quarta-feira, 13 de novembro de 2013

"CAFÉ DA MANHÃ ESPECIAL" - - - EM PENEDO/RJ - - - Comentário de Neo Cirne


Amigos, neste lindo dia, acordei feliz por perceber, mais uma vez, a força da natureza deste lugar mágico em que me encontro. Acabei de orar numa capelinha linda que o Hotel Bertell possui e localiza-se ao lado do meu quarto. A rede hoteleira deste local é privilegiada, pois está estabelecida num local encantador. 



Cedinho, antes mesmo do galo cantar, fui acordado pelo canto de uma sabiá laranjeira, fazendo arruaça na minha janela... Como é linda a força da natureza aqui em Penedo-RJ. 



Quem é amigo da paz, da tranquilidade e precisa descobrir a emoção de estar em harmonia com o plano superior deveria visitar este lugar. 


Você pode vir acompanhado ou sozinho, o clima é sempre gostoso, de noites fresquinhas. 

O barulho gostoso do rio que corre ao lado embala os nossos sonhos. No inverno o convite à lareira, a um bom vinho e ao amor é permanente. Muitos casais passam suas luas de mel por estas bandas. Na realidade este é um local encantado, onde os estressados desestressam e os de coração mais empedernidos apaixonam-se. 


Aqui, quando passei a fase mais difícil de minha vida, procurei refúgio para entender o significado da vida, nossa eterna dúvida. Pude chegar à conclusão de que a vida é maravilhosa e eterna. Todos nós partiremos um dia para outra dimensão, mas lá continuaremos edificando, aprimorando e evoluindo. Esta é a nossa missão, tanto aqui quanto lá. 


Penedo é um local que transmite saúde, alegria, lindos passeios, boa comida, bom descanso, energia positiva e a simplicidade dos monges tibetanos em profunda interação com Deus.

Hoje, antes deste café da manhã, encontrei um texto que quero partilhar com vocês, pois ele diz exatamente o que penso da vida. A autoria é desconhecida, mas o autor estava inspiradíssimo quando falou de vida.
Vamos lê-lo?


Vida

Somos filhos da eternidade e irmãos do tempo, a infinitude caracteriza nossa essência. Não morremos. Apenas deixamos a “vida” física e tornamos a viver a originalidade do nosso existir. O corpo retorna sua natureza material, enquanto o espírito redescobre sua imortalidade. Qual a semente, que descendo à cova escura, permite à árvore nascer, crescer e frutificar.

Embotados pela densidade do corpo, os sentidos sutis da alma, apercebem a realidade, enxergando um fatídico adeus, onde há apenas um até logo. Não conseguimos distinguir o ser e o estar, esquecidos de que estamos corpo, mas somos espírito.

Assim como a escuridão é a ausência da luz, o frio é a falta do calor; a morte, é a exaustão do principio vital que anima nossa máquina biológica. Quem somos, aquilo que verdadeiramente nos identifica; segue! Despido da transitoriedade dos anos terrestres, revestido da atemporalidade imaterial de nossa espiritualidade.

Não morremos. Desencarnamos! Deixamos nosso corpo de carne, percebemos que não somos a aparência somática que momentaneamente nos veste, mas a psique imortal que nos vivifica. Enfim. A morte não é fim. É meio, passagem, ponte, porta entre as duas dimensões da VIDA.


"Um brinde à Vida"

Tim-Tim!


Esperamos logo mais chegar à Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro e lá poder abraçar minha filha amada, genro e netos lindos. Mais uma graça de Deus que tanto encanta a minha vida. Verei meus amigos ubavianos e colocarei o papo em dia. Os amigos são a minha grande herança, com eles, mesmo nos momentos difíceis, nunca me senti só. 

Tim-Tim!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger