quinta-feira, 16 de outubro de 2014

FALANDO DE AMOR XII - "A vida é um rio e cada um de nós, um barquinho” - Texto de Neo Cirne


"A vida é um rio e cada um de nós, um barquinho”

- De Neo Cirne -

No trajeto do longo rio que chamamos de Vida, o nosso barquinho é posto a navegar. Para evoluir espiritualmente, navegar é preciso. 

Muitas pessoas entram em nosso barquinho, amigos, colegas e família, ajudando a remar, impulsionar a embarcação com sua força, alegria e emoção. Vamos todos juntos! Somos um só!

Umas pessoas sobem a bordo e nos acompanham por toda uma vida, o que é raro. Outras permanecem um tempo, curtem as emoções, ajudam a navegar, admiram a paisagem do trajeto e depois, por um motivo qualquer, descem numa margem só conhecida pelo destino e seguem seus rumos no longo rio. Talvez em outro barquinho ou navegarão suas vidas sozinhas. Tudo é possível neste lindo rio.


Assim o barquinho renova-se nos contatos e alegra-se nas emoções partilhadas. Uns contatos são bons, nos trazem prazer e saudade. Outros ruins, nos trazem experiências amargas e aprendizado.

O barquinho segue sua saga, navegando por trechos ora calmos... Ora agitados, mas seguindo em frente. Esta é a sua missão primordial, navegar o máximo de tempo possível.


Em sua carta de navegação está escrito: Rumo ao Futuro.



De vez em quando precisamos dar uma parada, encostar à margem e nos permitir pequenos reparos, ajeitar as velas, rever a carta de navegação e descansar, já que necessitamos prosseguir. 

Para seguir a nossa trajetória de luz precisamos cuidar da nossa estrutura, já que o destino do nosso barquinho está decidido desde de que ele é construído.



À medida que o tempo de navegação avança, o barquinho vai acumulando a bordo emoções diversas, o que o tornará mais pesado.




Passam-se os anos. Agora ele já não navega tão rápido, pois ele está há muito tempo flutuando na doce missão e a foz do rio está mais próxima, local onde o barquinho completará sua missão, levando a pique as emoções que leva com ele, menos uma: o Amor Verdadeiro



Este amor seguirá para sempre na lembrança de quem amou e foi amado. Como por encanto deixará sua luz difundir-se positivamente no mundo.

Esta é a forma mais explícita de falar de Vida e de Amor Eterno. Portanto, neste Falando de Amor XII, tínhamos que agradecer a experiência maravilhosa de viver e de ter saboreado a doce emoção do Amor. 


Viver bem é navegar com muito prazer, com alegria contagiante, com os olhos voltados para o bem e ajudando a construir um mundo melhor. Isto é bom demais!

Depois do encontro com o "grande mar", que chamaremos de Deus, ficará, na avaliação da sua trajetória - pelas suas atitudes - somente uma afirmativa: 


"Valeu a pena navegar este doce rio da vida"






- Neo Cirne -
Colunista de UBAV-Brasil





TIM-TIM!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger