sábado, 4 de janeiro de 2014

O OTIMISMO DE CHAPLIN - Por Neo Cirne

Olá amigos, neste lindo sábado de céu azul e muito calor no Rio de Janeiro, o nosso coração volta a bater mais feliz e otimista, percebendo a alegria das pessoas em direção às praias e parques. A luz do Sol nos lembra do término do período de chuvas que atormentou muitos estados brasileiros, inclusive o do Rio de Janeiro. Já o calor excessivo nos alerta para novas e intensas pancadas de chuva, é necessário uma atenção permanente com as moradias em áreas de risco e manutenção das vias de escoamento de águas (limpeza de rios e esgotos). Porém, estamos otimistas que este ano não teremos catástrofes climáticas, como as ocorridas nos anos anteriores (Angra dos Reis, Nova Friburgo, Teresópolis e algumas cidades de Minas e Espírito Santo).

Mantenhamos o otimismo nos corações e os olhos voltados pro céu, pois chuva de verão arma e cai rapidamente, é preciso estar atento.
Selecionei um texto de Charles Chaplin que fala de otimismo e quero socializar com vocês. Espero que gostem da indicação.

Um bom sábado a todos! Tim-Tim!

Neo Cirne



OTIMISMO

Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia eu vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.

Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.

Tudo depende só de mim.


Charles Chaplin



ESTE POST NÃO É DO CHAPLIN, MAS TEM SUA VERDADE...


Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger