quarta-feira, 26 de março de 2014

PROMOÇÃO MEU LIVRO DE CABECEIRA - ÚLTIMO DIA - A Coordenação

Olá amigos, lembramos que hoje é o último dia para você participar da promoção Meu Livro de Cabeceira, o título que está em destaque pertence a autora Louise Hay e chama-se "Ame-se E Cure Sua Vida", uma grande indicação de leitura.

Até o momento temos três pessoas concorrendo ao livro. Para concorrer você deverá mandar até hoje um e-mail para umbrindeavida@yahoo.com.br dizendo: quero ganhar a Meu Livro de Cabeceira da semana. Deve escrever o endereço para a entrega do seu prêmio e um telefone de contato. Está bem fácil de ganhar! Participe!

Todos os livros serão postados no dia 02 de abril. 

Desejamos boa sorte a todos!



Tim-Tim! 

COISAS DO AMOR - O conselho do dia: NÃO GRITE COM SEU AMOR - Por Neo Cirne

“NÃO GRITE COM SEU AMOR”



Vocês sabem por que se grita com uma pessoa quando se está aborrecido? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê?

Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é bem pequena. Às vezes, seus corações estão tão próximos que nem se falam, sim porque o amor é capaz de falar com o coração. Somente se olham e isto basta para tornar o entendimento perfeito.

Nunca grite com seu amor! Para que seus corações nunca se distanciem!
Bom Dia!



"EDUCAÇÃO TIM-TIM!" - APRENDENDO DESDE CEDO - Enviado por Luciana Cirne

APRENDENDO DESDE CEDO

- Autoria desconhecida -



Tudo o que hoje preciso realmente saber sobre como viver, o que fazer, como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia. 



Estas são as coisas que aprendi lá: 

1. Compartilhe tudo. 
2. Jogue dentro das regras. 
3. Não bata nos outros. 
4. Coloque as coisas de volta onde pegou. 
5. Arrume a sua bagunça. 
6. Não pegue as coisas dos outros. 
7. Peça desculpas quando machucar alguém. 
8. Lave as mãos antes de comer e reze antes de deitar. 
9. Dê descarga.
10.Biscoitos quentinho s e leite fazem bem para você.
11.Respeite o outro. 
12.Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... e desenhe.. e pinte... e cante... e dance... e brinque... e trabalhe um pouco  todos os dias. 
13. Tire uma soneca às tardes. 
14.Quando sair, cuidado com os carros. 
15.Dê a mão e fique junto. 
16.Repare nas maravilhas da vida. 
17.O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também. 

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo ou ao seu mundo, e verá como ele é verdadeiro, claro e firme.

Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho bem macio para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolve r as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. 

Estas são verdades, não importa a idade. Ao sair para o mundo, é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. 


(Se você gostou da matéria, comente e compartilhe. Este site é seu!)




TIM-TIM!

"É BOM LEMBRAR..." - - OS BENEFÍCIOS DO AZEITE DE OLIVA - - Por Neo Cirne

É sempre bom lembrar esta grande dica do dia, em que dentre aos diversos temperos existentes, um tem se destacado há séculos como um grande aliado da saúde do homem, trata-se do azeite de oliva. A gastronomia o tem inserido em quase todos os pratos realçando o sabor e dando qualidade a saúde do consumidor. Alguns cientistas dizem até que devemos tomar diariamente, pelo menos, duas colheres de azeite por dia.

Dentre os inúmeros benefícios podemos citar que ele é benéfico ao coração e um grande auxiliar no controle do diabetes. Quem assina embaixo desta afirmação são os cientistas de diversas universidades da Europa. Eles publicaram um trabalho no periódico Diabete Care, da Associação Americana de Diabete, onde compararam exames da imagem de voluntários e observaram que o hábito de consumir azeite reduziu o depósito de “banha” no abdome, aquele célebre “pneuzinho”.

No fundo, o mérito é todo da gordura monoinsaturada predominante no azeite. Se ela já era festejada por varrer o colesterol ruim das artérias, agora os médicos têm mais um motivo para cobri-la de elogios. Isso porque estão empenhados em acabar com as barrigas avantajadas e isto não tem nada a ver com as questões de beleza. A gordura visceral, justamente aquela da cintura, produz substâncias que dificultam a ação da insulina, o hormônio produzido pelo pâncreas que ajuda a glicose a entrar nas células. Ou seja, a barriga grande pode levar ao diabete tipo 2, tão comum nos obesos.

O diabete, ao lado da pressão alta, do colesterol, dos triglicérides alterados e a “tal barriga”, são componentes de um mal que MATA a síndrome metabólica, porém o azeite ajuda a quebrar este círculo nefasto. Os povos do mediterrâneo, que regam seus pratos com esse óleo, parecem mais distantes da ameaça do infarto. Claro que é necessário considerar que eles também adoram as verduras, frutas e peixes, outros guardiões da saúde. Porém, nenhum destes alimentos se compara com a preferência que italianos, gregos, portugueses possuem pelo azeite, sabe-se até que muitos chegam a tomar uma colher do óleo em jejum.


Há um ditado popular que diz que “A melhor cozinheira é a azeiteira”. Não dá para negar que um bom azeite pode fazer toda a diferença e dar um gosto super especial ao prato. Utilizado em cru (como tempero), em cozinhados (como ingrediente), bem quente (como meio de cozedura) ou a frio (como agente conservador de enchidos, azeitonas, alguns legumes e queijos), o azeite dá sabor, aroma e cor, além de melhorar as texturas e transmitir calor. Versátil como poucos ingredientes, ele integra os alimentos, personaliza e identifica um prato.

Alguns conselhos de utilização:

Em alimento cru:
O azeite conserva todas as suas propriedades como condimento de saladas, peixes ou legumes cozidos, ou quando é utilizado em molhos (ex: maionese).

Em petiscos:
O azeite virgem e virgem extra é a gordura por excelência para ligar aromas do pão, em “tapas” ou torradas, com o queijo fresco ou curado, os peixes fumados, o presunto, o fiambre e até o caviar.

Em grelhados:Na brasa, o azeite ajuda a cozinhar e empresta sabor e aroma irresistíveis ao prato.

Em alimentos fritos:O azeite é a única gordura que não registra modificações substanciais da sua estrutura quando submetido a uma temperatura de 200ºC. Por outro lado, o azeite virgem e virgem extra além de induzir uma crosta à superfície dos alimentos, aloura-os deixando-os estaladiços, impedindo assim a absorção de gordura, conferindo-lhes um enriquecido aroma adicional. Contudo, não se deve misturar o azeite virgem e virgem extra com outros óleos vegetais nem com outras gorduras.

Em massas
As massas alimentícias ficam mais suaves e soltas se juntar um pouco de azeite à água de cozedura. Já no prato, o azeite virgem ou extra-virgem  melhora muito o sabor final.

Existem alguns sintomas que nos indicam que um azeite está saturado, exigindo uma mudança imediata:
- o azeite demora muito a aquecer e, ao introduzir nele os alimentos, arrefece muito rapidamente;
- ao fritar, produz muita espuma e “transborda” do recipiente;
- as borbulhas do azeite quente não são pequenas, mas grandes;
- o azeite saturado tem uma cor mais avermelhada do que o fresco e, além disso, é mais espesso.



Portando amigos, fica aí a nossa DICA DO DIA para melhorar a sua saúde, eu mesmo sendo diabético passei a adotar diariamente o azeite de oliva e tenho me sentido bem melhor, meus índices glicêmicos diminuíram e a barriga indesejada diminuiu... Ufa! Que bom!

Tim-Tim!

Neo Cirne



Fontes:


Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger