sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Como é bom ter amigos! - Por Neo Cirne

Como é bom ter amigos!


Falar de amizade parece um tema batido e que não se coaduna com os tempos modernos, onde passamos muitas horas na internet vivendo uma vida meio ilusória. A vida na virtualidade não nos permite aprofundar sequer uma relação de amizade absoluta, presencial, verdadeira. Daquelas amizades em que somos capazes de mostrar a nossa emoção em momentos bons e ruins olhando nos olhos.

No Facebook até para falar dos nossos sentimentos, usamos figurinhas boladas por uma pessoa qualquer, facilitou, mas tiraram o nosso prazer de pensar e verbalizar a emoção. A geração mais nova transformou-se.  Os jovens vivem sem saberem expressar-se, não sabem mais o que é uma emoção real. Infelizmente, a maioria deles lê mal, escreve mal e fala mal. No recente exame do ENEM mais de 520.000 alunos tiraram zero em redação. Uma vergonha! Garanto que 90% destes, postam mensagens nas redes sociais do tipo: IRADO... KRUEL... Falô Brô! ... kkk... O beijo virou “Bjuuussss” e outras expressões sem graça surgiram neste universo "facilitador".

Na verdade estamos perdendo valores importantes. Os principais são: a socialização presencial e a falta de emoção. Tudo ficou muito natural. Transgredir e ofender ficou normal. Junto com estas perdas seguem a compaixão, a amorosidade, a ternura e o toque. Vivemos uma vida enlouquecida, acelerada e depois reclamamos que ela está passando muito rápida, quase todos nós temos esta sensação de rapidez.

As amizades passaram a ter uma superficialidade muito grande. A maioria é considerada supérflua, sem conteúdo e facilmente descartável. Ter amigos em salas de bate-papo, em sites de relacionamento ou em redes sociais não preenche a necessidade de comunicação. Dá-nos a falsa impressão de que não estamos sozinhos, uma ilusória impressão. 


É evidente que aqueles que já são amigos antigos, podem se comunicar melhor pela internet, pois a amizade já traz um conteúdo íntimo, próprio dos amigos, mas, mesmo assim, eu ainda prefiro o telefone do que a net. Por ele ouço a voz e sou capaz de perceber a emoção do meu amigo. Eu tinha amigo que me ligava toda noite para comentar seu dia e ouvir uma palavra que o aconselhasse a tomar uma decisão, ou não. Já outra pessoa saía da academia e ia à pé para casa, no caminho, que levava uns 15 minutos, ligava pra mim e íamos conversando, era como se estivéssemos caminhando juntos, trocando ideias. 

Existem outros que me ligam para pedir uma coloca-los em minhas orações, para livrá-los de qualquer sufoco que estejam passando. Eu aproveito para falar um pouquinho e ouvir uma opinião. 

O telefone é muito legal e ás vezes, bocejamos e dormimos ouvindo a voz do amigo, pois ela nos acalma.


Uma amizade verdadeira, presencial e que nos emocione passou a ser comparada a um tesouro perdido, ficando a sua posse quase inalcançável. À noite, ao deitar, muitos fazem uma reflexão de tudo o que passaram durante o dia e observamos que faltou o amigo, o contato amistoso. Grande parte da população está se sentindo solitária, carente de uma amizade. O mundo sem amigos fica meio sombrio. Amigos acrescentam emoção e luz em nossas vidas. Imaginem-se sem amigos, é muito difícil! Assim como dizia Vinícius de Morais, perder um amigo é a dor mais sentida que pode existir, só comparável à perda de um grande amor ou de um filho.

Na caminhada da vida temos o prazer de receber estes presentes maravilhosos, os amigos verdadeiros e estes devem ser guardados do lado esquerdo do peito, dentro do coração, como dizia Milton Nascimento na sua composição “Canção da América”.

A convivência com a internet tem, como tudo na vida, o seu lado bom e o seu lado ruim. Uma pena! Enquanto não aprendermos a valorizar mais as relações, com contatos pessoais e trocar a novidade da internet pela velha ligação telefônica, que hoje em dia é baratíssima, tudo deverá permanecer na mesma. Uns até dirão que: - Falar pelo Facebook não custa nada!  - Permita-me discordar: - custa sim, você sabe que a internet não é de graça. E o custo final é altíssimo. Perdemos a nossa liberdade de ir e vir (já que somos localizados), bem como a nossa segurança é invadida. 


Onde estão os nossos amigos? Estão sumindo? Não!!! Estão conectados. 

Amigo é uma condição muito especial, eles são sua defesa e são confidentes das suas aflições e vitórias. Nestes casos, é melhor falar com eles pelo velho telefone, que permite que vocês falem por horas. Mate a saudade, cante uma canção, troque confidências. O telefone nos permite ouvir sua voz dizendo: Eu sempre estarei do seu lado, independente de qualquer coisa, pois sou seu amigoVerdadeiras declarações de carinho e amizade são trocadas pelo telefone e nosso coração fica mais leve, como se tivéssemos dividido o peso da nossa angústia.

Estes amigos leais, verdadeiros e íntimos estão sumindo, aos poucos. Agora, com tanta violência por aí não saem mais, vivem em seus mundos, isolados de todos, mas presentes na avaliação da próxima “figurinha” ou na foto da gororoba que você fez e fotografou pra aguçar o apetite do seu grupo.

A internet é uma nova forma de comunicação, bem sei. Mas, eu tenho saudade do tempo onde as pessoas diziam PRAZER EM CONHECÊ-LO, ou quando contavam seu “causos” com riqueza de detalhes fazendo-nos dar boas gargalhadas. Tempo em que se davam flores de verdade, com um cartãozinho escrito à mão, com uma mensagem de carinho e não um click de "CURTI"... Tempo bom, parece que não volta mais!

A minha esperança é que as pessoas voltem a manter contato umas com as outras, despertando desta onda sem brilho de mandar milhares de mensagens que não tem nada a ver com você. Assim como o Orkut, esta ferramenta que cala a boca das pessoas e causa estragos na juventude, certamente acabará. Outras chegarão, disputando esta fatia do mercado consumidor e espionando os seus sonhos.

Como é bom ter um amigo para conversar! Eu possuo uns que são verdadeiros anjos e que me acompanham diariamente, por torpedos, e-mail, telefones e até carta, acreditem. São amizades que se consolidaram ao longo dos anos, com um papo gostoso, uma convivência sadia, muito sorriso e aconselhamento nas horas de dor. A estes amigos inesquecíveis, que tanto ajudaram o Projeto UBAV-BRASIL com suas presenças, estou prestando uma homenagem neste verão... Todos foram maravilhosos!

Poderemos até usar a internet para ver assuntos diversos, mas, o papo com o amigo é prioritário. Assim, esta sensação de vazio que sentimos será preenchida com um sorriso presencial, ou com o ombro de um amigo que nos acalmará e, às vezes, enxugará o nosso pranto. Então, vamos guardar nossos amigos com carinho, valorize-os um pouco mais e vamos nos desapegar dos nossos smartphones e tablets. Brindemos com os amigos queridos a nossa doce amizade.



Um Brinde aos Amigos!


Tim-Tim!


Neo Cirne

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger