sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

"CLAVE DE SOL" - A DECLARAÇÃO DE AMOR DE "O CADERNO" - Texto de Neo Cirne

Olá queridos amigos, bom dia. Voltamos com a nossa Clave de Sol, um espaço dedicado à valorização da música. Hoje falaremos de uma das páginas mais bonitas da Música Popular Brasileira. Ela foi escrita na canção O CADERNO, composta pela parceria maravilhosa de Vinícius de Morais e Toquinho. 

O Caderno é uma música que mais parece uma canção de ninar, pela paz que ela traz nos versos simples, profundos e apaixonados de Vinícius de Morais. Acho que ninguém seria melhor do que o "Poetinha do Amor" para retratar uma declaração de amor tão sentida e absoluta quanto a desta música. Vinícius, coloca princípio, meio e fim no seu desejo de declarar-se ao seu grande amor, descrevendo, pormenorizadamente, cada uma das cenas transcritas nas folhas do caderno. A casa, a montanha, duas nuvens no céu e assim segue o caderno, o amigo constante, sempre presente na vida da pessoa amada. Esta é uma declaração intensa de amizade, entre o caderno, amigo fiel e a menina, que transcreve suas emoções até a idade adulta nas folhas do querido amigo.
 Mesmo sabendo que algumas de suas folhas foram rasgadas e molhadas de emoção, ele entende ser esta a sua missão de amizade e amor: acompanhar aquele ser amado por toda sua existência. E ao final, roga para que o esquecimento não aconteça. // Bonito, não?




Com grande habilidade, Toquinho ilustrou as páginas deste CADERNO com uma música de andamento gostoso e doce. Recordo que minha filha, ainda menina, chorava ao ouvir esta canção e eu, bobo e emotivo, chorava junto. A música é assim, possui uma força imensa, sendo capaz de emocionar, mudar conceitos e alegrar o mundo. Este é mais feliz quando canta músicas de qualidade. Lamentamos o excesso de músicas sem qualidade que o nosso povo anda cantando. Os poetas, seresteiros e namorados da vida, já não cantam mais e nem fazem declaração de amor sobre forma de canção. Muitos, para marcarem seus amores adotaram siglas, como forma de identificação, como a sigla abaixo, de uma história consagrada, que circula na web e eu adoro.


Não Esqueça O Quanto Eu Amo Você 
É impossível esquecer um grande amor quando se canta junto. Sim! O casal que canta junto, e têm uma canção especial como tema do seu romance eterniza a emoção deste amor criando simbolismo positivo e alegre. Você pode cantar uma canção alegre como "O Boi Barnabé" do Bob Nelson, inesquecível cantor de música sertaneja. Ou pode ser, também, uma música profunda, de amor rasgado e declarado, como Raio de Luz, canção de Cristóvão Bastos, que a Simone interpreta brilhantemente. As músicas resgatam lindas lembranças, independente do gênero que possuam. 
 Eu já passei por isso e continuo amando e cantando, pois o amor no meu coração é eterno. É muito bom cantar a vida com poesia, gentileza e amorosidade, ela fica melhor e com muito mais esperança em dias melhores... Motiva e chega a arrepiar!

Lembrando Charles Chaplin, que falava do significado da vida, na sua poesia A VIDA É MUITO PARA SER INSIGNIFICANTE, termino esta mensagem dizendo: 


"Se a vida é muito para ser insignificante, por que cantamos canções sem qualidade, sem amor e sem significado algum? Só pode ser loucura!" (Neo)




Vamos juntos melhorar a vida, resgatando, também, os nossos valores musicais, que, graças a Deus são muitos, assim como esta dupla maravilhosa de compositores, Vinicius de Morais e Toquinho. Não deixem a nossa cultura musical morrer num "canto qualquer"...


Tim-Tim!

O CADERNO  



Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco até o be-a-ba
Em todos os desenhos coloridos vou estar
A casa, a montanha, duas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel
Sou eu que vou ser seu colega,
Seus problemas ajudar a resolver
te acompanhar nas provas bimestrais você vai ver
Serei de você confidente fiel,
Se seu pranto molhar meu papel
Sou eu que vou ser seu amigo,
Vou lhe dar abrigo, se você quiser
Quando surgirem seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel
O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado, se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente, o que se há de fazer
Só peço a você um favor, se puder:
Não me esqueça num canto qualquer





TIM-TIM!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger