terça-feira, 3 de junho de 2014

"MANIA CRÔNICA" - EM BUSCA DO EQUILÍBRIO - Crônica de Frei Jaime Bettega

Olá! Bom dia amigos!
Partilho crônica que escrevi para o Jornal Correio Riograndense, espero que gostem.

Frei Jaime Bettega -


- Em busca do equilíbrio -

A manutenção é uma atividade que obedece a lei da constância. Sempre tem algo a ser feito. Um prédio residencial, por exemplo, precisa de retoques, nova pintura, adequações, melhorias. A caixa d’água necessita de limpeza, a boia deve funcionar de forma ininterrupta. Um olhar cuidadoso sempre descobre anormalidades e possíveis ajustes. Isso não deixa de ser uma expressão de amor ao lar.

Muitos já experimentaram a sensação de ver a residência sendo invadida pela água. A boia deixou de funcionar e a casa alagou. Haja panos e baldes para dar conta de recolher e secar tudo. Não foi possível concertar. Foi necessária a troca da peça. Passado o susto e a interrupção da normalidade da vida, algumas lições se tornam pertinentes. 

A boia, num certo sentido, é o ponto de equilíbrio do reservatório. Quando surge uma disfunção, as consequências causam transtornos. Não é diferente no cotidiano da vida. Se não houver autocontrole e capacidade de prevenção, os problemas podem desestruturar e criar lacunas existenciais. Quantas ‘enchentes’ de mau-humor, agressividade e desrespeito povoam os lares e demais espaços que acolhem pessoas. 

Se não cuidada, a vida enfrenta transbordamentos e inundações. Há muita gente vivendo no limite da paciência e da persistência. Impossível avançar mais um pouco, sem agredir o semelhante. Há tempo o desejo de uma vida mais leve tem sucumbido diante da pressa que perpassa todas as classes sociais. Não há dúvidas: o ser humano chegou ao topo: impossível ir adiante! Se não houver uma ‘manutenção’ poderá transbordar e as perdas serão irreparáveis.

Assim como a boia é fundamental para dar a medida certa da água no reservatório, da mesma o ser humano precisa de uma vida interior bem delineada para dar conta das turbulências, próprias de um mundo com ritmo alucinante. A vida interior deve proporcionar paz, serenidade, paciência e esperança. Sem esses valores, tudo transborda e a felicidade é comprometida.
Desafios e problemas fazem parte da bagagem.

Equilíbrio e bom senso podem oportunizar aprendizado e adicionar sabor aos dias. Convém, no entanto, não deixar que situações inadequadas transbordem e prejudiquem a normalidade dos dias.

O olhar da espiritualidade pode ajudar na contemplação das maravilhas que vão surgindo ao longo do caminho, quando a vida sabe incluir a transcendência.




"Mania Crônica" tem o prazer de publicar esta crônica de Frei Jaime Bettega, colaborador deste site, foi partilhada no seu Facebook e nós adoramos. É muito bom socializar com nossos leitores matérias positivas, como os textos do querido amigo, Frei Jaime.


Um lindo dia pra todos!



Tim-Tim!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger