terça-feira, 30 de setembro de 2014

"PALAVRAS ILUMINADAS" - (TERÇA-30/09) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap


Bom Dia!
Reunindo motivos, encontrando ânimo: um novo dia pela frente! Obrigado, Senhor, pelo mês de setembro!


“Somente quem carrega sua própria água sabe o valor de cada gota derramada no chão.”


O caminho é longo. Não se pode esquecer da água. Água que sacia outras sedes. A água da vida, que renova e aquieta. Cada gota tem um valor infinito. De gota em gota, a quantidade suficiente para garantir passos firmes. Outros podem alcançar a água. Mas quando se carrega a própria água, tem um outro sentido, um outro sabor.

Para além da água, existem tantas situações onde somente quem está vivendo sabe a proporção e a dimensão. Como seria interessante saber o valor de um grão de arroz, de uma espiga de trigo, de um pouco de óleo... O que é insignificante para os outros, pode ter um valor e tanto para quem está vivenciando tal momento.

Os detalhes sempre engrandecem a existência. O humano não foi feito para grandiosidades. Carrega consigo o segredo de tornar extraordinário o que é simples e discreto. Uma gota de água pode impulsionar outros caminhos, profundas buscas. Com tantos recursos, excesso de ruídos, incontáveis alternativas, corre-se o risco de desviar-se do essencial. É preciso continuar carregando a água de cada dia, não desperdiçando gotas, saciando tantas sedes, vibrando com a vida que consegue verdadeiros milagres. Que a gratidão seja o resultado de muitas gotas e o melhor jeito de viver.


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!




Frei Jaime Bettega é pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMcap

"CULTURA TIM-TIM" - Orquestra de Violões comemora os 100 anos do Forte de Copacabana - Agência Brasil

Olá amigos, voltamos a transmitir algumas matérias atuais que falam de cultura, para isto recorreremos à querida Agência Brasil que tantas informações importantes tem transmitido ao povo brasileiro. Em contato com a ouvidoria da AB obtivemos permissão para retransmitir suas matérias com os devidos créditos. 
Para nós de UBAV é sempre um prazer ajudar na divulgação de matérias importantes que "não tenham foco político", como Cultura - Lazer - Meio Ambiente e notícias positivas. 


Orquestra de Violões comemora os 100 anos do Forte de Copacabana

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil Edição: Denise Griesinger
Formada por 25 jovens da rede pública de ensino, oriundos de diversas comunidades do Rio de Janeiro, a Orquestra Violões do Forte comemora hoje  (27), às 18 horas, os 100 anos do Forte de Copacabana, com uma apresentação gratuita para o público visitante do local, na Alameda Octávio Correia. O evento terá como convidada especial a cantora Maria Creuza e repertório que vai da música erudita à popular. A orquestra é uma iniciativa conjunta do Instituto Rudá e do Comando do Forte de Copacabana e conta com apoio do Exército brasileiro.
Trata-se de um projeto de inclusão social implantado em 2011. “A gente começou  com uma orquestra que seria a princípio só de violões, mas diante da repercussão grande na Alameda do Forte, que é o terceiro ponto turístico mais visitado do Rio, começou a aparecer muito convite e muitas crianças e adolescentes nos procuraram querendo participar e pedindo que colocássemos outros instrumentos”, disse à Agência Brasil a diretora executiva do Instituto Rudá e coordenadora do projeto, Márcia Melchior.
Agora, além de violões, há também flautas, violinos, violoncelos, percussão e bateria. “E vamos aumentando. Hoje, somos 25, mas continua a procura”, completou. A fila de jovens que querem participar da orquestra soma mais de 100 pessoas e diante da grande procura, foi criada uma segunda banda, a Orquestra SindiRefeições RJ, formada por alunos que não têm onde tocar e se apresentam em pontos culturais da cidade.

O sonho da diretora do Instituto Rudá e do Comando do Forte é implantar oficinas para que todas as crianças interessadas possam aprender música. São selecionados alunos da rede pública de ensino e de outros projetos sociais. Quando a Orquestra de Violões do Forte foi criada, a seleção envolveu jovens de cinco comunidades do Rio situadas no entorno do Forte de Copacabana (Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Chapéu Mangueira, Babilônia e Santa Marta). Hoje, o projeto reúne alunos de música desde a favela Santa Marta, em Botafogo, na zona sul da capital fluminense, até Parada de Lucas, na zona norte, além de Queimados, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; e São Gonçalo, na região metropolitana, entre outras.
O currículo dos pequenos músicos também inclui a participação em concertos didáticos do programa Lonas Culturais e nos projetos Construindo Cidadania nas Escolas e Mobilidade Sonora.

Ainda no âmbito das comemorações pelo centenário do Forte de Copacabana, a Orquestra Violões receberá, no próximo dia 16 de outubro, a Orquestra de Prefeitos de Schwarz-Tyrol, da Áustria. O grupo já se apresentou com o Trio Filarmônico de Viena, no Palácio da Cidade, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em 2012, e tocou também para o papa Francisco, durante a Jornada Mundial da Juventude, no ano passado.
Para Marlon Yuri, integrar a Orquestra de Violões do Forte teve um significado especial. Ele teve problemas com drogas na adolescência mas, graças às aulas de violão, conseguiu se recuperar. Hoje, é músico e dá aulas  para crianças com deficiências. “Hoje, posso retribuir o que me ensinaram dando aulas para essas crianças, que precisam de estímulo, carinho e motivação”, externou Yuri.


TIM-TIM!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

"SÓ RINDO... Um momento alegre pra começar a semana" - - Neo Cirne

“Só rindo!”... O momento alegre.

Olá amigos, desejando um bom início de semana convido vocês a sorrir um pouco. 
Na noite passada vi na TV mais um debate dos candidatos presidenciáveis para a eleição de domingo. Ri muito com as "caras e bocas" e com o despreparo de muitos. Ri sim, mas era grande a minha vontade de chorar pela falta de opção. Merecíamos opções políticas melhores. 

Pensando na possibilidade em que alguém ainda esteja chorando com a perspectiva densa que nos espreita, resolvi começar a semana colocando duas piadinhas e uma crônica bem-humorada pra vocês soltarem o sorriso lindo que possuem. Espero que gostem.

Seja quem for eleito no próximo domingo, o importante é acreditar que o Brasil é muito maior do que qualquer candidato ou partido. Só não devemos deixar que oportunistas modifiquem a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, ela é a garantia de nossa cidadania. A Carta Magna de uma nação não deve ser alterada a cada 30 ou 40 anos, ela deve ser permanente, pois é o "Caminho Orientador da Identidade da Nação". Muitos nem imaginam a importância imensa que a Constituição Brasileira possui em nossas vidas. 

Agora vamos sorrir um pouco... Bom dia!


(01)


Em uma cidade do interior, viviam duas mulheres que tinham o mesmo nome: Flávia. Uma era freira e a outra, taxista. Quis o destino que morressem no mesmo dia. Quando chegaram ao céu, São Pedro esperava-as. 
- O teu nome? 
- Flávia 
- A freira? 
- Não, a taxista. 
São Pedro consulta as suas notas e diz: 
- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica com fios de ouro e pode entrar. 
A seguir... 
- O teu nome? 
- Flávia 
- A freira? 
- Sim, eu mesmo. 
- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de linho e pode entrar. 
A religiosa diz: 
- Desculpe, mas deve haver engano. Eu sou Flávia, a freira! 
- Sim, minha filha, e ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de linho... 
- Não pode ser! Eu conheço a outra, Senhor. Era taxista, vivia na minha cidade e era um desastre! Subia nas calçadas, batia com o carro todos os dias, conduzia pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais. E quanto o a mim, passei 65 anos pregando todos os domingos na paróquia. Como é que ela recebe a túnica com fios de ouro e eu esta? 
- Não há nenhum engano - diz São Pedro. É que, aqui no céu, adotamos uma gestão mais profissional do que a de vocês lá na Terra... 
- Não entendo! 
- Eu explico: Já ouviu falar de Gestão de Resultados? Agora nos orientamos por objetivos, e observamos que nos últimos anos, cada vez que tu pregavas, as pessoas dormiam. E cada vez que ela conduzia o táxi, as pessoas rezavam!! 
- Resultado é o que importa!

(02)

MULHERES MODERNAS !

A moça passeava às margens do lago, quando, de repente, apareceu um sapo dizendo:
- Olhe, eu sou um engenheiro e fui transformado em um sapo por uma bruxa malvada. Se você me beijar, eu me caso com você e seremos felizes para sempre!
A mocinha toda contente, pegou o sapo e o colocou no bolso da jaqueta.
Enquanto ela ia a caminho de casa, o sapo começou a ficar impaciente e perguntou:
- Ei, você não vai me beijar?
Ela respondeu:
- De jeito nenhum! 
Faço muito mais dinheiro com um sapo falante do que com um marido engenheiro.


(03)


EXPERIÊNCIA NOVA
Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um galinheiro e levaram para a delegacia.
- Que vida mansa, heim, vagabundo? Roubando galinha pra ter o que comer sem precisar trabalhar. Vai pra cadeia!
- Não era pra mim não. Era pra vender.
- Pior. Venda de artigo roubado. Concorrência desleal com o comércio estabelecido. Sem-vergonha!
- Mas eu vendia mais caro. 
- Mais caro?
- Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro eram bichadas e as minhas não. E que as do galinheiro botavam ovos brancos enquanto as minhas botavam ovos marrons.
- Mas eram as mesmas galinhas, safado.
- Os ovos das minhas eu pintava.
- Que grande pilantra...
Mas já havia um certo respeito no tom do delegado.
- Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do galinheiro te pega...
- Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Me comprometi a não espalhar mais boato sobre as galinhas dele, e ele se comprometeu a aumentar os preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus. Convidamos outros donos de galinheiro a entrar no nosso esquema. Formamos um oligopólio. Ou, no caso, um ovigopólio.
- E o que você faz com o lucro do seu negócio?
- Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no tráfico de drogas. Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros. Consegui a exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para os programas de alimentação do governo e superfaturo os preços.
O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e perguntou se a cadeira estava confortável, se ele não queria uma almofada. Depois perguntou:
- Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o senhor não está milionário?
- Trilionário. Sem contar o que eu sonego do Imposto de Renda e o que tenho depositado ilegalmente no exterior. 
- E, com tudo isso, o senhor continua roubando galinhas?
- Às vezes. Sabe como é. 
- Não sei não, excelência. Me explique.
- É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto falta de uma coisa. Do risco, entende? Daquela sensação de perigo, de estar fazendo uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só roubando galinhas eu me sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como agora. Fui pego, finalmente. Vou para a cadeia. É uma experiência nova.
- O que é isso, excelência? O senhor não vai ser preso não.
- Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do galinheiro!
- Sim. Mas primário, e com esses antecedentes...

Luis Fernando Verissimo 
(Novas Comédias da Vida Privada, L&PM Editores, 1996 )





NO DIA DA ELEIÇÃO 

PARE! OLHE! ESCUTE O SEU CORAÇÃO!

É PRECISO ESTAR ATENTO E VOTAR BEM... SE NÃO, 

O PIOR PODE ACONTECER.

BOA SEMANA!

TIM-TIM!

domingo, 28 de setembro de 2014

"Mensagem do dia" - AS TRÊS PENEIRAS - Enviada por Sueli Santos

Olá leitores, bom dia. Neste domingo especial quero agradecer aos inúmeros amigos que enviaram suas mensagens de congratulação pelo nosso aniversário demonstrando a sua amizade. Depois de algum tempo a gente não se importa muito com a festa de aniversário, porém ser lembrado por pessoas que são tão importantes na nossa vida faz da ocasião um momento único. Os amigos são nossos companheiros de jornada, ajudam na superação das adversidades, encantam-nos com a sua alegria e comovem-nos com suas histórias. 

Que Deus me permita possuir sempre amigos verdadeiros e dos “amigos-ursos” mantenha-nos sempre distantes, porém desejando que eles sejam felizes, pois a vida é uma oportunidade única de realizar uma trajetória feliz e de luz.
Tim-Tim!
Neo Cirne


Apresentamos especialmente uma mensagem enviada por Sueli Santos que considerei muito interessante, intitulada “AS TRÊS PENEIRAS”. Vamos ler? Um bom início de semana a todos vocês.




"As três peneiras"

Um rapaz procurou Sócrates e disse que precisava contar-lhe algo. 
Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou: 
- O que você vai me contar já passou pelas três peneiras? 
- Três peneiras? 
- Sim. A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer contar dos 
outros é um fato? Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer aí mesmo. 
Suponhamos que seja verdade. A sua informação deverá então passar pela segunda peneira: a BONDADE. 
O que você vai contar é coisa boa? 
Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo?

Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar pela terceira peneira: a NECESSIDADE. 

Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? 
Pode melhorar o planeta e, arremata Sócrates:

-Se passar pelas três peneiras, conte! 
Tanto eu, quanto você e seu irmão seremos beneficiados. 
Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos. Ela só servirá para envenenar o ambiente e levar discórdia entre irmãos, colegas do planeta.


Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz. A continuidade do boato não acrescenta nada na vida que não seja infelicidade.

---0---







Uma boa semana!


Sueli Santos

"PALAVRAS ILUMINADAS" - (DOMINGO-28/09) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap



Bom Dia!
Domingo: serenidade, simplicidade, passos mais lentos, um pouco de ociosidade


“Deus te conhece e sabe o que vai te fazer bem. Se não entendes, deixa Deus cuidar da tua história!”


Cada existência constrói a própria história. A convivência implica numa história coletiva. No encontro com o tempo, os humanos deixam marcas, efetuam registros, acrescentam capítulos.

Há uma tarefa que acompanha a história de cada individualidade: conhecer-se a sim mesmo. Muitos já fizeram alguns ensaios; outros, rabiscaram linhas... Que desafio o autoconhecimento! Porém, se tem alguém que nos conhece mais do que nós mesmos é Deus! Além de nos conhecer, Ele sabe o que vai nos fazer bem. Então, permitir que Deus conduza os passos, indique caminhos, aponte direções é algo fantástico.

Normalmente pedimos algo a Deus. Quando se trata de permitir que Ele tome a frente e faça acontecer o melhor, nem sempre deliberamos. Quanta coisa nós não entendemos. Ele pode cuidar detalhadamente da história de cada um de nós. Nos fez a sua imagem e semelhança, conhece os mínimos detalhes. Particularidades é sua especialidade. Será que Ele permitiria algo que não fizesse bem?

Evidente que Ele não invade a privacidade e não avança nos limites da liberdade. Deus só ajuda se houver disposição humana. ‘Ajuda-te que Eu te ajudarei!”  Há tempo, Deus tem cuidado da minha história. E tudo tem andado bem. Que tal fazer essa experiência?


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!





Frei Jaime Bettega é pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMcap



sábado, 27 de setembro de 2014

"PALAVRAS ILUMINADAS" - (SÁBADO- 27/09) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap


Bom Dia!
Um pouco cansado, mas sempre animado diante desse dom maravilhoso: a VIDA!


“O coração é engraçado: centenas de pessoas passam por ele, ao longo da vida. Mas, ele escolhe uma ou duas para guardar para sempre.”


Os gregos indicavam o coração como centralidade da vida. O pulsar existencial passa pelos movimentos cardíacos. Quando se fala de amor, o coração é a referência. De fato, o coração é engraçado. Ele tem razões que são até desconhecidas da própria razão. O coração quer autonomia. Ele pulsa. Às vezes, acelera. Outras vezes, um pouco mais lento. Incita pensamentos, intensifica emoções, se aproxima das tristezas, quase explode de alegria. É também seletivo: não aceita guardar qualquer um. Limita o espaço, abraça alguns poucos. Eterniza duas ou três pessoas. Que não falte agenda e tempo para cuidar do coração e de suas artimanhas.

A vida vai seguindo em frente. O embalo fica por conta do coração. Nem sempre há clareza quanto à direção. É urgente conhecer o coração que cada um carrega consigo. Saber das suas restrições. Contabilizar algumas emoções. Uma revisão sempre faz bem. Afinal, o coração pode se enganar. E como se engana. Nem por isso, merece ser maltratado. Pelo contrário, juntar todo cuidado para implementar adequações e transformações. Um dia, depois de tantas oscilações, o coração provará uma etapa serena da vida: a maturidade. Sem vaidades, ficará a eterna luminosidade: o amor.


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!




Frei Jaime Bettega é pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMcap

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

"Bom Dia Tim-Tim!" - "A análise do sucesso de um ciclo de vida" - Texto de Neo Cirne.

Hoje, acordei especialmente agradecido a Deus pela passagem terrena de minha vida. Chegando do hospital na madrugada, restabelecido de um probleminha de saúde, comecei a pensar e a fazer um flash-back da vida, principalmente neste ciclo que agora finda e tive a certeza de que ela, a vida, valeu a pena. 

Esta semana foi muito emocional e reflexiva, afinal quando chegamos na época de nosso aniversário, encerramento de um ciclo e abertura de outro cheio de esperança, é natural que reflitamos o período passado com muita atenção. Pois, ele nos ensinará grandes lições.


No geral, apesar da angústia ocasionada por algumas sensações desagradáveis, numa análise bem fria, constatei que foi um ciclo muito positivo. Entendo e aceito a dualidade da vida, por isso a constatação do sucesso. 
Se no campo econômico foi difícil, observando à minha volta percebi que muitos amigos e quase toda população brasileira está sofrendo, seja pela continuidade da corrupção que não tem fim, pelos salários achatados, pela falta de perspectiva ou pela ausência da segurança. Nas urnas poderemos mudar isto, se quisermos. Grupos e partidos pensam de forma pessoal, desrespeitando os padrões de civilidade e o direito dos outros. Este ano vi muito vandalismo dos sindicalistas e a falta de respeito aos direitos do cidadão. Vi também, a nossa seleção ser humilhada na Copa do Mundo, fim de um sonho que achávamos possível. A pátria se enfeitou, gastou bilhões de reais, tudo em vão. Vi o tenebroso escândalo da PETROBRÁS, a compra da Refinaria de Pasadena,  a construção de um porto moderno em Cuba com capital brasileiro, enquanto os nossos padecem de uma ineficiência crônica. Porém, eu continuo acreditando no Bem e que tudo é possível, desde que seja bom para a sociedade.


"O Bem só é realmente bom quando é Bom pra todos" 

Parece que a sociedade deixou de lado definitivamente, o otimismo e a bondade; o respeito e a amorosidade;os princípios fundamentais que norteiam o relacionamento humano, para aceitar governos populistas e fracos. 

Apreciei sentado no sofá da sala, nas horas de descanso, a um desfile de notícias ruins e propagandas que tentaram me convencer de que "político é anjo", não existe nada que venha do céu em política. Vi muita coisa infernal.

Nos entretenimentos, vi novelas de baixa qualidade enaltecerem a bandidagem, a prostituição, o crime, a violência e a homossexualidade. Temas que invadiram a minha casa e tentaram roubar a minha tranquilidade, tirar a minha esperança, mas não conseguiram. Eu não permiti, fiz como o jargão de uma igreja caça-níquel:  TÁ AMARRADO! 

Evito até deixar a TV ligada para não ser surpreendido por uma propaganda política paga, um absurdo. Em televisão, nada acontece por acaso... Tudo é pago ou tem segundas-intenções dos arrendatários da emissora. Eles tentaram mudar meu pensamento, anular meus pontos de vista, meu patrimônio psíquico, mas eu fiquei atento e me resguardei. Procurei ler mais nos horários indesejados da TV ou fazer uma caminhada no quarteirão, é mais saudável. Tudo tem um lado positivo, até desligar a TV e fazer coisas novas é muito bom.


Nós podemos reverter esta onda absurda de falta de esperança em dias melhores desde que façamos a nossa parte de maneira equilibrada e racional. E, pensando assim digo que esta será, mais uma vez, a tônica deste próximo ciclo de minha vida, que espero cumprir totalmente. No final, tudo dará certo e estarei por aqui para agradecer novamente, com a proteção de Deus.




Nunca fiquei parado esperando que as coisas caíssem do céu, até por exemplos familiares, eu sempre soube disso, que nada acontecia por acaso. Comecei a trabalhar desde cedinho. Como um garoto pobre, nascido no subúrbio do Rio de Janeiro, fui lavador de carros e ajudava num posto de gasolina em Friburgo nos fins de semana das minhas férias escolares. Fui aprendiz de músico, queria acreditar que eu, assim como milhares de outros jovens, pudesse ser um profissional da música, ter um conjunto musical e tocar como os Beatles e os Rolling-Stones. Parecia impossível, mas este era um sonho coletivo dos jovens dos anos 70. Dediquei-me. Aprendi a tocar. Consegui reunir um grupo de amigos sonhadores como eu, e fundar uma banda que, mesmo sem empresário e sem patrocínio algum (como este projeto social - UBAV) fez grande sucesso. Tocamos em muitos programas de TV, fizemos mais de uma centena de bailes e shows. Toquei dos 13 aos 18 anos. Nós, componentes da banda, investimos e desistimos, porém realizamos o nosso pequeno sonho. Sentimos o incrível gosto do sucesso no nosso micro-ambiente dos amigos pessoais. 
Os meninos e meninas do bairro nos admiravam. Nossos ensaios eram lotados de amigos e alguns chegavam a ter "inveja" do nosso pequeno sucesso por atingir o sonho que abraçamos. 


Assim é a vida, você sonha, você se dedica. O universo conspira a seu favor e você consegue o sucesso. Há necessidade de que você acredite em seus objetivos. Não desista dos seus sonhos! 


Pense sempre no Bem vencendo o Mal, apesar do aparente domínio das forças negativas. Invista mais nas coisas que deseja, mas nunca ponha como objetivo principal a materialidade, a vida que todos nós desejamos é imaterial. 


Desejamos a Paz, o Bem, a Amizade, o Carinho, a Justiça, o Equilíbrio, a Razão, o Amor e o Sucesso. Todos valores que não se compram. O lado material virá como uma resposta natural da sua conduta e maneira de pensar. É necessário que invistamos nos nossos sonhos para obter o sucesso tão desejado, que na realidade é uma ilusão natural da vida. 

Fazer sucesso é ter a certeza de que a sua trajetória terrena valeu a pena. Que você acumulou durante os anos de sua vida créditos positivos, numa grande e perfeita "caderneta de poupança celestial" que cada um de nós possui. Por isso, posso dizer, sem medo nenhum de errar, que este ciclo de minha vida, que hoje encerro foi um grande sucesso. 


Roberto Shinyashiki disse há anos atrás uma frase que sempre pautei a minha vida, conseguindo meu sucesso pessoal, que transmite-se hoje, na felicidade de ter muitos amigos e administrar uma obra de luz e amor ao próximo:
Dizia ele:


"Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio. Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa."  



Aos amigos, participantes deste projeto de amor, o meu muito obrigado.



Tim-Tim!


Neo Cirne

Coordenador de UBAV-Brasil


quinta-feira, 25 de setembro de 2014

"A SENSAÇÃO DE FELICIDADE É PRODUTO DA MENTE" - Por Seicho Taniguchi - Comentário de Neo Cirne

A MENTE TUDO PRODUZ

Se alguém obtiver dinheiro ou promoções no emprego explorando os outros, ou prejudicando colegas, poderá melhorar momentaneamente a sua situação, mas seu espírito de ganância e de menosprezo ao direito alheio atrairá, sem dúvida, ódio e rancor, e, cedo ou tarde, ele será vítima de represália. 
Se não for atingido pelas pessoas sofrerá prejuízos inesperados como acidente, inundação ou incêndio.

Quem estava feliz por ter sido aprovado fraudulentamente num exame vestibular rigoroso poderá contrair uma doença rara e até tornar-se inválido. A lei que rege este mundo, denominada de "causa e efeito", não é visível; por isso, os materialistas não acreditam nela. Assim, é típico de um materialista convicto "defender os seus direitos", mesmo que prejudique os outros. Para gozar a vida, provoca abortos, alegando problemas financeiros; exige aumento salarial, pretextando "igualdade de direito". Essas lutas que prejudicam os outros jamais trarão prosperidade e igualdade, porque a riqueza e a felicidade verdadeiras são produzidas pela mente e concedidas por Deus.

O homem é provido de tudo que é bom e necessário quando sintoniza a sua mente com Deus e dEle recebe a inspiração para novas invenções ou descobertas. Sem isso, a cota que cabe a cada um não aumentará nunca, sendo inútil disputar com os outros.

A sensação de felicidade é produto da mente. A riqueza material, por si, não traz nunca tranquilidade. Quanto mais obsessão alguém tiver em relação à matéria, masi a sua vida se infernizará. 


É preciso voltar a mente para a riqueza que está no reservatório do céu. Isso depende do esforço e da conscientização de cada pessoa. Não basta alterar o sistema ou regime político-social. Todos devemos divulgar cada vez mais, aos adultos e aos jovens, a existência do mundo de Deus, onde existe tudo, da maneira mais perfeita e farta possível.


Cresça Vigorosamente, 4 ed; pp 151-155




COMENTÁRIO TIM-TIM:

Nós de UBAV-Brasil acreditamos muito na afirmativa do professor Seicho Tanigushi, um dos líderes da Seicho No Yê. Quando falamos da ganância, do consumismo exacerbado, do desejo de posse, de acumular riqueza a qualquer custo deixamos de lado o que temos de melhor que é a visão global do universo. Não podemos dizer que somos solidários se não olhamos em volta e percebemos os nossos irmãos que sofrem. Manter a visão voltada apenas para os nossos umbigos, para as nossas necessidades, mesmo num mundo tão competitivo, não nos dá direito a usarmos artifícios ilegais para nos favorecermos. Lá na frente, a cobrança virá e fará com que você faça um esforço maior para se reerguer, tentando levar uma vida com maior correção.

O respeito aos seus valores morais e aos limites das relações inter-pessoais fará sempre de você uma pessoa vencedora. Acredite em Deus, criador do Céu e da Terra e nunca esqueça do quão Ele é Justo e Perfeito. Assim, amando-o e respeitando-o você criará condições para ter uma caminhada terrena cheia de luz e esperança em dias melhores.

Faça o Bem. Semeie o Bem... Divulgue o Bem, você estará colhendo créditos que valorizarão a sua existência. Não fique parado! Ainda há tempo para você mudar este jogo consumista e materialista em que vive. Ter um dinheiro à mais não faz ninguém melhor que ninguém. 

Todos nós somos iguais... Todos nós somos Um Corpo Único que, neste instante materialista que passa a humanidade, está muito doente. Diga não ao consumismo, ao materialismo, a ganância, a mentira e a tudo que o separe de seus objetivos positivos. Ame ao próximo como a ti mesmo e estará amando o universo e assim construirá em sua mente uma sensação de felicidade plena.

Felicidades! Tim-Tim!

Neo Cirne
Colunista de UBAV



"PALAVRAS ILUMINADAS" - (QUINTA-25/09) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap


Bom Dia!
Procurando um pouco de esperança, acrescentando alegria para este novo dia!


“Amar é dar uma segunda chance à vida!”


A vida é conteúdo para todas as ciências. Ângulos diversos, mas o mesmo foco. Ponderações, proposições, análises e até cálculos.

A vida simplesmente inspira e movimenta as ciências. Por mais que se registre avanços, sempre haverá algo de desconhecido, incerto e misterioso. Por isso, quanto menos matemática ao tratar as questões existenciais, melhor. O número de chances que se deve dar à vida pode alcançar o infinito. Não está decretada a quantificação. O coração deve estabelecer outro parâmetro, outras razões.

Evidente que, num determinado momento, será necessário findar o processo, delimitar objeções. Dar uma segunda chance é reinventar a existência, continuar vivendo, prolongar o amor. Avançando para um campo muito importante, a doação de órgãos, percebe-se a grandeza deste gesto.

Enquanto o corpo físico vai se aproximando do fim último, outros poderão continuar a caminhada existencial, graças à doação. Um gesto de carinho que engrandece a vida e enaltece a solidariedade. Doar coisas, não é muito difícil. Doar parte do seu corpo é o ápice do amor.

Dar uma segunda chance faz bem à família, à amizade e à vida do semelhante. Nesse caso, não há necessidade de documento, mas de palavra. Doação de órgãos: um assunto familiar, uma tratativa de amor.
A vida merece todas as chances!


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!




Frei Jaime Bettega é pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMcap

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

"MANIA CRÔNICA" - AFINIDADE - A crônica de Arthur da Távola

Olá amigos, hoje é dia de “Mania Crônica”, temos o grande prazer de apresentar um texto do inesquecível escritor Artur da Távola, o inesquecível escritor do bom gosto e da amorosidade. 

É sempre bom lembrar duas das qualidades mais sutis deste homem, que dentre os seus inúmeros dons, possuía duas que muito apreciamos: "o prazer pela boa música" e "a qualidade de retratar o amor" em suas crônicas. Só que, desta vez, mostraremos uma bonita página onde ele falava de afinidade. Boa leitura!

Tim-Tim!




AFINIDADE
  
A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, 
delicado e penetrante dos sentimentos. 
E o mais independente. 
Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, 
as distâncias, as impossibilidades. 
Quando há afinidade, qualquer reencontro 
retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto 
no exato ponto em que foi interrompido. 

Afinidade é não haver tempo mediando a vida. 
É uma vitória do adivinhado sobre o real. 
Do subjetivo para o objetivo. 
Do permanente sobre o passageiro. 
Do básico sobre o superficial. 

Ter afinidade é muito raro. 
Mas quando existe não precisa de códigos 
verbais para se manifestar. 
Existia antes do conhecimento, 
irradia durante e permanece depois que 
as pessoas deixaram de estar juntas. 
O que você tem dificuldade de expressar 
a um não afim, sai simples e claro diante 
de alguém com quem você tem afinidade. 

Afinidade é ficar longe pensando parecido a 
respeito dos mesmos fatos que impressionam comovem ou mobilizam. 
É ficar conversando sem trocar palavras. 
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento...

Afinidade é sentir com. Nem sentir contra, 
nem sentir para, nem sentir por. 
Quanta gente ama loucamente, 
mas sente contra o ser amado. 
Quantos amam e sentem para o ser amado, 
não para eles próprios. 

Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. 
É olhar e perceber. 
É mais calar do que falar, ou, quando falar, 
jamais explicar: apenas afirmar. 

Afinidade é jamais sentir por. 
Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo. 
Mas quem sente com, avalia sem se contaminar. 
Compreende sem ocupar o lugar do outro. 
Aceita para poder questionar. 
Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar. 

Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças. 
É conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas, 
quanto das impossibilidades vividas. 

Afinidade é retomar a relação no ponto em que 
parou sem lamentar o tempo de separação. 
Porque tempo e separação nunca existiram. 
Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida, 
para que a maturação comum pudesse se dar. 
E para que cada pessoa pudesse e possa ser, 
cada vez mais a expressão do outro sob a 
forma ampliada do eu individual aprimorado.



Artur da Távola
(1936-2008)
Artur da Távola, o pseudônimo de Paulo Alberto Moretzsohn Monteiro de Barros, foi advogado, jornalista, radialista, escritor, professor e político brasileiro. Foi um dos fundadores do PSDB.

Um grande amante da vida!



Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger