"UBAV-BRASIL"
"Desde 20 de julho de 2006 fazendo o Bem"

FRASE DO DIA

(01/08)

MUDANÇA

"A sua vida muda quando você muda”

(Roberto Shinyashiki)

Tim-Tim!

"PROMOÇÃO MEU LIVRO DE CABECEIRA" - EM AGOSTO DESTACAMOS: Aprendendo a gostar de si mesmo (Louise Hay) e A vida secreta das abelhas (Sue Monk Kidd)


Olá amigos estamos de volta com mais uma promoção de incentivo à leitura. Este mês estamos indicando dois títulos, vamos participar? 
Para ganhar um destes livros basta indicar o título preferido e enviar um e-mail para o nosso endereço eletrônico: umbrindeavida@yahoo.com.br. Mande apenas o seu nome, endereço e um telefone de contato para que possamos enviar o seu brinde. Sua participação é grátis e é uma oferta do setor cultural de UBAV-Brasil.


Aprendendo a gostar de si mesmo 

Um livro especial que acompanha um CD, ele foi escrito pela Louise Hay e editado pela Sextante. É uma grande dica para quem está precisando de uma forcinha para equilibrar suas emoções.


O segundo livro do mês é:

A Vida Secreta das Abelhas

Um livo muito interessante que garanto que você gostará muito. Ele está enquadrado na categoria "romance estrangeiro" foi escrito por Sue Monk Kidd e editado pela Paralela. É um bom livro para esquentar o coração.


Bem, meus amigos, agora é com vocês. Aquele que quiser ganhar um destes dois títulos deverá escrever para o Projeto Um Brinde À Vida e escolher o seu título preferido. Você pode enviar a partir de agora, dia 01 de agosto até as 24 horas de amanhã, dia 02.

Havendo mais de um interessado, faremos um sorteio no domingo e anunciaremos ainda pela manhã, logo após a publicação da Oração Dominical.

Tim-Tim!


Neo Cirne
Coordenador

"LIRA POÉTICA" - AGOSTO, MÊS DOS VENTOS FORTES - - CAIO FERNANDO DE ABREU - Coluna de Neo Cirne e Odara Braun


Enfim, meus amigos chegou o Mês de Agosto, um tempo que significa uma retomada da vida a fim de concluirmos o Ciclo Anual, seria numa linguagem esportiva, o início da reta final, 153 dias nos afastam do próximo ano e a importância deste mês está na semeadura das nossas atitudes. Semeamos agora, no inverno, para colhermos em pleno verão. O Mês de Agosto era chamado por mês do desgosto, aqui no Brasil, por causa de alguns acontecimentos políticos que marcaram a nossa história, um deles foi a morte do presidente Getúlio Vargas, muito querido por boa parte da classe trabalhadora, pois conseguiu em seu governo estabelecer muitas garantias ao trabalhador. Ele suicidou-se no dia 24 de agosto, daí seus correligionários chamarem o Mês de Agosto de Mês do Desgosto. Eu, particularmente, adoro este Mês de Agosto, as minhas maiores vitórias aconteceram neste mês, mas cada um tem sua opinião, não é verdade?




Para falar um pouco mais de Agosto, a nossa Lira Poética, traz pra vocês a mensagem de Caio Fernando de Abreu, "Agosto, mês de ventos fortes", vamos apreciar? 




Agosto, “mês de ventos fortes”, é um dos mais especiais do ano. Ainda assim, em torno dele se formaram muitas superstições, de tal sorte que o oitavo mês do ano é hoje rodeado de muito folclore. Quanta infâmia! Tanta coisa especial envolve esse mês… Quantas pessoas especialíssimas, leoninas e virginianas, têm neste mês o seu feliz natalício… Quantas coisas importantes aconteceram neste mês, tais como: o primeiro homem foi eletrocutado numa cadeira elétrica; o suicídio de Getúlio; a morte de Juscelino; a renúncia de Jânio; a renúncia de Nixon à presidência dos Estados Unidos… Gente, quanta injustiça com o mês do imperador Augusto! Só pode ser inveja ou despeito! Seja como for, se você é desses (ou dessas) que vive injuriando este mês, segue abaixo uma genial crônica de Caio Fernando Abreu, com algumas sugestões para você atravessá-lo. :)

Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada paciência e fé. Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro — e também certa não-fé, para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco. É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data. Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. Este é um ponto importante: ir, sobretudo, em frente.

Para atravessar agosto também é necessário reaprender a dormir, dormir muito, com gosto, sem comprimidos, de preferência também sem sonhos. São incontroláveis os sonhos de agosto: se bons, deixam a vontade impossível de morar neles, se maus, fica a suspeita de sinistros angúrios, premonições. Armazenar víveres, como às vésperas de um furacão anunciado, mas víveres espirituais, intelectuais, e sem muito critério de qualidade. Muitos vídeos de chanchadas da Atlântida a Bergman; muitos CDs, de Mozart a Sula Miranda; muitos livros, de Nietzche a Sidney Sheldon. Controle remoto na mão e dezenas de canais a cabo ajudam bem: qualquer problema, real ou não, dê um zap na telinha e filosoficamente considere, vagamente onipotente, que isso também passará. Zaps mentais, emocionais, psicológicos, não só eletrônicos, são fundamentais para atravessar agostos.

Claro que falo em agostos burgueses, de médio ou alto poder aquisitivo. Não me critiquem por isso, angústias agostianas são mesmo coisa de gente assim, meio fresca que nem nós. Para quem toma trem de subúrbio às cinco da manhã todo dia, pouca diferença faz abril, dezembro ou, justamente, agosto. Angústia agostiana é coisa cultural, sim. E econômica. Mas pobres ou ricos, há conselhos – ou precauções — úteis a todos. O mais difícil: evitar a cara de Fernando Henrique Cardoso em foto ou vídeo, sobretudo se estiver se pavoneando com um daqueles chapéus de desfile a fantasia categoria originalidade… Esquecê-lo tão completamente quanto possível (santo ZAP!): FHC agrava agosto, e isso é tão grave que vou mudar de assunto já.

Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se a vida não deu, ou ele partiu — sem o menor pudor, invente um. Pode ser Natália Lage, Antônio Banderas, Sharon Stone, Robocop, o carteiro, a caixa do banco, o seu dentista. Remoto ou acessível, que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto, viajar por ilhas do Pacífico Sul, Grécia, Cancún ou Miami, ao gosto do freguês. Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros, juras, projetos, abraços no convés à lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados.

Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se, e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques — tudo isso ajuda a atravessar agosto. Controlar o excesso de informações para que as desgraças sociais ou pessoais não dêem a impressão de serem maiores do que são. Esquecer o Zaire, a ex-Iugoslávia, passar por cima das páginas policiais. Aprender decoração, jardinagem, ikebana, a arte das bandejas de asas de borboletas — coisas assim são eficientíssimas, pouco me importa ser acusado de alienação. É isso mesmo, evasão, escapismos, explícitos.

Mas para atravessar agosto, pensei agora, é preciso principalmente não se deter de mais no tema. Mudar de assunto, digitar rápido o ponto final, sinto muito perdoe o mau jeito, assim, veja, bruto e seco.







Caio Fernando de Abreu

Caio Fernando Loureiro de Abreu (Santiago, 12 de setembro de 1948  Porto Alegre, 25 de fevereiro de 1996) foi um jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro


(Esta mensagem é uma reapresentação. Foi publicada no dia 01 de agosto de 2013)
- Possui mais de 500 visualizações -


Tim-Tim!

"A PLAYLIST TIM-TIM" (SUA OPÇÃO MUSICAL DE AGOSTO) - COMENTÁRIO DA COORDENAÇÃO - Por Neo Cirne

Olá amigos, estamos colocando no ar a nossa Playlist de Agosto, e desta vez vocês observarão que ela terá três fases especiais. A primeira etapa, que estará no ar até dia 10 de agosto, será um grande abraço musical nos milhares de amigos que residem no exterior e acessam UBAV-Brasil. 

Nós, moradores do continente sul-americano, não temos muito acesso às músicas orientais. Do Japão, por exemplo, gostamos da cultura em geral, dos sabores da cozinha japonesa, mas ao cardápio musical nós não temos acesso, ainda não tivemos o prazer de degustar seus sons, fazendo com que nos acostumemos com suas músicas. Tenho certeza que elas têm muita qualidade, porém, assim como nos acostumamos a comer salmão cru, a música também será apreciada, mas de forma gradual, desde que sejam divulgadas e tocadas nas rádios do nosso país.


Nesta primeira listagem selecionamos, músicas americanas cantadas e instrumental, seguidas por músicas italianas que marcaram época. Seguiremos homenageando a Argentina, com três tangos clássicos, sendo que o último é o Tango de Gardel "Por Una Cabeza", imortalizado nos filmes de Hollywood, como o "Perfume de Mulher", estrelado por Al Pacino, que interpretava um tenente-coronel cego, que numa cena mágica, dança o tango "Por Una Cabeza" com a jovem Gabrielle Anwar, que aguardava a chegada do namorado. 


Um filme inesquecível! 

Nossa sequência musical segue lembrando os países que mais acessam o nosso site, ela lembra Portugal com dois lindos fados interpretados por Ana Moura (Loucura) e Amália Rodrigues (Uma casa portuguesa); a seguir vem a França com a música "She" na voz maravilhosa de Charles Aznavour; 




Inglaterra é representada pelos Beatles em Yesterday e Simply Red com Stars. 






Depois seguem-se o México com La Bamba, interpretado pelo Gipsy King, o Paraguai com Recuerdos de Ypacarai na bonita voz de Julio Iglesias cantando em português este clássico paraguaio. Finalizamos fazendo uma homenagem a todos os países árabes, com a música El Arbi, interpretada por khaled.


Finalmente, chegamos às músicas brasileiras e destacamos um dos maiores compositores brasileiros, Ari Barroso com duas canções: "Isto aqui o que é" cantada por Caetano Veloso e "Aquarela do Brasil" eternizada na voz de Gal Costa.

Como de praxe, nossas playlists são finalizadas com duas homenagens especiais, o "Rancho de Amor à Ilha" em homenagem a Florianópolis, onde residimos e a marchinha-hino "Cidade Maravilhosa", em homenagem a cidade onde nascemos e que tanto orgulho temos.



PENSAM QUE ACABOU O COMENTÁRIO? NÃO!!! 

Preciso dizer que a playlist atual ficará no ar até o dia 10 de agosto. Teremos mais duas playlists em agosto, de 11 até 20 faremos uma homenagem ao Rock Brasileiro, inúmeras canções, mais de 30, desfilarão pra você ouvir com carinho e lembrar de músicas inesquecíveis de grandes bandas e cantores. Teremos a presença do som dos Paralamas, do Legião, Skank, Ira, Nenhum de nós, Charlie Brown Jr, Nação Zumbi, Blitz, Raimundos, CPM22, Inimigos do Rei, Lenine, Rita Lee, Cássia Eller e a participação de parte da Turma da Jovem Guarda... Gente! Será uma seleção inesquecível! Durante 10 dias ela estará no ar para o nosso enlevo... Tem gente que até nem gosta de rocks e baladas, mas com certeza lembrará com carinho desta seleção que guardamos pra vocês. Será um presente na "Semana dos Pais", principalmente aos que tiveram o prazer de viver os anos 70/80/90 onde a música dos grandes conjuntos arrastava milhões de fãs.  

Finalizando, de 21 até o dia 31, depois do agito, teremos uma seleção de músicas mais suaves e clássicas recheadas de grandes cantores e orquestras maravilhosas. 




Espero que apreciem as nossas seleções musicais, elas são feitas com muito carinho e critério, para tornar ainda mais agradável os minutos que vocês curtem o nosso trabalho social. Você pode abrir uma aba e continuar navegando sem perder o nosso som. Valeu? 

Este é o mês da solidariedade, que tal fazer uma boa ação e divulgar no nosso site? A sua iniciativa, por menor que seja, ganhará o mundo e servirá de exemplo para muitos. O mundo sem solidariedade, respeito a natureza e amor ao próximo está com os dias contados. Vamos fazer um mundo melhor? O futuro está em nossas mãos... Faça o mínimo... Mas, faça algo de bom!

Obrigado pela atenção e um beijo no coração dos amigos, principalmente dos Papais, que este mês serão lembrados. Se quiserem comentar, enviem um e-mail para o nosso e-mail: umbrindeavida@yahoo.com.br que teremos prazer em entrar em contato.



Bom dia a todos!


Tim-Tim!


Neo Cirne
Coordenador
de
UBAV-Brasil




"PALAVRAS ILUMINADAS" - (QUINTA-31/01) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega OFMcap



Bom Dia!
Termina o mês sete... Obrigado, Senhor, pelo mês de julho!


“É impossível viver sem ter falhado em alguma coisa. A menos que você viva tão cuidadosamente que não tenha vivido nada.”
 (J.K.Rowling)


Tomara que não, mas deve ter gente achando que nunca errou na vida. Por isso, coloca-se acima dos demais. Está sempre pronto a ensinar. Se o humano não cometesse erros, a humildade não existiria e o aprendizado seria vazio.

Evidente que para errar não há necessidade de ensaios. É algo um tanto natural. Quanto maior a distração, maior o número de erros. A vida é feita de acertos, muitos acertos. Mas a vida comporta erros, também. A partir das falhas, o aprendizado acontece, a interioridade humana amadurece. Focar os acertos é algo significativo. Admitir possíveis erros é ser normal. Como faz bem entender de vida!

Aos poucos, os olhos começam a perceber a clareza daquilo que é natural. A humildade não pode estar distante do cotidiano. Pois quem é humilde admite erros, assume as falhas, se necessário, pede perdão. Quanto tempo gasto tentando achar os culpados. Todos têm uma parcela de culpa. Quando não se faz nada de errado, acaba-se errando por não ter feito nada. Muitos se omitem por medo de errar. Já estão cometendo um erro: a omissão!

Sejamos capazes de admitir possíveis falhas, enquanto se busca incansavelmente acertar. Afinal, é preciso viver tudo o que compete à vida. Porém, fica proibido não aprender com os erros. Que cada momento seja uma lição que jamais será esquecida!


Bênçãos! Paz e Bem! Santa Alegria! Abraços!




Frei Jaime Bettega é pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus, através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas, sábados e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

Frei Jaime Bettega OFMcap

"CRIANDO MENINOS, livro de Steve Biddulph" - PARTE FINAL - Aspectos da orientação dos filhos - (Indicação literária)

“Criando Meninos”
- Parte Final -

 (Steve Biddulph)

Dando continuidade a abordagem do livro "Criando Meninos", escrito por Steve Biddulph, editado pela “Editora Fundamento”, faremos a abordagem final de um de seus capítulos que julgo ser de grande interesse para quem cuida, zela e cria meninos. Steve fala com muita propriedade a maneira correta de observar, orientar os filhos para torná-los homens equilibrados e felizes. Este livro é um best-seller na Inglaterra, França, Brasil e Austrália.

Voltamos a dizer que não existe uma regra específica para tornar ninguém absolutamente feliz, mas podemos criar meios, entender as necessidades, observar a evolução e mostrar caminhos saudáveis para que nossos filhos possam alcançar a felicidade.

Selecionei um trecho do livro para mostrar a vocês e ele fala de um tema polêmico:

A apresentação desta matéria foi feita em duas partes. 
Parte I) Vimos na primeira matéria que a abordagem a diferença entre os cérebros das meninas e meninos. Atitudes e consequências.

Parte II, o enfoque será: 

a) O PAPEL DA MÃE
b) A BAGAGEM QUE A MÃE TRAZ 
c) COMO CUIDAR DO NOSSO BEBÊ MENINO
d) O VALOR ESSENCIAL DO SEXO - Como orientá-los sexualmente e não permitir que a "rua" os eduque, trazendo a inconsequência e a dor. Devemos conversar com eles desde pequenos sobre este tema polêmico para que nossos filhos não sofram no futuro.
.  
Boa leitura!

Neo Cirne

A) O PAPEL DA MÃE

Lembra-se daquele momento em que segurou o seu bebê recém-nascido nos braços e pela primeira vez pode olhar o seu rostinho e o seu corpo?
Para a mãe, ás vezes demora um pouco até conseguir compreender que tem um filho, um menino - um corpo masculino que saiu do seu corpo de mulher. Ela se sente confusa ou mesmo surpresa ao perceber que criou um ser do sexo masculino dentro de si. 

A maioria das mulheres diz que se sente mais à vontade com uma filha. Elas percebem que, intuitivamente, vão saber o que fazer com ela. Mas um menino! Depois do nascimento de um filho, não são poucas mulheres que exclamam com horror: "Eu não sei o que fazer com um menino!". Por mais que a lógica da mulher diga que ela é bem preparada, a resposta emocional é "Meu Deus! Este é um território desconhecido!"




B) A BAGAGEM QUE A MÃE TRAZ

Desde o início, a história "masculina" que a mulher traz consigo afeta seu jeito de ser mãe. Talvez desnecessariamente, muita gente dá grande importância ao sexo do bebê. Toda vez que a mãe ouve o seu bebe chorar, olha pra ele ou troca a sua fralda, ela se lembra de que ele é um menino. Então, tudo que para ela significa "ser homem" vem à tona. 




A mulher se lembra do pai e de sua relação com ele. Ela tem a experiência de conviver com irmãos, primos e colegas da escola; lembra-se de todos os namorados, professores, patrões, médicos, sacerdotes, colegas de trabalho e amigos. Juntos, eles tecem a "história masculina" dela, que determina sua atitude para com aquele inocente bebezinho!

Suas ideias de "como os homens são", "como os homens me trataram" e "em que eu gostaria que os homens fossem diferentes" começam a afetar seu modo de agir em relação ao seu filho.
  E, como se não bastasse, seus sentimentos sobre o pai do bebê também ajudam a complicar a cena. À medida que o bebê cresce, ele se parece com o pai? Isso faz que ela o ame ainda mais? se ela não vive com o pai do bebê ou tem problemas com ele, isso também afeta os seus sentimentos, que podem ser percebidos ou completamente inconscientes.



C) COMO CUIDAR DO NOSSO BEBÊ MENINO

 Todas as nossas atitudes e crenças anteriores vão se refletir no cuidado diário dos nossos meninos. cada vez que corremos para ajudar ou deixamos que se ajeitem sozinhos; cada vez que estimulamos ou desestimulamos; cada vez que damos um abraço carinhoso ou fazemos cara feia e nos afastamos - todas essas são respostas a atitudes internas quanto a ter um bebê, um menino.
  
  Se você adotar uma atitude curiosa, já vai ser meio caminho andado - a atitude de querer conhecer e entender o mundo do menino. Como mulher, você não pode saber o que é estar num corpo masculino. Se você não teve irmãos, ou um pai atuante, vai precisar de mais informações para descobrir o que é normal nos meninos. É bom pedir a participação mais efetiva do marido ou aconselhamento de amigos. Às vezes é necessário conhecimento prático.




D) O VALOR ESSENCIAL DO SEXO - muito importante

  Queremos que nossos meninos se sintam bem sendo homens e tendo uma vida sexual, mas são muitas as mensagens negativas que vêm da mídia, especialmente dos noticiários. Abre o jornal e logo aparecem notícias sobre horríveis crimes sexuais. Para os pré-adolescentes, os sentimentos devem ser mais perturbadores. Aos treze ou catorze anos, a maioria dos garotos têm fortes sentimentos sexuais e verdadeira fascinação pelas mulheres que os rodeiam. A testosterona que invade seu corpo faz a área pélvica latejar ou se excitar. nessa idade os garotos se masturbam pelo menos uma vez por dia. Sua energia sexual é intensa. E, no entanto, nada se faz para dignificar essa nova parte da vida - muitas vezes nem se toca no assunto. Como resultado eles ficam cheios de dúvidas. Eles ficam pensando se uma garota, algum dia, vai se interessar por eles, se as intenções deles são dignas, ou se eles são apenas estupradores à espera de uma ocasião para se revelarem!


A aprendizagem sexual inclui duas partes: os detalhes físicos do ato do amor e as questões muito maiores acerca de atitudes e valores. os aspectos práticos do sexo devem ser abordados em conversas e explicações a partir dos primeiros anos de vida da criança. mas a informação realmente poderosa sobre sexo é a atitude. A atitude tem de vir dos pais e da comunidade adulta, se você não falar sobre sexo, os jovens vão copiar as atitudes e valores dos colegas, e os que são mostrados na televisão.


Diga claramente aos seus filhos a diferença entre o que é "sexo bom" - com respeito e cuidados para evitar gravidez ou AIDS/vírus HIV - e "sexo mau" - usando egoisticamente os parceiros e de forma inconsequente.  



FIM 



"OPINIÃO TIM-TIM"

A educação sexual sempre foi um tabu que gerou sérias dúvidas e grande mal estar entre os adolescentes e até mesmo, com os adultos. Sexo é uma atitude máxima de carinho e deve ser valorizado sempre com a atenção, o desejo e grande amor.

- - ) 0 ( - - 



Aconselhamos o livro “Criando Meninos”, de Steve Biddulph por ser um excelente orientador a todos os pais que lidam diretamente com a criação de filhos homens. 


Recomendamos muito a leitura. Se desejarem comentar o tema, escrevam para o nosso e-mail: umbrindeavida@yahoo.com.br




Tim-Tim!

Curta essa Ideia

Chegamos à curtida número 709 - Valeu gente!
Sorteamos uma camiseta de UBAV-Brasil - O ganhador foi Othon Marcelo -
Avisaremos o ganhador pelo Facebook. Parabéns!
Agradecemos aos queridos amigos do Facebook - Tim-Tim!

Divulgue na Rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More