quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

"SAÚDE TIM-TIM!" - A Síndrome das Pernas Inquietas - Artigo da UnB - Universidade de Brasília/DF

SAÚDE TIM-TIM



PERNAS INQUIETAS... Já ouviu falar?

Agência UnB

Muitas doenças silenciosas causam-nos desconfortos leves no início, porém com o avançar do tempo, geram grandes situações muito desagradáveis. Hoje falaremos da Síndrome das Pernas Inquietas, doença que segundo estatísticas médicas da OMS já atinge 15% da população mundial, mas que pouca gente ouviu falar do assunto.

A doença pode passar despercebida, pois um de seus sintomas é a impaciência. A longo prazo traz consequências sérias para o indivíduo: insônia, irritabilidade e sonolência diurna. Mas como se manifesta essa síndrome? Principalmente na hora de dormir, quando a pessoa não consegue ficar quieta, mesmo que esteja em repouso, e percebe uma sensação inquietante nas pernas.

Outra doença que acomete os indivíduos à noite é a apneia (Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono), caracterizada por paradas respiratórias, por períodos breves (de 10 segundos), durante o sono, além do ronco. A longo prazo, ela pode provocar hipertensão arterial, sobrecarga do trabalho do coração e dores de cabeça fortíssima, além do baixo rendimento no trabalho, estudos e exposição a acidentes de trânsito, por causa da sonolência diurna.

As duas doenças acima podem acometer o indivíduo, juntas ou separadamente, mas podem passar despercebidas e somente um especialista em Medicina do Sono dará a devida importância a esses problemas. O conselho é do neurologista Raimundo Nonato Delgado, que é pesquisador e autor da tese de doutorado “Sonolência Diurna, Fadiga e intensidade de movimentos em pacientes com a Síndrome da Apneia do Sono com ou sem Síndrome das Pernas Inquietas” – tese defendida na Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB)






O tratamento da apneia ainda é caro para o paciente brasileiro. O aparelho custa em torno de R$2.800,00 a R$ 3 mil. Na França, sua distribuição é gratuita nos hospitais da rede pública. Para que esse equipamento seja colocado à disposição nos hospitais do SUS ainda falta o apoio efetivo dos órgãos governamentais, bem como maior utilização dos conhecimentos desse novo ramo das ciências da saúde, a Medicina do Sono, pela Gerência das Políticas Efetivas de Saúde.
O avanço da farmacologia possibilitou a descoberta de tratamentos para a Síndrome das Pernas Inquietas. Os medicamentos que agem diretamente nos receptores do neurotransmissor “dopamina” corrigem a deficiência dessa substância no organismo dos portadores da síndrome.


APNEIA – Incidência de 2% a 4% na população. É mais comum em homens e em mulheres depois da menopausa. O que é – parada respiratória por períodos breves (de no mínimo 10 segundos) e repetidas durante o sono. Pode ser causada pelo estreitamento da via aérea superior; relaxamento da musculatura ao redor da faringe; obesidade ou no indivíduo que dorme de barriga pra cima.
No exame do sono, quem sofre cerca de 5 apneias por hora é diagnosticado como portador da doença.
]
Sintomas: É bom repetir... O indivíduo sofre de sonolência diurna, dificuldade de concentração e ronco noturno. Em longo prazo, pode levar à hipertensão arterial, sobrecarga do trabalho do coração e dores de cabeça. Baixo rendimento no trabalho e estudos, além de propiciar acidentes de trânsito.
  




Esta doença, está sendo lembrada, pois ela é muito comum e convivermos com ela. Seguimos reclamando dos sintomas, mas sem tomarmos, efetivamente, medidas necessárias para efetuar o nosso tratamento. 
Como vimos ela poderá comprometer a sua saúde e desejamos que você tenha uma Saúde Tim-Tim!

Bom dia!


Tim-Tim!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger