terça-feira, 17 de dezembro de 2013

"VISÃO HOLÍSTICA" - DOMINANDO O VÍCIO - AYURVEDA - DESCOBRINDO SEU TIPO MENTE/CORPO - Deepak Chopra


VISÃO HOLÍSTICA 

Nagarjuna, um seguidor de Buda,
foi um famoso fitoterapeuta que descobriu
diversas fórmulas para o tratamento de doenças

- DOMINANDO O VÍCIO - AYURVEDA - DESCOBRINDO SEU TIPO MENTE/CORPO -


A Ayurveda é o sistema voltado para a preservação da saúde e para a prevenção e eliminação da doença mais antigo do mundo. Suas origens datam de 2500 a.C., e ele já existia há séculos  quando Hipócrates e os outros médicos gregos primitivos fizeram seu trabalho. 


Com efeito, eles foram provavelmente influenciados pelas ideias da medicina indiana que haviam sido levadas para a Europa através de rotas bastante desenvolvidas vindas do oriente.

Hoje em dia, quando começamos a perceber os limites do que pode ser alcançado ao utilizarmos uma visão puramente mecanicista do corpo, os poderosos insights do Ayurveda e de outros sistemas tradicionais de cuidados com a saúde estão novamente adquirindo uma grande importância no Ocidente.

Talvez a ideia mais importante de todo o sistema ayurvédico seja o princípio de que precisamos conhecer o paciente antes de podermos compreender e controlar a doença.

Esse insight que tem sido compartilhado por curadores de diferentes tradições é, às vezes, negligenciado nos cuidados contemporâneos com a saúde, onde o mero número de pacientes e a confiança depositada em medicamentos receitados em ampla escala podem afastar o foco principal das necessidades individuais.

Objetivando realmente conhecermos o estado de qualquer ser humano, precisamos estar conscientes da sua estrutura mental, emocional e até mesmo espiritual, bem como da sua altura, peso, pressão sanguínea e todos os outros indícios fisiológicos nos quais a medicina moderna geralmente se apoia.

O Ayurveda ensina que é até mesmo pouco sensato estabelecer uma distinção acentuada entre a mente e o corpo: estes são apenas elementos da totalidade única que compõe qualquer ser humano.

Quando lidamos com o vício, a ligação Intima entre a mente e o corpo se toma particularmente importante. Neste caso, o pensamento ou desejo de uma ação é claramente a verdadeira fonte do problema. A noção de uma separação rígida entre um estado emocional e uma doença física virtualmente inútil quando lidamos com os comportamentos de vício.

Com o passar dos séculos, o Ayurveda desenvolveu uma terminologia extremamente eficaz para expressar as conexões entre a mente e o corpo, bem como para descrever as maneiras pelas quais essas conexões se manifestam em qualquer indivíduo.

De acordo com o Ayurveda, o universo é criado, formado e organizado pela consciência, que se expressa através de cinco grandes elementos: o espaço, o ar, o fogo, a água e a terra. No sistema mente/corpo de um ser humano, esses cinco elementos se refinam transformando-se em três princípios governantes essenciais que o Ayurveda chama de doshas. É através dos doshas que a
energia e as informações do universo se fazem presentes no nosso corpo e na nossa vida. 

Cada um dos três doshas exerce uma influência específica na fisiologia: O dosha Vata é o princípio do movimento: ele governa a circulação, a passagem dos alimentos através do sistema digestivo e até mesmo o movimento das ideias e sentimentos através dos nossos pensamentos. Vata deriva dos elementos do espaço e do ar: como o vento, ele é imprevisível e está em
constante movimento. 

O dosha Pitta está associado ao elemento do fogo e é frequentemente citado através de metáforas de calor. Pitta é responsável pela conversão da comida em energia através do processo da digestão, bem como pelo metabolismo do ar e da água.

O dosha Kapha é o princípio da estrutura no sistema mente/corpo. Ele deriva dos elementos da terra e da água, e é considerado o "mais pesado" dos doshas. Kapha é fundamental para a formação dos músculos, dos ossos e dos tendões; Kapha é até mesmo responsável pelas membranas celulares que conferem estrutura à fisiologia em seu nível mais elementar.

O Ayurveda ensina que seu sistema mente/corpo é definido pelas proporções de Vata, Pitta e Kapha da sua fisiologia e pelo grau em que as atuais proporções se desviam do seu equilíbrio dóshico "ideal", que foi estabelecido no início da sua vida. Se, quando você nasceu, seu dosha dominante era Vata, o Ayurveda diz que você é uma pessoa do tipo Vata, porque as características de Vata estão extremamente evidentes na sua estrutura física e mental.

Analogamente, se Pitta ou Kapha eram inicialmente dominantes, isso significa que Pitta ou Kapha são os doshas que mais influenciam sua natureza. À medida que sua vida vai evoluindo, contudo, o estresse ou a doença podem provocar desequilíbrios entre os doshas, de modo que um dos elementos subordinados pode se tornar dominante. O dosha principal também pode se desequilibrar. Um tipo Vata desequilibrado, por exemplo, poderia ter tanto um excesso de Vata quanto de Pitta ou de Kapha.

Os três doshas, é claro, precisam estar presentes na sua fisiologia, até mesmo em cada célula do seu corpo. Como as proporções estão constantemente se modificando, à medida que a vida vai tendo seguimento, a determinação precisa do seu tipo de corpo e de qualquer atual pode se tornar relativamente complexa. Essa avaliação deve ser feita pessoalmente por um médico treinado no sistema ayurvédico. 

Deepak Chopra

Comentário Tim-Tim:

É sempre muito bom ter contato com o pensamento holístico e durante as próximas semanas, mostraremos outras matérias que fundamentam esta teoria. Hoje, tivemos o prazer de compartilhar com vocês, ensinamentos de Deepak Chopra e eles podem ser encontrados no livro DOMINANDO O VÍCIO – A SOLUÇÃO ESPIRITUAL, DA EDITORA ROCCO LTDA.
Deepak Chopra é um mestre indiano, especializado em medicina ayurvédica e radicado nos Estados Unidos. É formado em Medicina pela Universidade de Nova Deli. É, também, um escritor e professor de ayurveda, espiritualidade e medicina corpo–mente. Possui mais de 50 livros publicados e traduzidos em mais de 35 idiomas. É uma figura controversa e muito criticada pela sociedade médica, porém muitos de seus conceitos holísticos são altamente positivos e valorizam a prática da medicina alternativa. Há muito não falávamos em Chopra, porém, recentemente, recebemos um e-mail de uma amiga, que nos pede para não divulgar seu nome, com a transcrição deste artigo orientador de Deepak Chopra, que hoje tenho o prazer de retransmitir pra vocês, pois acreditamos imensamente na medicina alternativa.

MINHA OPINIÃO PESSOAL

* Minhas experiências pessoais mostram o quanto alguns prognósticos da medicina tradicional ainda são falhos (graças a Deus). Muitas vezes a medicina tradicional não nos mostra caminhos para doenças de causas desconhecidas (ditas idiopáticas), não aponta soluções e nem nos dá esperanças. Classificando seus prognósticos de maneira clássica e fria. Falando assim: sua doença é leve ou é de prognóstico sombrio... Dá até arrepio.


 Não sei porque este prognóstico (sombrio) me fez lembrar este casal de humoristas do Zorra Total, que comem ovos cozidos, num bar e batem no fundo do saleiro, enquanto conversam. Sombrio é assustador, realmente.


Recordo que em 2002, saindo de Porto Velho para uma consulta em São Paulo, um brilhante professor, médico reumatologista consagrado, após analisar meus exames radiológicos e sanguíneos, de uma incômoda espondilite (doença inflamatória crônica e progressiva dos ossos) que possuo, disse que meu prognóstico era meio sombrio e declarou: 

“- O senhor deve fazer RPG, tomar sulfa diariamente (por toda sua vida) e preparar-se para daqui a cinco anos (2007), estar com seus movimentos limitados e, em cadeira de rodas”

Foi um choque terrível pra mim. Fugi da impossibilidade do tratamento e busquei todas as linhas terapêuticas possíveis, indo encontrar apoio na medicina alternativa. Área médica importante pela qual agradeço muito, pois vivo com uma qualidade de vida quase normal, mas que poderia ser bem diferente se tivesse me entregue ao tratamento do aclamado professor e jogado minha esperança no lixo.

As diversas técnicas de medicina alternativa me ajudaram imensamente e trouxeram-me esperanças para continuar na estrada da vida caminhando com disposição.*


Neo Cirne

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger