quinta-feira, 4 de outubro de 2012

"TAL PAI...TAL FILHO" - PAIS PRESENTES - Por Sueli Santos




PAIS PRESENTES

O tempo e o amor são os melhores investimentos que vocês fazem pelos seus filhos, o resto  é consequência.

UMA DURA REFLEXÃO PARA QUEM TEM FILHOS... OU DESEJA TÊ-LOS.

Uma amiga do meu filho, pulou do  8º andar do prédio  onde morava. Tinha acabado de almoçar, estava com o uniforme da escola, e a mochila nas costas, o  que  indicava que iria retornar ao colégio, pois nas quartas e sextas eles têm  aula o dia todo. Foi um choque para todos os colegas!

Aí vem a pergunta: Por quê?
Ela possuía apenas 15 anos. Que problemas  uma menina de 15 anos pode ter?

Fiz esta pergunta ao meu filho, e a  resposta me deixou chocada... Ele me disse: Mãe, eu acho que era falta de colo!
Questionei: Como assim?
E ele me disse:
Hoje em dia, os pais  trabalham praticamente o dia todo, sempre com a mesma desculpa de que querem  dar aos filhos tudo aquilo que nunca tiveram e, na maioria das vezes, eles  estão conseguindo. Eles estão dando um estudo no melhor colégio, cursos de  idiomas, dinheiro pra gastar no shopping, um  computador  de última geração pro filho ficar enfiado em casa durante o   pouco  tempo livre que sobra, roupas,  tênis, celular, tudo muito caro, etc... E  sempre cobrando  da gente boas notas, pois estão investindo muito...
Não era melhor então ter comprado  ações, depositado na poupança, ou sei lá  onde?

Na maioria das vezes, os pais não têm  mais tempo para os filhos, não conversam mais, não fazem um carinho...  Quando a gente chega em casa, o que  mais quer é o colo da  mãe quando vai mal nas provas, ou quando acontece  alguma  coisa ruim.

Por que você acha que hoje os adolescentes são quase todos revoltados?
Na maioria das vezes, eles estão  querendo chamar a atenção, ser notados, só que no lugar errado e de forma  errada: na rua e com violência.

Espero que a morte desta menina não tenha  sido em vão, pois quem sabe desta forma muitos pais vão repensar suas  atitudes para com seus filhos!

Não somos máquinas, não somos todos  iguais. Não é porque o filho da vizinha  tira só dez que  todos nós vamos tirar 10...Talvez, nem todos nós queiramos falar inglês!

Depois de me falar tudo isso em prantos, ele me abraçou e disse, olhando nos  meus olhos:

- Mãe, obrigado por você estar tão  presente em minha vida, por eu poder contar sempre com você nos bons e nos  maus momentos.

Obrigado, também, pelas broncas, pois sei que mereço, exclamou.


Tim-Tim!



POR QUE ESCREVI ESTA MENSAGEM?

Escrevi pois compreendo que hoje em dia, as mães  trabalham fora para ajudar no orçamento da casa e para se justificar, ou se desculpar de que querem  dar aos filhos tudo aquilo  que nunca tiveram. Estão dando um estudo no melhor colégio, cursos de  idiomas, dinheiro pra gastar no shopping, um  computador  de última geração pro filho ficar enfiado em casa durante o  pouco  tempo livre que lhes sobram, roupas,  tênis, celular, tudo muito caro, etc... Mas isso não substitui a presença dos pais em casa, acompanhando o crescimento dos filhos.
Sei que a realidade dos tempos atuais é bem diferente do passado, mas devemos prestar atenção na qualidade do tempo que dispendemos aos nossos filhos.

Tim-Tim

 Sueli - Lika BH

OBSERVAÇÃO: COMO ATUAL REPRESENTANTE DO PROJETO UBAV EM MINAS GERAIS, SOLICITO AOS MEUS QUERIDOS CONTERRÂNEOS QUE GOSTAM DESTA OBRA QUE ENVIEM SEUS E-MAILS PARA QUE EU POSSA ENTRAR EM CONTATO COM VOCÊS PARA AGENDARMOS BONITAS AÇÕES EM BELO HORIZONTE OU NAS CIDADES VIZINHAS. VOCÊS PODERÃO ENCAMINHAR SUAS MENSAGENS PARA O MEU BLOG www.terapeutasistemica.blogspot.com OU ENTRANDO EM CONTATO COM UBAV-BRASIL, A COORDENAÇÃO ME ENCAMINHARÁ A SUA MENSAGEM. UM ABRAÇO A TODOS! 




Sueli Pereira dos Santos
CRT 25.188

Terapeuta Sistêmica (Familia, individual e casal) – Psicopedagoga clínica – Letras - Psicomotricidade e Desenvolvimento Humano – Distúrbios/Transtornos de Aprendizagem – Aprendizagem e Psicopedagogia - Bioenergia - Dinâmicas de Grupo - Educação e Psicologia Social/clinica – Leitura corporal 

VOCÊ MERECE SER FELIZ? mensagem do dia - Neo Cirne


Bom dia amigos, li esta matéria que fala de FELICIDADE e achei muito interessante socializar com vocês, leitores de UBAV, desconheço a autoria mas parabenizo o autor. 
Falando em Felicidade... Estamos imensamente felizes com o aumento dos acessos de nosso site, parece que desta vez os nossos amigos queridos ouviram nossos pedidos de acessarem e divulgarem esta obra tão bonita. Só está faltando você organizar o seu grupo social em sua cidade e deixar que o ajudemos a executar uma boa ação. É maravilhoso poder levar felicidade a alguém que necessita muito de um sorriso amigo. UBAV é um excelente caminho para conhecer pessoas legais, fazer amigos leais e construir um mundo mais feliz. Tim-Tim!



VOCÊ MERECE SER FELIZ?


EVIDENTE QUE SIM!

Todos nós sonhamos na vida. Imaginamos e desejamos algo melhor do que a situação atual. Cada um tem a sua meta especial, uma nova profissão, status no emprego, viver em outra cidade, encontrar um grande amor…
Muitas vezes há o desejo e o esforço para se chegar lá, mas na hora tão esperada de conseguir o que se quer, o inusitado acontece e a oportunidade escorre entre os dedos. 

Sabe aquelas situações em que sempre algo dá errado exatamente quando a chance aparece? Quem não conhece alguém que se atrasou justamente para uma entrevista importante de emprego ou se sentiu mal logo no dia de um esperado encontro romântico?
Porque será que isso acontece? Destino? Ou será que alguma questão psicológica boicota a pessoa na realização dos seus sonhos? Você de alguma forma se identifica com isso?
A ansiedade elevada na véspera de conseguirmos algo muito desejado é natural, ela pode nos paralisar momentaneamente e é importante nos darmos conta e aprendermos a lidar com isso.

O problema surge quando se torna um padrão, se repetindo em situações semelhantes e impedindo a pessoa de alcançar seus objetivos. O sujeito se encontra sempre na posição de sonhador e quando há uma possibilidade real de mudança, ou seja, de se tornar um realizador, algo acontece que o coloca novamente na posição anterior.
Fatores externos podem acontecer, mas do ponto de vista psicológico a pessoa pode estar se boicotando e não perceber isso claramente.

Porque isso acontece?

Muitas vezes os comportamentos de boicote pessoal estão fundamentados na baixa autoestima e nas crenças construídas decorrente disso. Por algum motivo, como por exemplo, experiências anteriores ruins ou críticas recebidas em excesso, a pessoa no fundo não acredita no seu potencial e que merece aquilo que tanto deseja. Isso não é um pensamento claro, mas está ali na espreita e pode se apresentar na forma de ideias pessimistas do tipo “não vai dar certo mesmo”. Quando isso acontece a pessoa, muitas vezes sem perceber, se desvia daquilo que deseja, não enxerga as oportunidades ou não consegue aproveitá-las.

Outra possibilidade de boicote é quando a pessoa já entra em situações com grandes chances de insucesso, o que reforça ainda mais a crença construída. É o caso de mulheres que geralmente se envolvem com homens comprometidos e esperam que a história de amor dê certo. O que normalmente acontece é a mulher se frustrar e reforçar a sua crença equivocada de que um bom amor não é uma possibilidade real para sua vida.

Como mudar?

Nesse processo de mudança é fundamental o autoconhecimento. A terapia é o mais indicado para esses casos de constantes boicotes, pois ajudam a pessoa a olhar para os seus “fantasmas” e entender como eles interferem na sua vida. Só a partir disso é possível desconstruir falsas crenças e fazer as verdadeiras mudanças para uma existência melhor.
À medida que nos conhecemos temos a oportunidade de entrar em harmonia com os nossos desejos e finalmente nos permitir o sucesso, nos libertando de crenças que nos aprisionam e ganhando mais autonomia sobre a nossa vida.


OBRIGADO AMIGOS!

TIM-TIM!

Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger