quinta-feira, 17 de agosto de 2017

MENSAGEM DO DIA - - CALMA - - ANDRÉ LUIZ

 Se você está no ponto de estourar mentalmente, silencie alguns instantes para pensar. Se o motivo é moléstia no próprio corpo, a intranquilidade traz o pior.

 Se a razão é enfermidade em pessoa querida o seu desajuste é fator agravante. Se você sofreu prejuízos materiais, a reclamação é bomba atrasada, lançando caso novo.

 Se perdeu alguma afeição, a queixa tornará você uma pessoa menos simpática, junto de outros amigos. Se deixou alguma oportunidade valiosa para trás, a inquietação é desperdício de tempo.

 Se contrariedades apareceram, o ato de esbravejar afastará de você o concurso espontâneo. Se você praticou um erro, o desespero é porta aberta para faltas maiores.

 Se você não atingiu o que desejava, a impaciência fará mais larga a distância entre você e o objetivo a alcançar.

 Seja qual for a dificuldade, conserve a calma trabalhando, porque, em todo problema, a serenidade é o teto da alma, pedindo o serviço por solução.


André Luiz


Mensagem mediúnica: Médium - Francisco Cândido Xavier
Do livro "Ideal Espírita". Edição CEC





Nota de UBAV-Brasil:

 Durante quase 15 dias, nosso site esteve em reparos. Por isso, não houve possibilidade de cumprir o calendário noticioso que desejávamos. Mudamos algumas partes internas e adaptaremos outras. Vamos preparar um site melhor para os nossos amigos. A leitura de hoje, CALMA, postada em caráter experimental, é baseada na palavra mais adequada para o momento de todos nós. Desejamos para o país dias mais calmos, uma paz duradoura para todos os seus cidadãos e para o projeto UBAV-Brasil a paz necessária para poder levar um trabalho de qualidade para todos os nossos amigos.

Sobre a atitude de manter a calma, um pensamento de Fernando Pessoa, nobre poeta português, fala muito positivamente da necessidade de a possuirmos.




Bom dia!

Tim-Tim!


Neo Cirne
Colunista de UBAV



terça-feira, 8 de agosto de 2017

Bom Dia & Tim-Tim! - - Notícias de UBAV-Brasil - - Por Neo Cirne

 Olá amigos, bom dia! 
 
Muitos de vocês devem estar se perguntando por que o site anda tão parado, quase sem editar novas matérias. Devo informá-los, que somente eu faço a atualização de UBAV e como tenho andado em tratamento de saúde, inclusive com ordem médica para que eu me afaste do teclado, do mouse e do celular (quase impossível), devido a uma forte crise de artrite nas duas mãos, tive que diminuir de maneira drástica a produção de novos artigos. Por semana editaremos de uma a três mensagens interessantes, sem contar as republicações das 'Palavras Iluminadas' do nosso querido Frei Jaime Bettega, que deixou de publicar suas mensagens por uns dias devido à viagem ao exterior.

 Porém, esta semana, na quinta-feira, publicaremos uma matéria muito especial, enviada por Odara, nossa grande amiga baiana. Um ser de muita luz, uma das pessoas mais raras e gentis que já encontrei. Com grande lucidez e toques de encantamento ela escreverá sobre "O Mundo das Fadas"... Um mundo cheio de lirismo e magia.
 Nossa! O conteúdo é muito bom, vale apena vocês aguardarem o dia 10, dia da publicação. A matéria irá ao ao na parte da tarde, já que pela manhã estou impossibilitado de utilizar o computador.

 Desejo a todos a continuação de um mês de agosto bem feliz e com novos planos e sucesso. Em breve, trocaremos a apresentação (layout) do site, novas cores, novos conteúdos, novas matérias.

Espero que gostem... Deixo um beijo no coração de vocês.


 Tim-Tim! Um Brinde À Vida!



 Neo Cirne
 Fundador de UBAV-Brasil

terça-feira, 1 de agosto de 2017

PALAVRAS ILUMINADAS - (TERÇA-01/08) - A Mensagem positiva de Frei Jaime Bettega


Bom Dia!

“Sempre tem alguém que te dá um pedacinho de chão, quando é de terra firme que você precisa. Ou um pedaço do céu, se é sonho que faz falta.”



A vida é feita de alegres surpresas. Quando todas as chances pareciam esgotadas, do nada surge alguém para estender a mão ou vislumbrar uma nova oportunidade. Há uma sintonia que une as pessoas e provoca outras emoções.

O mundo conspira a favor, mas aguarda pela disposição e abertura de cada um. Uma postura positiva, diante dos obstáculos e percalços, faz uma grande diferença. O pessimismo nunca participou da história da realização. Existem pessoas que reclamam do frio, do sol forte, da chuva... Outras pessoas passam cansadas, desgastadas pela incapacidade de vislumbrar alternativas, condizentes com o momento. Ainda bem que sempre aparece alguém para dizer aquela palavra que estava faltando, aquele olhar que resgata confiança, aquela força que faz despencar o que desapontou.

Tem pessoas que são gratuitas, simplesmente amam ajudar e não esperam nada de volta. Tais pessoas, carregadas de bondade, estão em todos os lugares, sempre prontas para auxiliar, sentem prazer em ver o outro feliz. Descobri-las não é difícil: quando você consegue dar o melhor, você receberá, em troca, o melhor. Tem gente que desconfia de todos e acha que o mundo está contagiado pelo jogo de interesses. Depende muito dos ambientes que cada um frequenta e das companhias que são aceitas. O bem sempre procura pelo bem. O contrário também é verdadeiro.

Alcançar um pedacinho de terra firme ou um pouquinho de céu, para que não venha faltar sonho, são oportunidades que a vida oferta a quem está decidido fazer o bem. Certamente receberá um bem maior.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!



Foto da web meramente ilustrativa 
Texto: Reprodução da página do Facebook de Frei Jaime Bettega. 
Visite-a diariamente, há sempre uma palavra iluminada pra você.





Frei Jaime Bettega é o pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

segunda-feira, 31 de julho de 2017

NOITE CRÔNICA - - O Gato está dormindo - - De Walmir Ayala

“Noite Crônica”

 “O GATO ESTÁ DORMINDO”


O gato está dormindo sob a cômoda e curiosamente pousou a cabeça debaixo da proa de uma caravela de madeira, feita por um artista popular de Salvador. A caravela é opaca e ressequida, estiliza o desenho real num arremedo de proporções que logo concretiza o brinquedo. O gato é macio, de um cinza estriado, como o mais comum dos gatos, mas repousa como um ídolo, como aqueles ídolos pachorrentos e bem nutridos que um dia eu vi nos templos japoneses. O gato parece nem respirar, tão profundo e perfeito é seu sono. Algo parecido com a morte, sem o terrífico vazio dos corpos sem alma.

Observo atentamente este gato cujo repouso é divino, e contraponho o outro lado tão humano do animal - sensual, interesseiro, meio agressivo no afeto, desconfiado e dono de si mesmo, mais do que tudo. No entanto, o gato rescende a uma misteriosa espiritualidade, como os ídolos que falei antes. Passa quase imperceptível pelo nosso espaço, não atropela as coisas, tem o andar macio e cauteloso, é ágil como o maior dançarino do mundo, quando trata de se defender do agressor. Não é fácil amar e entender essa espécie, muita gente superficialmente liga a sua imagem às nações satânicas. Tampouco é um ser disponível. O gato se impõe - este que agora contemplo e tento desenhar instalou-se na minha vida de forma sub-reptícia e sagaz. Construiu o nosso interesse sobre ele, sobrevivente que foi de uma família felina que a caseira atraiu com leite e sobras de comida. Veio a mãe, porque tinha fome, e a casa estava aberta de comida. Deu cria e sumiu; assustada por um de nossos cachorros que sustenta o preconceito da velha inimizade entre cão e gato. Das crias, as fêmeas foram dadas a terceiros, este macho que chamamos Rufino foi ficando. Aprendeu a sobreviver no ambiente perigoso para ele. Quando o cão tradicional chega, ele se empoleira numa viga que sustenta o telhado da casa e, ainda como um ídolo, assume impassível a sua segurança, enquanto o cão, martirizado de não alcançá-lo, chora e se desgasta em saltos ineficazes. Quando acendo o fogo da lareira de roça, ele se aproxima e namora as chamas. Seus olhos cintilam, esfrega-se nas minhas pernas, eu pressinto que ele está feliz.


Gosto de apalpá-lo, para sentir a natureza de material única. É macio e flexível, entre o sólido e o líquido denso, parece não ter vísceras. Se o contato é desajeitado, projeta suas unhas, e é capaz de ferir. Diante do fogo ele se porta como um oficiante. Transpassa as brasas com o olhar, contorna o calor com evidente atração e, no fim da noite, ou no dia seguinte, caminha sobre o borralho, como o personagem da lenda.

Agora acordou. Surpreendi-o me espreitando por detrás do cordame das velas do barco. Enquanto escrevi esta frase ele sumiu, como um fantasma, de tal forma imperceptível que chego a duvidar que tivesse existido realmente. De repente vai se insinuar, quando melhor lhe aprouver, indiferente à minha inquietação. Vai avaliar a área, e se instalar no lugar mais certo. Vai esperar a noite e o fogo, se possível vai se enfiar sob as nossas cobertas, procurando sempre o calor. Então, como coisa morta de tão integralmente embriagado de repouso, curtirá o silêncio desativado da casa. Nossos sonhos, deslizantes na sombra, arrepiarão seu pelo como um toque imantado.


Crônica de Walmir Ayala
(1933-1991)
Escritor e poeta gaúcho.

-0-0-0-0-



Esta crônica foi enviada por Luciana C. Bastos, colaboradora de UBAV-Brasil.

domingo, 30 de julho de 2017

PALAVRAS ILUMINADAS - (DOMINGO-30/07) - A Mensagem Positiva de Frei Jaime Bettega


Bom Dia!
Amanhece o dia que sempre é aguardado: o Domingo! Obrigado, Senhor, por mais um domingo, o último do mês de julho! Que este dia seja de paz e de muita harmonia. Bom seria dar uma folga também para as preocupações.... Amém!



“Que nenhum problema seja maior que sua fé.”



Em alguns dias, a impressão é que os problemas se expandem e o peso redobra. Outros dias, até é mais fácil dar conta das dores que se misturam com as alegrias. Problemas, nós sempre teremos e alegrias também. A quantidade de alegria é sempre maior, apesar de não nos darmos conta disso. Cada problema que vai surgindo deveria ser como o toque de um sininho, nos alertando para uma maior aproximação com Deus. As alegrias também permitem uma significativa vizinhança com o Criador, mas a dor movimenta, inquieta, desafia.

Ao invés de imaginar um final triste, o toque desse delicado sino recorda que existe um caminho capaz de proporcionar alívio e esperança: a oração. O ‘alimento’ que contém todas as ‘vitaminas’ necessárias à fé é a oração. Rezar é muito mais do que pedir, é deixar Deus transbordar todo seu amor e suas infinitas bênçãos. Além de nos colocar em sintonia com Deus, a oração renova também o físico. Há uma estreita relação entre a espiritualidade e a saúde. Porém, há um longo caminho a ser percorrido: uma grande maioria reza mais intensamente quando está em uma situação de necessidade ou de desespero. Na verdade, seria interessante rezar mais quando tudo está bem. É mais fácil rezar quando a alegria senta ao nosso lado ou se inclina, quando nos ajoelhamos.

Quando estamos tristes, nem sempre temos vontade de rezar. Ainda bem que nenhum problema é maior que a fé. O segredo é aumentar a fé e poder assistir à diminuição dos problemas.

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!



Foto da web meramente ilustrativa 
Texto: Reprodução da página do Facebook de Frei Jaime Bettega. 
Visite-a diariamente, há sempre uma palavra iluminada pra você.





Frei Jaime Bettega é o pároco da Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul, linda cidade da serra gaúcha. Vale a pena vocês conhecerem esta joia do belo Estado do Rio Grande do Sul. Aproveitem para visitar a Paróquia Imaculada Conceição e receberem as bênçãos de Deus através de Frei Jaime Bettega.

Sua palavra vai ao ar diariamente no seu Facebook e está presente na grade de nossa programação, sempre as terças, quintas e domingos. É um prazer retransmitir as palavras de Frei Jaime Bettega. Bom Dia!

sábado, 29 de julho de 2017

AMARGO AMIGO - - UM GOSTOSO HÁBITO GAÚCHO - - POR DILSON BRANCO

  Manter as tradições, só por manter, não me parece correto. Se seguíssemos cegamente os costumes dos antigos, jamais evoluiríamos. Renegar todos os hábitos do passado tampouco soa bem. Seria abrir mão da experiência acumulada por inúmeras gerações. O melhor, acredito, é a constante avaliação, filtrando boas e más heranças.

  Minhas tardes de domingo costumam incluir um momento de conexão com uma ancestralidade que muito me agrada. Tiro do armário uma cuia meio surrada, já com uns 20 anos de lida. Encho de erva, e a nuvem de pó verde que sobe me circunda de mato em plena metrópole. Assento as flores trituradas com o carinho de um escultor, enquanto mantenho os ouvidos atentos para tirar a chaleira do fogo antes que fervilhe. Encharco uma planície em miniatura, formando um lago fumegante. Cravo a bomba como quem finca uma bandeira. E, ao sorver o chá amargo, tenho a impressão de manter viva alguma coisa boa, que não sei bem o que é.

  Às vezes me lembro de cenas que jamais irão se repetir, como a minha família em roda na casa antiga, pés descalços na grama, girando o mate e contando histórias sob os salsos farfalhantes. Outras, penso em momentos que, por certo, vou reviver - o chimarrão que vai marcar o reencontro com amigos queridos, como uma obviedade que nem se propõe, só se cumpre. E junto a essas lembranças vou criando uma nova, pois nessas tardes de domingo já não mateio solito, mas com a pessoa  com quem escolhi dividir a cuia e a vida.

  Há beleza nisso tudo. Para os inventores do chimarrão, os índios guarani, a poesia dessa infusão virou mitologia.  Conta-se que um velho e cansado cacique vivia com sua filha, Yari. Um dia, eles receberam a visita de um desconhecido, a quem dedicaram sincera hospitalidade. Grato, ele se revelou um enviado do deus Tupã e, como presente, ensinou a transformar a planta caa numa estimulante bebida. Assim, Yari virou Caa Yari, a deusa do mate.

Curioso haver uma lenda fundadora para algo tão banal quanto um chá?  quem disse que o trivial não tem valor? Seja para filosofar sozinho, seja para aproximar as pessoas, o chimarrão inspira justamente isso: um retorno à simplicidade. Acho que é essa coisa boa que eu quero manter sempre que encilho um mate: o foco no essencial.



Autor: Dilson Branco
Fonte: Revista Sorria



Notinha Solidária se UBAV-Brasil:



"AJUDE A COMBATER O CÂNCER INFANTIL COLABORANDO COM A GRAACC (GRUPO DE APOIO AO ADOLESCENTE E A CRIANÇA COM CÂNCER)" - Veja como ajudar pelo GOOGLE.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

SABEDORIA PURA - Ensinamentos budistas sobre Vida - - Dalai Lama

 Atendendo a pedidos de alguns amigos que apreciam os ensinamentos de Dalai Lama e que sabem da importância de suas palavras para adquirir sabedoria, evolução espiritual e paz de espírito, publicaremos uma sequência de ensinamentos essenciais para o bem viver. "Sabedoria Pura" será publicada semanalmente, sempre as sextas-feiras, durante cinco semanas. Esperamos que os ensinamentos sejam lidos e absorvidos por todos, independentemente da religiosidade de cada um. UBAV possui um pensamento voltado inteiramente ao bem e não faz distinção entre qualquer religião.


 Aproveitem, precisamos de boas palavras e amorosidade para salvar a humanidade. Somos os criadores da nossa própria felicidade e do nosso sofrimento, pois todas as coisas têm origem em nossa mente. Divisões, brigas religiosas não levam à nada, só trazem a discórdia e o desentendimento perpétuo. Necessitamos de um mundo melhor onde todas as vozes possam ser ouvidas. Assim, precisamos assumir a responsabilidade por tudo aquilo de bom ou de ruim que experimentamos.

Neo Cirne





SABEDORIA PURA
(1)



'A essência de toda vida espiritual é a emoção que existe dentro de você, é a sua atitude para com os outros. Se a sua motivação é pura e sincera, todo o certo vem por si. Você pode desenvolver essa atitude correta para com seus semelhantes baseando-se na bondade, no amor, no respeito e sobretudo na clara percepção da singularidade de cada ser humano.' 





' Se a pessoa tem uma base espiritual estável, não se deixará dominar pela sedução da tecnologia ou pela insanidade que é o desejo desenfreado de possuir bens materiais. Essa pessoa saberá encontrar o equilíbrio sem querer demais e sabendo valorizar o que já tem.
O perigo constante é abrir a porta para a ganância, um de nossos inimigos mais incansáveis. E aí que se deve pôr em prática o verdadeiro trabalho da mente.'




' Toda tarefa, por mais nobre que seja, está destinada a enfrentar problemas e obstáculos. É importante avaliar por completo a finalidade que nos propomos e quais são os fatores que determinam a nossa conduta. É importante que a pessoa seja verdadeira, honesta e sensata. Suas ações devem ser tão boas para os outros quanto para si própria.'


Dalai Lama

O Dalai Lama é o título de uma linhagem de líderes religiosos da escola Gelug do budismo tibetano, em se tratando de um monge e lama, é reconhecido por todas as escolas do budismo tibetano. (wikipedia)




UBAV-Brasil espera que esses ensinamentos sejam de grande valia para a construção de um mundo melhor. 

Tim-Tim!

Neo Cirne


Um Brinde À Vida Copyright © 2011 | Tema Desenhado por: compartidisimo | Distribuído por: Blogger