sábado, 11 de maio de 2013

"Neo-Day, mensagem para um novo dia feliz" - NO CALOR DA PAIXÃO - por Neo Cirne

Meus amigos, para viver uma grande paixão, um grande amor, há necessidade de um mergulho no espaço infinito do sonho. Aquele amor que durante a vida nós sonhamos tanto, de repente surge assim, do nada.
Da troca de um meigo olhar, de uma palavra doce ou de um sorriso o nosso peito explode. Somos capazes de cometer loucuras para perenizar este momento mágico. Um desconforto gostoso aflora nossa pele e sussurra aos nossos ouvidos: "Acorde! Você está diante do Amor de sua Vida!". 

Assim que entendemos este recado, percebemos que não somos mais os donos de nossos sonhos. Eles agora pertencem a sua memória ativa e imortal, pois este recado fica armazenado na nossa alma, que é eterna.



Não precisamos estar preparados para receber este grande amor, pois ele sempre nos surpreenderá. O primeiro impacto é uma coisa impressionante, ele mexe com a gente e tira a nossa tranquilidade. E quando a noite vem, ele chega acompanhado da lembrança daquele olhar, da palavra doce ou do sorriso encantador que tanto lhe faz bem. Esta paixão pode surgir, como citei, em qualquer tempo ou espaço; numa consulta, no msn, na calçada... até caminhando em direções opostas... Neste caso, olhamos pra trás, paramos, voltamos e... um sorriso de alegria acontece. Neste dia é até capaz de ocorrer um Eclipse Lunar... É a emoção explodindo dentro de você. Quem de nós não viveu um momento assim?


À partir deste momento você está qualificado a "Viver um Grande Amor". O poeta do Amor, Vinicius de Moraes, dizia que para se viver um grande amor era preciso ter a "insensatez de um coração constantemente apaixonado", porque a Vida embebida na paixão tem outro gosto: as manhãs se revestem de neblina e encanto, os horizontes de cores e esperança, o peito de Luz e gozo. Mas qual seria a receita para se experimentar mais vezes este gosto único? Num livro de crônicas e poesias, Vinicius dá a sua fórmula mágica: fidelidade absoluta, cavalheirismo, dedicação e entrega. 




O poeta carioca, que nunca separou sua existência da sua poesia, compreendia que o coração aberto, a sensibilidade à flor da pele, a delicadeza e a noção exata da preciosidade do amor eram pré-requisitos essenciais para este encantamento. Pois, o mesmo vale para a Vida. Ela precisa dessa paixão por todos seus aspectos, para se tornar inesquecível, palpitante, intensa.
Dizia Vinicius, para que este grande amor aconteça, há de aceitá-la por inteiro. Reconhecer que nela é tão preciosa a lágrima e angústia quanto ao sorriso. Essa atitude é fundamental para um novo apaixonar-se, pois o amor exige exposição ao sofrimento e grande coragem.

Sem tudo aceitar e sem encantar-se com tudo, corre-se o risco de não saborear a Vida. " A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade e de socorro..." 


Diz Vinicius nas páginas do seu livro "Para viver um grande Amor" (Companhia das Letras). "O maior solitário é o que tem medo de amar, de ferir e ferir-se (...). Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em seu torno." Melancólica imagem de quem tem medo de amar. 




Amar a Vida não é de se arrepender é dizer um SIM INCONDICIONAL a exatamente como ela é:
Com sua dose de beleza, natureza e magia tanto quanto sua violência, maldade e angústia. E se um dia nos arrependermos de nossa ousadia, ilusão ou engano, também não haverá problema pois o mundo é assim e está tudo certo.



Um novo dia feliz pra você! 


TIM-TIM!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger