidente que não se pode desconfiar de tudo e de todos. A mesma cautela no julgamento pode servir de parâmetro para as demais facetas de um relacionamento.

As relações humanas devem seguir as etapas do processo. Nada de exagero inicial. Um passo de cada vez. Mas não espere demais de quem já deu amostras de puro interesse. Essa vida tem mesmo de tudo!


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!




Frei Jaime Bettega é o pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMCap

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

BOM DIA TIM TIM - "TIREM O PÉ DO CHÃO" - O comentário de Neo Cirne

Começamos mais uma semana de expectativas, porém, desta vez nosso desejo é de que seja uma semana boa, cheia de paz e muita alegria. Afinal, vivemos a semana que antecede o feriadão do carnaval. 

Serão 4 dias cheios de expectativas boas. Sei que para o povo brasileiro está difícil esquecer o sofrimento quem tem passado, mas esta semana teremos de mexer na nossa reserva de esperança e encontrar uma forma de relaxar, mesmo que seja pulando e brincando carnaval. Vamos recuperar a energia, diminuir a tensão e seguir vivendo. 

Vá mais devagar...  

Não se cobre tanto. Cumpra seus horários. Dedique-se. Alcance seus objetivos, mas não deixe de pensar em você e nas pessoas que ama. O dia tem 24 horas, tiramos normalmente de 7 a 8 horas pra dormir. O restante é só corre-corre e acabamos o dia achando que eles estão mais curtos, que já não rendem quanto os dias de anos atrás. Eles estão mais curtos, mesmo? O que será que aconteceu? Na realidade, a comunidade científica e a NASA têm declarado que sim, e que a cada abalo sísmico de grande intensidade o dia na Terra o dia diminui em alguns segundos, sem que isto afete segurança planetária. 



Eu estou mais preocupado em saber se o abalo provocado pela multidão pulando, sobre as ordens de "TIREM O PÉ DO CHÃO" de um trio elétrico qualquer poderá causar algum efeito ruim ao planeta. Acho que não! 

Confesso que não sei se o impacto dos pés dos foliões abalará a placa tectônica terrestre, mas, com certeza, a folia mostrará ao mundo, que aqui, apesar dos pesares, o povo é feliz. (pelo menos durante 4 dias).

Assim, neste clima de esperança e alegria, UBAV-BRASIL deseja a todos vocês uma semana encantada, cheia de paz, amor e alegria. Por isso reforço o bordão dos cantores dos trios elétricos... 


TIREM O PÉ DO CHÃO E BRINQUEM PRA VALER!

Felicidades!

Tim-Tim!


Neo Cirne
   

domingo, 8 de fevereiro de 2015

PALAVRAS ILUMINADAS - (DOMINGO - 08/02) A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap


Bom dia!
O domingo é sempre especial.
Que a leveza alcance a alma e o coração se aquiete um pouco...

“Foi no Calvário que Ele, sem falar, mostrou ao mundo inteiro o que é AMAR!”


É alentador saber que alguém já trilhou o caminho que estamos percorrendo. Passar por onde outros caminheiros passaram, inspira confiança. Jesus, um dia, subiu o Calvário. Ele sabia o que estava por vir. Podia ter saído correndo ou desistido da verdade. Escolheu ir até o fim. Graças à fidelidade d’Ele, o mundo inteiro aprendeu o que significar amar.


Quando tudo está bem é fácil expressar amor. Quando as lágrimas caem, tudo fica mais exigente. Interessante: quando aborda o amor, a grande maioria descarta o lado exigente do amor. A faceta romântica do amor é apenas uma parte da vida. Entende verdadeiramente de amor que acolhe a cruz.
Sem a cruz, o amor é incompleto. Afinal é possível amar sem sofrer? No âmago do amor está também a dor. Um sofrimento que não leva ao desespero. Mas não deixa de ser sofrimento. E como tal supõe serenidade, paciência e muita fé.


Quando a fé não caminha de mãos dadas com o amor, a vida se fragiliza.
Não restam dúvidas: para amar verdadeiramente é necessário ter fé. Por isso, ao olhar para o alto da cruz, antes do sofrimento está o amor. Somente um grande amor foi capaz de tamanha dor. Seguindo os passos de Jesus, entendemos a dinâmica do amor e o segredo da dor. Se não houvesse sofrimento, o amor nunca amadureceria.

As crises são benéficas, as dores ensinam. O amor não deixa de ser um aprendizado que passa pela dor.


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!





Frei Jaime Bettega é o pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMCap

PLAYLIST ESPECIAL DE DOMINGO - "SEDUÇÃO & TALENTO" DE NEY MATOGROSSO - Comenta Neo Cirne

Olá amigos, neste domingo especial a playlist de UBAV está em festa, pois homenageará um grande cantor da música brasileira. Nosso homenageado, Ney de Souza Pereira, também conhecido como Ney Matogrosso, nasceu em Bela Vista/MS em 01 de agosto de 1941, é cantor, diretor, iluminador e ator, tendo atuado em alguns filmes como Luz nas Trevas e A volta do bandido da Luz Vermelha, entre outros. 

Dotado de uma voz rara de contratenor e grande expressão cênica, Ney Matogrosso começou sua carreira como integrante do grupo musical "Secos e Molhados", permanecendo no grupo nos anos de 1973/1974. Posteriormente seguiu carreira solo encantando o público. Por onde tem se apresentado brinda a todos com sua voz, dança sensual e alegria. Ney gravou muitos gêneros musicais brasileiros, valorizando o grande arquivo musical do país. 

Fui assisti-lo cantar algumas vezes, momentos de que jamais me esqueci. Era muito bom, um verdadeiro espetáculo, ver o desempenho no palco do talentoso cantor. Suas canções traziam grandes pitadas de sensualidade que atiçavam o público em geral. Vê-lo interpretar canções como Festa no Matagal, Balada do Louco, O patrão nosso de cada dia, Viajante e tantas outras nos emociona até hoje.

Um cantor que sempre respeitou muito o público, mesmo no passado, nos duros anos 70, com seu vestiário exótico, pinturas excêntricas, corpo semi-despido, cantava e dançava com graça e alegria. Brincava com sua voz, encantando e seduzindo a todos. 

Nada mais justo do que neste domingo especial homenagear esse grande cantor brasileiro que há mais de quatro décadas nos brinda com sua performance artística de qualidade. Parabéns Ney Matogrosso, pela luz que acrescenta ao patrimônio musical brasileiro.


Tim-Tim!


Neo Cirne



ENTENDENDO A PLAYLIST TIM-TIM

Nossa playlist é composta por canções que estão disponibilizadas ao público no YOUTUBE. Ela é postada como uma forma de homenagear os gêneros musicais e grandes cantores nacionais/internacionais.


DIAS DE APRESENTAÇÃO

DOMINGO - Playlist Especial (das 09 às 19h)
SEGUNDA - (atendemos aos pedidos de nossos leitores)
TERÇA      - Sem playlist 
QUARTA   - Playlist "QUARTA CLÁSSICA" - Bandas e Orquestras (até às 23h)
QUINTA    - REAPRESENTAÇÃO da Playlist Especial de Domingo
SEXTA      - Nova playlist (até às 23hs)
SÁBADO   - (atendemos aos pedidos de nossos leitores)


PRÓXIMAS ATRAÇÕES: NA SEMANA DE CARNAVAL

DOMINGO 15/02 - "MARCHINHAS INESQUECÍVEIS"
SEGUNDA 16/02 - "SAMBAS ENREDOS 2015"
TERÇA 17/02 - "ETERNOS SAMBAS ENREDOS"
QUARTA - 18/02 - SEM PLAYLIST
QUINTA - 19/02 - REAPRESENTAÇÃO DO ESPECIAL GUILHERME ARANTES
SEXTA   - 20/02 - ESPECIAL MILTON NASCIMENTO E ANA CAROLINA
SÁBADO - 21/02 - REAPRESENTAÇÃO DO ESPECIAL SIMONE  

DOMINGO-22/02 - REAPRESENTAÇÃO TEMPOS MODERNOS


Este é o roteiro de apresentação das playlistes deste site para a semana de carnaval. Se você quiser sugerir um gênero musical ou pedir a inclusão de qualquer música deverá mandar um e-mail para nós. Da mesma forma, o artista que não desejar ser lembrado por nossa relação musical, basta nos informar que excluiremos a canção da relação.

O povo necessita da música, ela faz parte da nossa essência cultural. 

Bom Domingo!

Tim-Tim!

Neo Cirne

sábado, 7 de fevereiro de 2015

A POESIA DA SEMANA - LOUCOS E SANTOS - Poesia de Oscar Wilde - Por Neo Cirne

Amigos, começamos a publicar uma nova seção que falará de poesia. Ela lembrará um grande autor e no final postaremos um vídeo com a locução poética citada. Sabemos que valerá a pena você acompanhar um pouco mais o pensamento poético. Isto é cultura! Entendemos que: 
“A Vida sem Poesia e sem Amor, tem gosto de isopor”.
Vamos terminar bem a semana apresentando em homenagem a todos os nossos amigos, a poesia “Loucos e Santos”, de Oscar Wilde. Tim-Tim!



Loucos e Santos

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam … dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade” é uma ilusão imbecil e estéril.


A POESIA DECLAMADA
(por Juca de Oliveira)

Tim-Tim!




Neo Cirne

POR QUE HOJE É SÁBADO - Reflexões Tim Tim - Por Neo Cirne

Mais um sábado em nossas vidas, mais um momento para agradecer a Deus por estarmos vivos, ainda mais agora onde viver transforma-se numa tarefa árdua e realmente muito difícil. No tempo de nossos avós o mundo era muito melhor, mais ameno. Obviamente haviam dificuldades, mas a tranquilidade batia em nossas portas. Podíamos acordar mais cedo ouvindo o cantar do galo. Hoje acordamos mais tarde e mais cansados, porque no dia anterior as obrigações ou o bate-papo na internet estenderam-se um pouco mais. Às vezes, fico me questionando: será que a tecnologia chegou mesmo para ajudar a população? A tal revolução tecnológica foi importante na maioria dos seus aspectos, principalmente no campo médico, onde chegou para ajudar a vida. Porém, outras, principalmente no campo das comunicações e dos transportes, viraram facas de dois gumes. Se por um lado agilizam as informações e os transportes com combustíveis fósseis, como o petróleo, por outro nos submetem, poluem, anulam e escravizam. Dominam nossas vontades, poluem o meio-ambiente e cerceiam nossos sonhos. Parece que viver ficou mais fácil, não é? Ledo engano, não é uma verdade absoluta. A comunicação é precária e monitorada pelas operadoras. Até autoridades tiveram suas comunicações grampeadas. Quanto ao petróleo, se ele propicia a movimentação dos carros, por outro lado polui tremendamente o ambiente. Algumas cidades brasileiras, como São Paulo e Cubatão, vivem crises severas de poluição. A frota automobilística não para de crescer, chegando segundo o DENATRAN a uma média de 1 carro para cada 4,4 habitantes. Aumentam os carros e aumentam os problemas de trânsito, aumentando o estresse coletivo.  

Há se eu pudesse, pelo menos por uns instantes, viver como no passado e saborear o dia como um delicioso sorvete. Se eu pudesse ter diariamente a comidinha da mamãe ou os conselhos de meu pai, um homem amoroso e sábio. Nossa! que bom seria.

Nossos filhos e netos, já nasceram neste "vuc-vuc" da vida, que os fazem verdadeiros autômatos. Escravizados pela tecnologia e pela internet, desde a mais tenra idade, perdem o prazer de curtir a vida mais efetivamente. Esquecem-se de praticar esportes, de estudar, de andar de bicicleta, de se socializar com os amiguinhos, de caminhar na orla ou na serra. 

Alguns pais, sabiamente, controlam a permanência de seus filhos frente a TV e computadores. Os filhos agradecerão no futuro a este "controle", pois não contaminarão seus pensamentos, já que essência lógica não fica corrompida e, assim, eles poderão se dedicar às outras tarefas capazes de fornecer-lhes um conhecimento natural que seja facilitador da vida, sem terem que recorrer ao GOOGLE para tirarem suas dúvidas ou, até para verem como é um pássaro ou um galo. Assim fez minha neta, Carolina, que dia 25/02 fará 5 anos. Ela desde os três anos possui um tablet e passa boa parte do dia concentrada em joguinhos. Quando acorda vai para a TV e fica muito tempo vendo desenhos. Ela é fã da Rainha Elsa, da animação Frozen, uma criação da Whalt Disney. Assim, mesmo que sejam com desenhos, a tecnologia americana vai dominando precocemente as novas gerações. Até meu neto mais novo, Cauan, com dois anos, não larga o computador, acreditem.

Por que citei a minha linda neta no "Por que hoje é sábado"? Porque, quase por encanto, ontem ela pediu a mãe para ir ao jardim zoológico conhecer os animais. A mãe topou e me ligou para contar a boa nova. Até as crianças cansam da tecnologia, principalmente quando não são estimuladas. Existem pais que para se livrarem dos seus filhos por algumas horas, estimulam-os a verem TV ou deixam-os "brincar" no computador, sem saberem o que estão vendo. Por outro lado, quanto mais criticarmos nossos filhos por seus "vícios tecnológicos" (a tecnologia vicia) mais despertaremos o desejo neles em permanecer à frente da TV, do celular ou computador. 

Sei que os dias são muito difíceis. Em nome da segurança e da presença de nossos filhos em casa aceitamos a tecnologia como o pão nosso de cada dia. Porém, ficamos submetidos aos "delírios da tecnologia e das empresas de comunicações", que a cada dia apresenta uma "coisa" nova, despertando o desejo de ter o novo objeto para "evoluir" mais. Eu digo coisa, pois não posso classificar como celular, somente. Ele é máquina fotgráfica, GPS, TV, rádio, manda mensagens fotográficas instantâneas, lanterna e muito mais. É uma versão parecida com o "canivetinho suíço", que muitas funções. 

Hoje em dia só detém o poder quem tem um smartphone de última geração, os que têm um telefone mais velho é visto como pobre ou inferior. Loucura! Se vocês vissem o celular que uso... Um NOKIA que tem, no mínimo 12 anos, todo quebradinho, não consegui me desapegar do velho companheiro e me adaptar ao "novo", a estes que mandam selfies, what's up e coisas do gênero... rsrs. 

Gosto de falar e ser ouvido, gosto de passar uma mensagem e ter certeza de que ela chegará. Iso pra mim basta. Também gosto de carregar a bateria de meu celular com menos frequência do que um celular moderno, que, por possuir tantos aplicativos sua carga dura menos de 24 horas. O meu "celular velhinho" ainda dá conta do recado, duvida? Meus amigos mais próximos perguntam se meu celular ainda está em atividade... Digo que só o trocarei quando ele fizer maioridade,18 anos. Eles riem... Mas é verdade!

Foi-se o tempo onde a evolução era condicionada aos livros, aos bons exemplos e a vivência real, sem nenhuma virtualidade. 

Assim, para viver melhor, aboli quase totalmente os telejornais da minha vida, pena que levei tanto tempo para fazer isto. Agora caminho mais seguro, meio alienado das roubalheiras dos mensalões, dos escândalos sucessivos da PeTrobras e sem saber que o mundo está em guerra. Temos pessoas que ganham para fiscalizar estas instituições nocivas e têm como missão nos proteger dos maus governantes.
O que me interessa é fazer a minha parte social, mostrar os caminhos do Bem e agradecer pela vida, nosso maior patrimônio. Porque, para mostrar os caminhos do Mal e implantar o regime do terror o mundo está repleto de "meios tecnológicos" que darão sempre mais amplitude e mídia ao império do mal.

Esta semana fiquei muito feliz com as declarações do Papa Francisco no que tange a tecnologia. Em resposta a uma criança ele, sabiamente, disse que não tinha a menor intimidade com a "máquina" e que preferia ficar distante dela. Tenho certeza que o motivo de sua afirmação não foi falta de sabedoria, pois é um homem muito culto e capaz de dominar qualquer máquina. Ele não deseja é ser dominado. E a "máquina" domina. 


Tecnologia - Não sejamos mais um escravo, vamos usá-la com moderação e sermos mais felizes.


Chegou a hora de agradecermos a Deus pela semana que hoje finda. Aproveito para agradecer a presença dos amigos queridos em nosso projeto social. Muito obrigado!


Tim-Tim! 


Neo Cirne


Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger