quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

TIM-TIM ANIMAL - A COLUNA DO NOSSO ANIMAL DE ESTIMAÇÃO - Por Neo Cirne

Gostei muito desta matéria postada por Lene DF no Facebook. Procurei a autoria da matéria, e vi que o texto é citado em vários sites, não achei o autor. Mas, fui informado pela amiga MASA-CE que ele pertence a Ramiro Rios. Dou nossos parabéns ao autor e a nossa queridas amigas, Lene DF e Masa CE, que tanto colaboram com este site. Tim-Tim!

"SE O SEU PROFESSOR FOSSE UM CACHORRO...
...aprenderia coisas assim!"


1. Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro. 

2. Nunca perca uma oportunidade de ir passear. 

3. Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto. 

4. Mostre aos outros que estão invadindo o seu território. 




5. Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar. 

6. Corra, pule e brinque todos os dias. 

7. Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem. 

8. Não morda quando um simples rosnado resolve a situação. 





9. Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra 
de uma árvore. 

10. Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo. 

11. Não importa quantas vezes o outro te magoa, não o culpe e nem se sinta culpado...volte e faça as pazes novamente. 

12. Aproveite o prazer de uma longa caminhada. 





13. Se alimente com gosto e entusiasmo. 

14. Coma só o suficiente. 

15. Seja leal. 




16. Nunca pretenda ser o que você não é. 

17. E o MAIS importante de tudo.... 

18. Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar. A verdadeira amizade entende você da maneira que você está e sempre sabe o que fazer para ajudar.






ESTE É O MAIOR AMIGO DA NOSSA REPRESENTANTE DE NITERÓI,
 ANA CRISTINA (DAMA DA LUZ):  



TOB

Mande a foto do seu animalzinho de estimação,

teremos prazer em publicar o seu carinho

e estimação pelos animais.



Tim-Tim!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Mensagem Tim-Tim apresenta Martha Medeiros em "MORRER EM VIDA É FATAL"


Morrer em vida é fatal

(Texto de Martha Medeiros)

Nunca me esqueci de uma senhora que, ao responder por quanto tempo pretendia trabalhar, respondeu com toda a convicção: “Até os 100 anos”. O repórter, provocador, insistiu: “E depois?”. “Ué, depois vou aproveitar a vida”.

É de se comemorar que as pessoas aparentem ter menos idade do que realmente têm e que mantenham a vitalidade e o bom humor intactos – os dois grandes elixires da juventude. No entanto, cedo ou tarde (cada vez mais tarde, aleluia), envelheceremos todos. 


Não escondo que isso me amedronta um pouco. Ainda não cheguei perto da terceira idade, mas chegarei, e às vezes me angustio por antecipação com a dor inevitável de um dia ter que contrapor meu eu de dentro com meu eu de fora.
Rugas, tudo bem. Velhice não é isso, conheço gente enrugada que está saindo da faculdade. 


A velhice tem armadilhas bem mais elaboradas do que vincos em torno dos olhos. Ela pressupõe uma desaceleração gradativa: descer escadas de forma mais cautelosa, ser traída pela memória com mais regularidade, ter o corpo mais flácido, menos frescor nos gestos, os órgãos internos não respondendo com tanta presteza, o fôlego faltando por causa de uma ladeira à toa, ainda que isso nem sempre se cumpra: há muitos homens e mulheres que além de um ótimo aspecto, mantêm uma saúde de pugilista.

A comparação com os pugilistas não é de todo absurda: é de briga mesmo que estamos falando. A briga contra o olhar do outro.

Muitos se queixam da pior das invisibilidades: “Não me olham mais com desejo”. Ouvi uma mulher belíssima dizer isso num programa de tevê, e eu pensei: não pode ser por causa da embalagem, que é tão charmosa. 

Deve estar lhe faltando ousadia, agilidade de pensamento, a mesma gana de viver que tinha aos 30 ou 40. Ela deve estar se boicotando de alguma forma, porque só cuidar da embalagem não adianta, o produto interno é que precisa seguir na validade.

Quem viu o filme Fatal deve lembrar-se do professor sessentão, vivido por Ben Kingsley, que se apaixona por uma linda e jovem aluna (Penélope Cruz) e passa a ter com ela um envolvimento que lhe serve como tubo de oxigênio e ao mesmo tempo o faz confrontar-se com a própria finitude.

No livro que deu origem ao filme (O Animal Agonizante, de Philip Roth), há uma frase que resume essa comovente ansiedade de vida: 

“Nada se aquieta, por mais que a gente envelheça”.

Essa é a ardileza da passagem do tempo: ela não te sossega por dentro da mesma forma que te desgasta por fora. 

O corpo decai com mais ligeireza que o espírito, que, ao contrário, costuma rejuvenescer quando a maturidade se estabelece.

Como compensar as perdas inevitáveis que a idade traz? Usando a cabeça: em vez de lutarmos para não envelhecer, devemos lutar para não emburrecer.



Seguir trabalhando, viajando, lendo, se relacionando, se interessando e se renovando. Porque se emburrecermos, aí sim, não restará mais nada.



TIM-TIM!



Martha Medeiros é uma brilhante escritora, poeta e jornalista gaúcha.


Comentário Tim-Tim!

Achei linda esta mensagem pela delicadeza e objetividade que a grande escritora Martha Medeiros trata os seus artigos. É sempre um prazer publicar um de seus textos. Se você gostou da matéria, comente. Não me deixe com cara de bobo, esperando a sua resposta que nunca vem. Que preguiça danada! Mantenha contato por e-mail, escreva a sua opinião. Já sabem o e-mail, está no site. Terei prazer em responde-los. Um lindo dia e vida longa!


Tim-Tim!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

ESPIRITUALIDADE - Simplifique a sua vida - Por Mel Aitak *

Simplifique a sua vida 
e deixe para trás o que não faz mais parte do seu dia a dia, 
livrando-se das tralhas e entulhos emocionais


Reserve 15 minutos por semana para exercer o desapego. Desapegue-se de situações que não fazem mais sentido e, quem sabe, imagine a carga pesada , desapegue-se de pequenos objetos que estão entulhando a sua casa há tempos. Aquele casaco escondido no fundo do armário, que você não veste há dois invernos, pode ser doado na próxima semana do agasalho. Para isso , siga o exemplo de Jesus - que passou a sua vida terrena, dividindo, partilhando.


Tudo, à nossa volta muda, assim como a gente. O problema é que nem sempre enxergamos essas transformações. Isto acontece porque estamos agarrados às situações, objetos e até pessoas que não têm mais espaço na nossa vida. 
E, aí sem perceber, carregamos ao longo de nossas vidas um peso desnecessário e que atrapalha a nossa evolução espiritual.



Casas com móveis, roupas e eletrodomésticos sem uso ou quebrados geram uma energia de estagnação que compromete, sim, o seu dia a dia. E não é puramente "achismo". Já existem técnicas como a radiestesia (estudo da energia das pessoas e dos objetos), que comprovam isso. Se, além das tralhas, você remói emoções negativas que está gerando pra si e pra sua família. Curta a sua família e o lado bom da vida sem ter a necessidade de carregar as tralhas do passado. Melhore o seu lado espiritual livrando-se do fardo inútil e simplifique a sua vida!

Deixe de entupir a sua vida com entulhos - materiais ou emocionais - e viva como se estivesse só de passagem por aqui.

Não há receita infalível, mas dá para simplificar. Fica uma dica final:


Com amor e vontade de mudar, a trajetória de sua vida ficará mais leve






 *Mel Aitak é mestre em reiki, terapeuta holística e estudiosa dos temas ligados à espiritualidade.




Boa semana!

Tim-Tim!

domingo, 27 de janeiro de 2013

ORAÇÃO DOMINICAL - ORANDO PELA PAZ MUNDIAL - GOUBAV (Grupo de Oração de UBAV)

Irmãos queridos, desejando que a Paz esteja com todos, iniciamos a nossa Oração Dominical. Hoje o GOUBAV irá orar pela tão desejada Paz Mundial, sabemos que ela só será alcançada quando flexibilizarmos os corações de todas as pessoas. Irmãos de todas as raças e credos deverão estar unidos, não permitindo que atitudes negativas como, a ganância, a falta de respeito, a brutalidade, o desamor, a impunidade, a injustiça e a discórdia permeiem suas vidas. Hajam sempre com amor em suas atitudes, abrace seus familiares, beije-os, se estiverem distantes liguem, conversem, troquem palavras doces e de carinho; cumprimentem seus amigos e vizinhos. Demonstrem o seu carinho. Assim, suas caminhadas serão bem mais felizes.

Hoje, dia 27/01, o GOUBAV, irá realizar uma linda oração hindu pela Paz Mundial. Posteriormente, realizaremos as poderosas orações básicas do Pai Nosso e da Ave Maria e terminaremos com um vídeo do YouTube que recomendamos a visualização.

Nossas intenções de Oração, cada um poderá pedir antes da oração do Pai Nosso. Se quiserem energizar um copo com água coloquem-no próximo de vocês e depois das orações, tomem três golinhos e mentalizem um agradecimento a Deus. Durante o dia vá tomando a água aos pouquinhos e pensando nas suas intenções pedidas e digam mentalmente: Eu conseguirei!

Tenham um lindo domingo, com Paz e Amor!

Neo Cirne



ORAÇÃO PELA PAZ MUNDIAL
 (Oração Hindu)

Ó Deus, leva-nos do irreal para o Real.
Ó Deus, leva-nos da escuridão para a luz.
Ó Deus, leva-nos da morte para a imortalidade.
Shanti, Shanti, Shanti a todos.
Ó Senhor Deus Todo-Poderoso que haja paz nas regiões celestiais.
Que haja paz na Terra.
Que as águas sejam apaziguadoras.
Que as ervas sejam nutritivas e que árvores e plantas tragam paz a todos.
Que todos os seres benéficos tragam a paz para nós.
Possa a Lei Védica propagar a Paz por todo o mundo.
Que todas as coisas sejam uma fonte de paz para nós.
E que a tua própria paz conceda a paz a todos.
E que a paz possa vir a mim também.


"TODO O DIA É DIA DE ORAR E CONVERSAR COM DEUS. OUVIR A VOZ DO SEU CORAÇÃO E PERCEBER OS SINAIS QUE O NOSSO PAI CELESTIAL NOS ENVIA. ELE NOS FALA ATRAVÉS DA BÍBLIA, ATRAVÉS DE OUTRAS PESSOAS, DE PEQUENOS GESTOS E ACONTECIMENTOS. PRECISAMOS ESTAR COM O CORAÇÃO ABERTO, LIVRE DE SENTIMENTOS RUINS, PARA PERCEBER MELHOR ESTES SINAIS DIVINOS." (Neo Cirne)


GOUBAV

(GRUPO DE ORAÇÃO DE UBAV)(NÓS ORAMOS AS 10 OU AS 18 HORAS)

Participam de GOUBAV
. Maria Amélia - SP
. Solange - BA
. Evinha - BA
. Neo Cirne - SC
. Lucarol - RJ
. Manuela - MS
. Malú - MG

(Entre você também para este movimento de oração)



PELA SAÚDE
Eliane Menezes de Athaíde Guimarães - SP
Tavinho - Menor internado com Epidermólise bolhosa - SE
Vejam este link:
. Dr. Raimundo Pereira - Médico ortopedista recentemente acidentado - SE
. UBAV-BRASIL pede encarecidamente aos leitores que oremos pela alma dos nossos irmãos, jovens gaúchos, que partiram deste plano de forma tão violenta. Oramos pela saúde de quase 50 pessoas, a maioria em estado grave, que se encontra em tratamento nos hospitais de Sta. Maria-RS. 


PELOS UBAVIANOS E AMIGOS QUE PARTIRAM DESTE PLANO
.Cleres Guimarães (Zica da Mangueira BA) - UBAV
.Suely Pacheco Gomes de Oliveira (Pachecão RJ) - UBAV
.Ana Lúcia Soares Cirne Bastos
.Zilná Olga Soares Cirne Bastos

.ESTAMOS ORANDO POR 232 VÍTIMAS FATAIS DA CIDADE DE SANTA MARIA - RS. 
("Numa boate da cidade de Santa Maria, hoje, dia 27/01, de madrugada, estavam reunidas aproximadamente 4 mil pessoas. Um forte incêndio, que começou durante um show pirotécnico, colheu de surpresa os participantes do evento. Uma perda lastimável para o nosso país.)

PELA MANUTENÇÃO DAS OBRAS SOLIDÁRIAS
UBAV-BRASIL
(Pedimos para que sejam formados novos grupos sociais e que os amigos mantenham contato)

PELA UNIÃO DE TODOS E PAZ UNIVERSAL!
Que diminuam os conflitos. Que prevaleça a honestidade e o entendimento entre as nações.

PEDINDO GRAÇAS
 Para Aprendiz PR

NOSSAS INTENÇÕES PESSOAIS
Aqui você realiza as suas intenções pessoais.





PAI NOSSO



Pai Nosso, que estais no Céu 
Santificado seja o Vosso Nome 
Venha a nós o Vosso Reino 

Seja feita a Vossa Vontade, 
Assim na Terra como no Céu 
O Pão-Nosso de cada dia nos daí hoje 

Perdoai-nos as nossas ofensas 

Assim como nós perdoamos a 

Quem nos tem ofendido 

E não nos deixeis cair em tentação 

Mas livrai-nos do Mal.

Amém!



                                            


AVE MARIA

Ave-Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco
Bendita sois vós entre as mulheres
E Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus

Santa Maria Mãe de Deus,

Rogai por nós os pecadores

Agora e na hora de nossa morte.


 Amém!




VÍDEO



Uma excelente semana a todos vocês!



TIM-TIM!



sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

NEO-DAY - As Feridas do Coração - Por Neo Cirne

NEO-DAY - Mensagem para um novo dia feliz!

   "AS FERIDAS DO CORAÇÃO"


Talvez você já tenha passado pela desagradável experiência de cortar sua mão com uma folha de papel. Um corte pequeno e dolorido, não é? Tão pequeno, mas que incomoda tanto que nos tira os movimentos da mão. Talvez, você já tenha tido a experiência de ferir-se em algum acidente, mais grave... Não importa... Ambas são feridas. Umas mais fáceis de cicatrizar do que outras, mas todas as feridas cicatrizarão se tomarmos cuidado e deixarmos que elas cicatrizem-se naturalmente.


Conheço até pessoas que se machucam, propositalmente. Gente que sente prazer em arrancar roer unhas até sentirem dor; espremem espinhas, ou removem as casquinhas das feridas, retraumatizando a antiga ferida, que assim, custa a cicatrizar. Talvez sintam prazer na dor, ou talvez ainda precisem aprender algo com aquela ferida. Assim, neste mesmo movimento de alongar as dores existem as feridas no coração. Existem umas que são mais simples, fáceis de curar. Outras nem tanto, são maiores, bem mais profundas.
Existem aquelas, que estando quase cicatrizadas, são reabertas e re-traumatizadas pela própria pessoa, aquela história da casquinha, que falei acima... Talvez façam isto para lembrarem-se do que aconteceu com elas e, sem se perdoarem pela perda da emoção, potencializam suas dores. Não param de sofrer. Quem sabe façam isto porque precisem daquele sofrimento para lembrarem onde erraram, pondo tudo a perder. Reavivam as suas culpas e fazem com que os seus corações se machuquem mais.


Sabemos que os sentimentos vem da cabeça, de nossa mente consciente, porém acredita-se que o homem não tenha em seus pensamentos amorosos a participação direta e cúmplice do coração. Sempre foi assim, desde de que o mundo é mundo, põem a culpa no pobre do coração.

A cabeça comete o erro e o coração é quem paga o pato! 

Às vezes qualificamos nosso coração com alguns termos pejorativos. Chamamos o coração de leviano, coração mole, coração de pedra, coração vagabundo, coração bobo, coração solidário, coração festeiro, "coração de Maria vai com as outras" (esta eu nunca entendi...rsrs), coração de "manteiga derretida", enfim, o coração leva a fama, fica triste e adoece com isso, sabiam? A mente ouve o adjetivo e faz o coração assumir o referido comportamento pro resto de sua vida.

Ao coração sobra o lirismo, o brilho e pureza de atitudes, assim observamos que as feridas do coração prendem-se mais a tristeza de um amor não correspondido. Guardadas na mente e não no coração as imagens de um passado feliz nos fazem sofrer. Saibam vocês que as feridas do coração cicatrizam-se também, claro, se deixarmos que cicatrizem naturalmente. Precisamos dar um tempo pra que ele se recupere realmente de todo o desgaste emocional.


Às vezes, é necessário proteger uma ferida aberta no corpo para que ela se recupere mais rapidamente e tratamos logo de cobri-la. E, até mesmo as feridas do coração procuramos cobrir, disfarçar e esquecer, dizendo que o "tempo cura", ou arrumando outro(a) namorado(a) e mesmo sem amar vamos apresentando-o(a) pessoalmente, ou por fotos nas redes sociais, ao seu grupo de amigos. A isto chamamos de "amor estepe", em alusão aos pneus dos carros: Furou? Coloca-se outro. Assim, todos pensarão: Hum! Que legal! Ela(e) superou!, dirão.

Mas será que isto é verdade? Ou apenas deixamos de olhar para a "ferida", esquecendo de cuidá-la. Se for assim ela não cicatrizará, lembram? No íntimo, a pessoa, que sofre verdadeiramente com a dor do amor, saberá que ainda não superou a emoção vivida e que tenta sufocá-la de todas as formas.

Toda relação amorosa cria momentos inesquecíveis. O casal mesmo rompendo seus elos de carinho, no silêncio dos seus quartos, lembrará dos momentos marcantes: Aquele lugar especial pelo qual passaram. Aquela música que marcou a primeira dança. A primeira poesia. O primeiro olhar. A respiração ofegante do primeiro encontro, a face ruborizada, o primeiro beijo.

Assim são as relações afetivas. Quando elas se rompem, estes ícones de carinho, que tanto nos faziam bem, não somem de imediato, ficam ativos, torturando emocionalmente por algum tempo ou por muito tempo. Sabem por que? Porque foram lindos, emocionantes, especiais, marcantes demais...

Para serem esquecidos teremos que adotar a Lei Básica dos Alcoólicos Anônimos? - Não manter contato com o que nos arremessa à condição que nos debilita e deprime. Ao passado saudoso que nos faz dependentes e frágeis. Ficamos vulneráveis a estes saudosos sentimentos antigos, o melhor é deixar o tempo passar. No peito a saudade cativa e pede para permanecer.

Quantos de nossos comportamentos e de nossas angústias são feridas antigas, amontoadas em nosso inconsciente. São deixadas de lado, esquecidas, abandonadas e que jamais foram cuidadas? Por isso permanecem vivas.

Não repita antigos erros e não maltrate mais o seu coração. 

Somente para ilustrar, contarei uma história pra vocês:

"Recordo de um caso em que o amor que uma pessoa sentia por outra, não havia acabado totalmente. Apesar de rompidos os laços do relacionamento e ele estar vivendo um novo romance, os laços da afeição e do carinho pela ex-namorada não estavam totalmente desfeitos. Ele esquivava-se dela e ela escondia-se dele. Passados alguns anos, ele já não lembrava tanto daquele grande amor e ela dedicava-se mais as suas atividades profissionais. Até que um dia, num telefonema dela para ele, na semana da criança, ela anunciou que aproveitaria a folga do feriado prolongado e iria ao seu encontro. Queria vê-lo. Dizia que sentia sua falta, muita saudade e que desejaria retomar a antiga história. 

Ele perdeu a voz... Não sabia o que dizer, ficou tonto. Sabia que aquela emoção lhe doía ao peito. Aquela era a possibilidade que sonhou por muito tempo, pois aquela mulher havia sido o grande amor de sua vida e um grande amor não se esquece facilmente. A ferida ainda estava aberta, cicatrizando. Encantou-se com a possibilidade, pois sentia o reviver daquela grande paixão. Era uma ferida ativa sim, daquelas que o tempo não tinha conseguido curar.

Eu, ao ouvir o seu relato, recomendei-lhe, prudência, pois o destino estava pondo-o à uma dura prova. Falei-lhe de controlar a respiração e a emoção. Agir com sabedoria e não se deixar levar facilmente nesta grande onda emocional.  

 Assim, ele esperou que ela fizesse o movimento, aguardou o encontro... Que não se consumou. Talvez por medo dela ou dele de reabrirem o peito e curarem seus corações, preferiram ficar com as suas feridas do coração abertas. Uma pena, não rolou. 


Este foi o caso de um cliente que me adotou como seu amigo-confidente. Ele dizia que sentia-se melhor quando desabafava comigo. Acho que quase todo dentista tem um pouco de analista. Chegava a marcar hora no meu consultório odontológico e dizia: - Não se preocupe doutor pagarei sua hora clínica. Eu me sinto tão bem quando venho aqui que é como se estivesse consultando com meu analista. E completava que saber ouvir era uma das minhas virtudes. 
Não sei se isto é verdade, mas eu gostava de saber que meus clientes sentiam-se bem depois de conversarem comigo. Um papo amigo sempre vai muito bem. Evidente que não cobrei a consulta ao cliente-amigo. 
Tinha prazer em ouvi-lo e ajudá-lo. Saber que os pacientes abriam seus corações comigo, revelando o que tinham de mais puro e pessoal, era uma prova de que eu era merecedor de confiança. Sempre prezei a ética e em 35 anos de odontologia ouvi muitas histórias... Foi uma experiência incrível! 




Pensava o meu cliente: 
Preciso curar meu coração, por mais que eu a ame, as relações depois de rompidas deixam sequelas que dificultam até as relações futuras. E negando-se a sofrer mais destruindo seu relacionamento atual, preferiu seguir sua vida de forma mais racional do que emocional, tentando esquecer a ex-mulher amada. Porém, nunca conseguiu deixar de lado a lembrança dos maravilhosos momentos vividos ao lado dela.  


Se você que está lendo este Neo-Day e já passou por dor, semelhante a esta, de um Coração Ferido, pare e pense um pouco. Se realmente você acredita que não existe tratamento para estes casos, saiba que... Ele existe! É através de uma maneira simples, da prática da Respiração Profunda e Equilibrada. Ferramenta básica da Hipinose Moderna e de técnicas de meditação, como o IOGA.





UMA FORMA DE TRATAR A FERIDA DO CORAÇÃO

Procure um lugar tranquilo feche os seus olhos e preste atenção à sua respiração...Respire calma e profundamente umas 10 vezes seguidas e depois vá diminuindo a amplitude e deixando o seu coração ditar o ritmo. Desapegue-se mentalmente das coisas que lhe incomodam e saiba que o ar inspirado fará uma limpeza geral no seu organismo. Pense no seu corpo como um todo. Converse mentalmente com os seus órgãos e membros. Dê-lhes vida, afinal você os conhece bem (desde que nasceu). Conheça-se e valorize-se! 

Enquanto você respira profunda e pausadamente, pense de maneira positiva no sucesso da cura do seu emocional e deixe que o oxigênio inalado irá cuidando de suas feridas. Ele cuidará primeiro das feridas mais recentes... Depois, das mais antigas... Enfim, cuidará de todas. 
Crie uma imagem de uma bolha azul envolvendo seu corpo e as pessoas que direta ou indiretamente sejam responsáveis por aquela "ferida cordial"
Mentalize o perdão e o bem. Pense na sua angústia como um escravo que você mantém vivo e sobre o seu domínio, diga-lhe: Você não pertence mais a mim e eu te liberto. 

Vá sentindo que todas as feridas estão se cicatrizando. Perceba que é possível deixar o ar percorrer todo o seu corpo e ir limpando saudavelmente, confortavelmente curando.

Repita esta técnica duas, três, quantas vezes forem necessárias, pois, não esqueçam: todas as feridas cicatrizam se as deixarmos cicatrizar, até as feridas do coração. 

Sempre é possível olhar para uma cicatriz, ou lembrança do passado de algo que já está curado e lembrar sem dor daquele episódio, que foi tão difícil em sua vida e hoje pouco ou nada representa.




Assim seguimos nós, caminhando nesta Estrada da Vida, pensando positivamente em busca de um Novo Dia (Neo-Day) cheio de esperanças e boas lembranças, sem ter de carregar a dor das feridas do passado e sim as boas lembranças de um processo evolutivo!

Este é um método citado, é uma simples atitude de auto-hipnose. Ele funciona com a sua visualização e imaginação. Sem mistérios e muito eficaz. Este método pode resolver qualquer ferida no corpo e no coração. Está muito próximo dos conceitos de auto-sugestão, que comprovadamente dão certo. Você deve fazê-lo com muito boa vontade e perdão a si mesmo e as pessoas envolvidas naquela dor. 

Se você, neste momento de interiorização, estiver acompanhado por um bom profissional da área de psicologia com especialização em hipnose, será bem melhor e eficaz. Porém, se fizer sozinho(a) dará certo também. Boa caminhada!



E diga sempre assim: 

NO MEU CORAÇÃO TINHA UMA FERIDA... 
ELA NÃO EXISTE MAIS!  




Acredite nesta mensagem, bola pra frente e seja feliz!  


Tim-Tim!


NEO CIRNE

Colunista e coordenador
de
UABV-BRASIL

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

MENSAGEM DE OTIMISMO - SOLTE A PANELA - Por Luciana RJ


Olá amigos, bom dia! Com prazer encaminho a vocês a história que recebi de minha filha, Luciana Cirne. Achei muito interessante o valor da mensagem. Espero que seja muito útil e um exemplo àquelas pessoas que não conseguem soltar a panela quente de suas vidas. Agradeço o envio. 




Solte a Panela


Certa vez, um urso faminto perambulava pela floresta em busca de alimento.
A época era de escassez, porém, seu faro aguçado sentiu o cheiro de comida e o conduziu a um acampamento de caçadores.
Ao chegar lá, o urso, percebendo que o acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida.
Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo.
Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo.
Na verdade, era o calor da tina…
Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava.
O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida.
Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo.
Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu Corpo e mais alto ainda rugia.
Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida.
O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu Imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.
Quando terminei de ouvir esta história de um mestre, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes.
Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes.
Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento e de desespero.
Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.
Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece salvação vai lhe dar condições de prosseguir.
Tenha a coragem e a visão que o urso não teve.
Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder e doer.

Solte a panela!



Comentário do Neo:
A própria história contada já aponta o caminho para uma vida melhor. Às vezes carregamos uma panela quente por muitos anos, revelando uma grande incapacidade de largar o que nos incomoda e recomeçar. Podemos até tentar levar uma situação complicada por algum tempo, mas não por todo tempo. 
No caso dos relacionamentos, se houver amor, vale tentar e encontrar soluções comuns para que a emoção amorosa não se torne uma panela quente. Em qualquer outra circunstância, mesmo que lhe doa um pouco... Solte a panela, MESMO! 



DESAPEGO É A PALAVRA!

Tim-Tim!

domingo, 13 de janeiro de 2013

AGRADECIMENTO A UM ELOGIO DE PARTICIPANTE - Por Neo Cirne


Queridos amigos, não temos o hábito de publicar os elogios que tenho recebido ao longo desta caminhada pelas matérias colocadas no site. Às vezes faço uma homenagem, escrevo um artigo, faço uma citação positiva, divulgo uma intenção de oração, mas nunca espero receber nenhum comentário de volta, pois sei bem que poucas pessoas tem o hábito de agradecer uma gentileza ou uma atenção.
Desta vez, abro uma exceção por saber que a emoção contida  no e-mail agradecido é verdadeira. Vejam:



Neo, meu querido amigo.

É com profunda emoção e lágrimas nos olhos que acabo de fazer pelo site a "ORAÇÃO DOMINICAL". Muito obrigada pelo momento iluminado e de muita fé que nos proporciona com palavras simples, verdadeiras e claras. Agradeço de coração a citação do nome  de minha querida cunhada para a roda de orações,o que demonstra a delicadeza, o amor, o respeito ao próximo e o profundo senso de solidariedade que fazem parte de sua alma e do seu ser.

Espero que aprecie essa linda mensagem de Chico Xavier que lhe envio. Saiba que você é o mais fiel exemplo de um ser "eterno aprendiz na escola da vida", possuidor já avançado de "sabedoria superior", pronto para aliviar as dores dos seus irmãos, doar-se sem saber a quem, disseminando a solidariedade e espalhando o amor.
Muito obrigada por fazer parte de minha vida, ser meu amigo e de minha família.
Fique com Deus! Um lindo domingo para você.

Deixo-lhe um forte abraço.
Maria Amélia.  




PALAVRA DE AGRADECIMENTO
Agradeço imensamente as suas palavras Maria Amélia, creia que eu me sinto honrado com a sua presença no projeto há mais de cinco anos. Ter participantes de sua categoria fazem-me acreditar na qualidade da proposta solidária de UBAV-BR. Convido-lhe a ingressar em nosso pequeno (mas forte) Grupo de Oração Um Brinde À Vida - (GOUBAV). Nos reunimos em oração, preferencialmente, entre 10 h e 10:30 h todos os domingos, ou na impossibilidade de realizar a oração pela manhã, indicamos o horário da 18 horas. 

Assim aumentaremos esta corrente de luz e amor que potencializamos com a Oração Dominical. Desejamos melhoras para sua cunhada, que Deus a proteja e ajude-a em sua recuperação. 

Com carinho agradecemos muito a você este momento e a partir de 15 de Janeiro, o prazer será maior , pois a sua filha querida, Lívia Gussen, estreará a esperada Coluna Caleidoscópio.

Abraços

Neo Cirne


Tim-Tim! 

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger